3 Razões Pelas Quais Arifureta É Mau!

por Arthifis
Arifureta primeiras impressões

Olá a todos! Tiveram saudades minhas? Tive de férias duas semanas com acesso muito limitado à Internet, mas estou de volta e mais que pronto para voltar à correria de fazer análises sobre os Animes que estão a sair na Temporada de Verão de 2019! Hoje, tenho para vocês a minha opinião sobre Arifureta Shokugyou de Sekai Saikyou (Arifureta: From Commonplace to World’s Strongest, em Inglês).

 

3 Razões Pelas Quais Arifureta É Mau!

Pelo título já devem ter entendido que não estou contente com este Anime! Portanto, se estão a perguntar aos vossos botões se Arifureta é bom e que vale a pena gastar o vosso precioso tempo a vê-lo, a resposta é… Não!

Mas, porquê? Verdade seja dita que se forem ao MAL irão ver que Arifureta é um dos Animes a estrear esta temporada com maior número de membros. Embora seja verdade, é igualmente verdade que o seu rating está por volta de 6. Para ser honesto, até é bastante bom, visto que eu, no máximo, dou nota 5.

Como a maioria das vezes, vi 3 episódios e portanto esta é uma análise de primeiras impressões 😉 De qualquer das formas, estou quase certo que este é um dos casos em que não irá melhorar ao longo da temporada. Vamos lá então às minhas 3 razões para dizer o porquê de Arifureta ser mau. Ah, já agora, só uma pequena nota, este artigo é sobre a adaptação, não sobre a light novel. Pelo que li na Internet, a fonte até é boa e tem bastantes fãs!

 

CGI Terrível

3 Razões Pelas Quais Arifureta É Mau! - Arifureta CGI terrível

 

Quando eu digo que o CGI de Arifureta é terrível não estou a exagerar. Na realidade, é um dos piores CGI que eu já vi na minha vida! Embora o design das personagens seja bom, tenho a dizer que a decisão de ter partes da animação em CGI foi um tiro no pé. Verdade seja dita que todos os Animes que têm CGI são sempre um pouco manhosos. Pelo menos para mim que estou habituado a ver Anime com animação tradicional.

De qualquer das formas, quando é bem feito, também sou o primeiro a apreciar este tipo de animação mais moderno. Penso que o mais importante é o CGI combinar bem com o resto da animação. Vamos ser realistas, quando não combina bem, até parece que estamos a ver dois Animes diferentes ao mesmo tempo!

 

Arifureta arma de Hajime

 

Infelizmente, é o que acontece com Arifureta. O CGI usado para o design dos monstros é tão forte e tão diferente, que deixas de pensar no que está a acontecer no ecrã, mas sim quão mau aquilo parece.

Para mim o maior problema é estar sempre a levar com animação CGI desnecessária. Normalmente, 3D e CGI são usados para fazer cenas com um efeito cool  superior sem gastar tanto tempo nem dinheiro. Ou seja, perfeito para Animes com um orçamento pequeno. Embora não adore, entendo e sei que é completamente normal. No entanto, em Arifureta, as cenas simplesmente não têm movimento ou complexidade para justificar o uso de CGI. Está lá porque sim, e é feio como tudo.

 

História e Personagens Superficiais

3 Razões Pelas Quais Arifureta É Mau! - Arifureta Hajime cool

 

Quero que tenham perfeita noção que só estou a falar da adaptação. Honestamente, nunca li a light novel, pelo que não posso comentar. No entanto, todas as análises que leio sobre a light novel são positivas. Portanto, sei que esta superficialidade não é culpa da origem, mas sim da adaptação.

Embora Isekai tenha sempre sido um subgénero popular, penso que desde a popularidade de Rising of The Shield Hero e de Goblin Slayer que Isekais mais negros começaram a nascer como cogumelos. O que pare mim é óptimo, o Deus do Anime sabe bem que eu gosto de um bom Isekai. No entanto, o meu problema com Arifureta é que parece que os adaptadores pensam que uma combinação dos dois tipos é suficiente para vender. É só pormos algumas cenas gráficas e uma personagem principal passar de bom para mau por ter sido atraiçoado e está feito! Bem, as coisas não são bem assim.

