Akatsuki no Yona | Primeiras Impressões

por Renato Sousa
Anime Akatsuki no Yona
Título: Akatsuki no Yona Adaptação: Manga Produtora: Studio Pierrot, VAP Géneros: Ação, Comédia, Fantasia, Romance, Shoujo   Akatsuki no Yona | Opening Akatsuki no Yona (Instrumental) - Kunihiko Ryo [youtube width="560" height="315" video_id="ict75G-KG-M"]   Akatsuki no Yona | Enredo Yona é uma jovem princesa do Reino de Kouka, única herdeira…

Akatsuki no Yona

Enredo - 7.8
Personagens - 7.4
Produção Visual - 9.2
Banda Sonora - 6.5

7.7

Potencial

A série tem condições para crescer no futuro nos principais aspetos, podendo já ter ficado para trás a parte mais monótona. A ver vamos se se confirma.

Avaliação dos Leitores do ptAnime: 4.9 ( 2 votos)
8

Título: Akatsuki no Yona
Adaptação: Manga
Produtora: Studio Pierrot, VAP
Géneros: Ação, Comédia, Fantasia, Romance, Shoujo

 

Akatsuki no Yona | Opening

Akatsuki no Yona (Instrumental) – Kunihiko Ryo

[youtube width=”560″ height=”315″ video_id=”ict75G-KG-M”]

 

Akatsuki no Yona | Enredo

Yona é uma jovem princesa do Reino de Kouka, única herdeira ao trono, que leva uma vida de luxo e sem qualquer tipo de responsabilidades. De facto, as suas únicas preocupações passam pela boa aparência do seu cabelo e a paixão que nutre desde pequena pelo primo, Soo-won.

[Spoilers!] Porém, no dia em que a jovem celebra dezasseis anos de vida tudo muda. Sem ninguém suspeitar de nada até ao momento do acontecimento, eis que Soo-won mata o Rei. Um crime que o jovem ansiava cometer desde pequeno, após o pai ter perdido o trono e ter sido assassinado pelo irmão, o atual Rei, pai de Yona, que ali perdia a vida.

A princesa despedia-se assim do seu maior suporte familiar, o Rei Il, uma despedida que poderia ter sido um “até já”, pois nas intenções de Soo-won estava também incluído o assassinato de Yona. No último momento, a herdeira do trono é salva por Son Hak, um dos guardas do castelo, que foge com ela para a floresta da região. Longe dos ambientes reais, a vida de Yona sofrerá uma grande mudança. [Fim de Spoilers!]

 

Akatsuki no Yona | Yona

Yona

 

Um clima de aventura e de disputas pelo Reino de Kouka com muitos conflitos à mistura. Era por isto que esperava quando juntei Akatsuki no Yona à minha lista desta temporada. Porém, o início bastante calmo e desenxabido chegou-me a deixar assustado. Os primeiros vinte minutos da trama focaram-se quase na totalidade em Yona, nos seus dilemas estéticos e nas suas paixonetas de há tempos atrás. Só na reta final, com o assassinato do Rei, é que o caos imperou no Reino de Kouka e surgiram os géneros da série mais esperados.

Mesmo sem se suspirar por grandes surpresas no enredo daqui em diante, este aparenta ser sólido. Do grupo que Yona formou na floresta, já depois de abandonar o Palácio, várias são as personagens que despoletam interesse, não só pelos seus poderes como pela descoberta das suas vidas antes de se alistarem neste grupo rebelde, o que poderá trazer bons conteúdos aos próximos episódios. Para além disso, perceber o que mudou na vida de Yona, isto é, os obstáculos que teve que ultrapassar e os medos que a jovem teve de enfrentar para se adaptar ao seu novo espaço habitacional são outros pontos de interesse que dão garantias a esta história.

 

Akatsuki no Yona | Son Hak

Son Hak

 

Akatsuki no Yona | Ambiente

A banda sonora parece boa, mas terá que dar mais provas nas próximas semanas. Já o encerramento não vai muito além do satisfatório em ambos os pontos de avaliação (música e vídeo). Digno de elogios é o opening que, mais do que pela sua animação, consegue-se diferenciar dos tradicionais ao apresentar uma música totalmente instrumental, capaz de colocar os nossos ouvidos em êxtase.

Depois das pequenas batalhas travadas nos dois primeiros capítulos, embates ainda mais interessantes, longos e detalhados esperam-se nos próximos tempos. Para isso o papel dos responsáveis pela parte da animação é decisivo. Por agora, as indicações que ficam é que estes não deverão vacilar. Os movimentos das personagens estão bastante fluídos, pena é a ligeira censura feita aos golpes mais mortíferos. Setas nas costas, pessoas cortadas ao meio, golpes fatais no peito, uma panóplia de investidas que são visualizadas com exceção do resultado final onde a câmara propositadamente se posiciona numa zona que reduz a agressividade das cenas.

Relativamente aos desenhos, rigorosamente nada a apontar. Aqui se incluem as personagens e os planos de fundo deste anime que são os mais indicados para a história apresentada. Um Reino do qual faz parte um requintado palácio a combinar com as florestas das redondezas, típicas das zonas onde se edificam este tipo de construções. Se bem que com um castelo em vez de um palácio, aí sim seria perfeito.

As personagens apresentam-se num estilo puramente normal, com exceção do cabelo de Yona que é berrante. Aquela mistura de vermelho com rosa, uma espécie de magenta ou de algo semelhante sobre o qual tenho dificuldade em encontrar o termo certo. Algo que era de evitar numa obra com tons tão bem ajustados às personagens, objetos e locais exibidos. Em certas alturas até parece que magoa os olhos.

 

Akatsuki no Yona | Soo-won

Soo-won

 

Akatsuki no Yona | Potencial

Yona, a suposta protagonista desta produção, esteve longe de ser a personagem mais interessante da trama neste início. Volto, portanto, a frisar que conhecer a fase da sua vida desde que deixou o Palácio até ao dia em que reuniu um grupo de rebeldes na floresta para defender o território e tentar fazer justiça no Reino de Kouka poderá ser determinante para o alcance e valorização de “Akatsuki no Yona” no mundo do Anime. A acontecer, esta exposição do passado terá que ser bem feita para não se repetir o problema do primeiro episódio em que a jovem era o centro das atenções quase que por razão nenhuma. Numa situação dessas haverá o risco de não cativar os espectadores aventureiros nem os adeptos dos shoujos. Estes últimos, a meu ver, não se enquadram aqui devido à premissa inicial criada não estar para aí virada. Como é sabido, não se pode agradar a gregos e a troianos ao mesmo tempo.

Tudo dependerá do caminho que a produção quiser traçar para este projeto. Com o salto no tempo e uma Yona bem diferente e rodeada de outros guerreiros talentosos e interessantes de se conhecerem, pelo menos aparentemente, a série tem condições para crescer no futuro, podendo já ter ficado para trás a parte mais monótona. A ver vamos se se confirma, para que os seus responsáveis apenas sejam alvos de boas notícias no futuro e nós, espectadores, de grandes momentos que nos deixem colados ao ecrã. A base de construção é constituída por bons alicerces, logo há mais do que condições para este enredo alcançar o sucesso no ecrã televisivo, podendo ainda, quem sabe, contar com a ajuda da banda sonora.

 

Trailer Akatsuki no Yona

[youtube width=”560″ height=”315″ video_id=”s3gTtIQfE9Q”]

 

0 comentário


Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.