Jujutsu Kaisen – Análise

Olá otakus e otomes! Sumi por bons 3 meses! A vida não tem sido fácil! Independente de qualquer coisa cá estou para falar sobre Jujutsu Kaisen! Anime bonito! Anime formoso! Anime que o Arthifes comentou cada episódio!

 

Jujutsu Kaisen 2nd keyart

 

Jujutsu Kaisen – Análise

Caso se lembrem as minhas expectativas para Jujutsu eram bem altas, o primeiro episódio havia nos entregue uma boa animação, com momentos empolgantes. Para minha alegria o anime provou-se digno da hype! A cada episódio que passava mais e mais pessoas comentavam e juntavam-se à legião de fãs de Jujutsu! Deixo claro aqui: não foi por um exagero desnecessário ou falta de ter outros animes bons na temporada.

Poderia investir tempo aqui a elogiar cada detalhe da obra, mas para este aspecto mais detalhado recomendo a leitura dos artigos do Arthifis! O que farei aqui é comentar o que mais me encantou na adaptação para anime de Jujutsu Kaisen, a levar em conta a minha experiência prévia com o manga.

 

 

Os personagens

Um mundo misterioso, com poderes misteriosos precisa de personagens carismáticos. Isto, de facto, não falta em Jujutsu! Não bastasse termos personagens bons e carismáticos, vemos nitidamente o desenvolvimento e evolução de cada um deles, principalmente do trio principal! Mesmo os capítulos finais, que funcionam como um mini arco de passagem, aprofundam, e muito, o relacionamento de Nobara e Yuuji com Megumi, que de longe é o mais fechado dos três.

Ter um trio de protagonistas amáveis é obrigação do anime, e isso eles fazem muito bem feito. O importante acaba por ser as personagens de suporte! Gege-sensei consegue fazer com que amemos todos os personagens de forma incondicional! Até mesmo os que, inicialmente, parecem irritantes, como Toudou, Kamo e Mai, logo aprendemos a respeitá-los e amá-los. Não estou certo? MY BROTHER?

 

 

Vilões

O que seria do Batman sem o Joker, ou do Spider-man sem o Dr. Octopus? Basicamente nada, um bom herói constrói-se em contra-ponto com um bom vilão. E nós temos um bom vilão Sukuna. Cruel, sádico, aproveitador, manipulador. Este é Sukuna. De início vi diversas pessoas a reclamar pela situação ser, até certo ponto, parecida à de Naruto e Kurama e Asta e Liebe. Mas o relacionamento de Itadori com Sukuna é completamente diferente.

Todas as vezes que Sukuna, pelo motivo que seja, assume o corpo de Itadori, alguma coisa de mal ocorre, algo para deixar Itadori, e todos nós, com um gosto amargo na boca. Para completar temos Mahito, meu desprezo por ele não pode ser definido em palavras. Ficará marcada em minha mente, eternamente, a cena do Yoshuino, para mim, tão impactante quanto a cena da Nina em FullMetal Alchemist.

 

 

Jujutsu Kaisen – Análise

Um crescente potencial

Personagens tão bem construídos, um mundo complexo e com regras bem definidas. Jujutsu só tem que crescer daqui para frente! Com o anúncio de um filme que irá adaptar o manga prequela e apresentará personagens relevantes para os próximos arcos, estou só a aguardar o anúncio da 2ª temporada. Jujutsu não será o novo One Piece, com seus 900 capítulos. Mas a Shueisha tem nele um futuro mais certo do que teve em Yakusaku no Neverland. Junto a Kimetsu no Yaba, que teve um excelente filme, Jujutsu Kaisen pode impulsionar muito as vendas da Jump pelos próximos anos.

Para mim foi fácil dar nota 10 a Jujutsu Kaisen, se pudesse teria dado 11! Quero saber de vocês! Quem por aí amou e quem odiou Jujutsu Kaisen e porquê? Não deixem de acompanhar o ptAnime em todas as redes sociais e acompanhar-me no instagram como @OladoBeto.

Artigos Relacionados

Digimon – Franquia recebe Novos Projetos Anime

Studio Ghibli Publica Crossover com Filme da Pixar

Isekai Shokudou – 2.ª Temporada revela Teaser