 

3 Razões Pelas Quais Arifureta É Mau! - Arifureta cool

 

Arifureta é péssimo no que toca ao pacing da histórias. Em Rising of The Shield Hero um episódio de 40 minutos para o setting ser implementado e começarmos a gostar de Naofumi antes deste ser atraiçoado. No caso de Arifureta, temos à volta de uns 10-15 minutos até Hajime começar a comer carne de monstro crua para sobreviver. Percebem a diferença? Estamos a falar de 10-15 minutos para haver uma explicação sobre a turma ser chamada para este mundo, o porquê de eles serem chamados, como funciona este mundo de fantasia. Mas, mais importante, para haver uma explicação sobre as conexões das personagens e uma apresentação de Hajime.

Como Arifureta está com tanta pressa para chegar à parte de ação, tudo é passado de uma forma rápida. Tão rápida, que no final do primeiro episódio não me importei sequer por Hajime ter perdido um braço a lutar. Honestamente, por mim ele até podia morrer já ali e não me importava. Pois, com tanta pressa para chegar à (péssima) cena de ação, não houve tempo para me ligar emocionalmente à personagem.

 

Mau Áudio

Arifureta Yue a piscar o olho

 

Claro que com tanta parte do Anime a ser má, pelo menos o áudio vai-se safar, certo? Errado! Mas, não me interpretem mal, eu até gosto da música… Se tivesse num bar de Jazz. Agora, se estamos no meio de uma batalha épica, onde Hajime está a colocar a sua vida em jogo, por favor, não me ponham uma música Jazz alegre a tocar por baixo. É que não faz sentido nenhum. Talvez faria se este Anime fosse passado nos anos 50 e estivéssemos a ver dois lados da máfia a lutar uns contra os outros. Mas, não, estamos a falar de lutas que acontecem numa gruta super escura, com monstros terríveis. Só consegui contar duas cenas, nestes três episódios em que havia música épica de fundo, e adorei. Infelizmente, não é isso que acontece no geral.

 

Arifureta obscuro

 

No que toca à intro a música não é terrível (surpresa), mas também não é excelente. Se em algumas partes tem uma vibe underground, no momento a seguir passa para uma música genérica de Anime. E, claro, mais para o final tem de ter uma vibe de jazz porque… Sim?

Em relação ao ending… Não tenho palavras. É uma boa música, mas não tem nada a ver com o Anime. Provavelmente porque se foca na parte harém que vai acontecer algures no futuro (?) em vez do que o Anime se apresenta, um Isekai obscuro? Sinceramente, não faz muito sentido.

 

Conclusão

Arifureta boss episódio 3

 

Concluindo, Arifureta não é bom nem mediano, é mau! E, para ser sincero, tenho mais do que as 3 razões que vos dei. No entanto não quero que este artigo se torne numa rant. Portanto, vou-me ficar por aqui que acho ser suficiente.

Se procuras um bom Isekai, vai ver Rising of The Shield Hero.

Se procuras um Anime com gore e moderno, vai ver Goblin Slayer.

Se procuras um Anime onde a personagem principal suga os poderes dos monstros, vai ver That Time I Got Reincarnated as a Slime.

Em relação a Arifureta, foge, e rápido! A vida é demasiado curta para gastares o teu tempo em Animes como estes. Para isso estou cá eu 😉 Isto, claro, a não ser que gostes de ler light novel. Embora, não possa falar sobre o assunto, a ideia em si parece boa e, se bem contada, poderá valer a pena.

E tu? Viste Arifureta? O que achaste? Diz-me tudo nos comentários em baixo 🙂

Artigo escrito originalmente no meu site pessoal, Animeshelter.

 

0 comentário

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.