Atelier Ryza 2: Lost Legends & the Secret Fairy – Análise

Atelier Ryza 2 é o mais recente jogo da série Atelier e segue novamente Reisalin Stout, uma rapariga que vive numa ilha calma e rural afastada das grandes cidades sustentada pela agricultura. Embora a agricultura seja o sustento da família Stout, Ryza sempre fugiu às suas obrigações para poder explorar a ilha com os seus amigos.

Três anos após os acontecimentos do primeiro jogo, Ryza é convidada pelo seu amigo Tao a visitar a capital. Local onde lhes aguarda uma nova aventura com masmorras e segredos por desvendar.

 

Atelier Ryza 2: Lost Legends & the Secret Fairy
Plataformas Steam, Playstation 4, Switch
Publicadora KOEI TECMO GAMES
Desenvolvedora Gust
Género JRPG
Data de Lançamento Janeiro de 2021

 

Graças à KOEI TECMO vamos assim poder analisar e dar-vos a conhecer o mais recente jogo da série Atelier, Atelier Ryza 2: Lost Legends & the Secret Fairy

 

Atelier Ryza 2: Lost Legends & the Secret Fairy – Análise

 

Esta é a primeira vez que a franquia Atelier recebe uma sequela direta de um jogo anteriormente lançado. Embora Ryza 2 seja uma aposta inédita na franquia, esta escolha por parta da Koei Tecmo não é de estranhar sendo que o seu antecessor foi o jogo mais popular e mais vendido de toda a franquia.

Para além da popularidade do jogo, as personagens principais foram extremamente bem recebidas tanto pelos fãs da franquia como pela Internet. A enorme popularidade das personagens e as suas fanarts na Internet, rapidamente trouxeram novos fãs para a série Atelier.

Devido à enorme popularidade e carinho por parte dos fãs perante a Reisalin Stout, a Koei Tecmo trouxe-nos assim de volta Ryza e seus amigos numa inédita e perigosa aventura.

 

Atelier Ryza 2: Lost Legends & the Secret Fairy – Análise

 

Embora o jogo siga a fórmula do seu antecessor várias melhorias e novas funcionalidades foram adicionadas para aprimorar a experiência do jogador.

As melhorias incluem um sistema de batalha completamente reinventado, alterações no sistema de alquimia e a adição de novas ferramentas que permitem explorar novos locais.

Vale ainda a pena referir a melhoria gráfica geral do jogo, perante o seu antecessor, pelo que é necessário um computador mais potente para conseguir correr este jogo nas melhores opções gráficas.

 

História

O enredo de Ryza 2 começa 3 anos após os acontecimentos do primeiro jogo, onde Ryza é convidada pelo seu amigo Tao, a visitar a capital e a explorarem misteriosas ruínas juntos. Ao partir para a capital, Reisalin recebe ainda um misterioso ovo, que terá  um importante papel na exploração das ruínas.

Ao longo da aventura Ryza e Tao vão se reencontrar com os seus amigos do primeiro jogo mas vão também criar novas amizades que lhes ajudarão a explorar as ruínas e desvendar os seus segredos.

Enquanto Ryza explora as ruínas, vai encontrar várias pistas que terá de utilizar para chegar a conclusões e conseguir progredir na ruína. Este aspeto do jogo faz lembrar Professor Layton e Phoenix Wright onde o jogador tem que ponderar sobre as pistas encontradas para completar os puzzle e avançar na história.

 

 

Sem entrar muito em detalhes e acidentalmente pisar a mina dos spoilers a história entregue por Atelier Ryza 2 não foi tão robusta como a do seu antecessor com vários plot holes. Porém foi boa o suficiente para oferecer a experiência esperada e deixar água na boca para continuar a jogar o jogo até ao fim e descobrir a verdade sobre as ruínas da Capital.

Vale ainda a pena referir que embora a história siga uma aventura completamente nova na Capital este é um jogo que não recomendo a quem não jogou o seu antecessor. Vários acontecimentos importantes estão diretamente relacionados à história do primeiro jogo pelo que um jogador que não o tenha jogado ficaria perdido em alguns aspetos da história.

 

Atelier Ryza 2: Lost Legends & the Secret Fairy – Juízo Final

 

Em primeira análise, Atelier Ryza 2 oferece várias melhorias em termo de mecânicas perante o seu antecessor, com um sistema de batalhas e de alquimia completamente reinventado e melhorado. Porém, a história do jogo fica um pouco a desejar quando comparada com a aventura anterior em Kurken Island.  O jogo oferece também pouco conteúdo “Post-Game com algumas áreas extra em forma de DLC oferecidas através da Season Pass.

 

 

Embora o jogo tenha algumas fraquezas perante o seu antecessor, este continua a ser uma experiência robusta e responde às expectativas esperadas de uma sequela. Assim esta é uma experiência que irá agradar qualquer fã da franquia e da popular Alquimista de Kurken, Reisalin Stout.

Por outro lado, ao contrário do seu antecessor, este é um jogo difícil de recomendar a novos jogadores, pelo que recomendo jogarem primeiro Atelier Ryza: Ever Darkness & the Secret Hideout.

 

 

Artigos Relacionados

Made In Abyss recebe Jogo RPG de Ação 3D

Lost Soul Aside confirmado para a PlayStation 5

As vozes Japonesas de Wild Rift – O League of Legends para Smartphones