K-Pop – O Melhor do Mês de Fevereiro 2020

Este mês foi uma tempestade de festa, emoção e muita energia no mundo do K-Pop. Bastantes comebacks, algumas estreias, fevereiro teve um pouco de tudo e por isso cá estou eu para vos sugerir as melhores músicas deste mês!

Terei de contornar um pouco a regra deste artigo, porque para mim é impossível conseguir fazer apenas 5 sugestões relativamente a fevereiro de 2020, portanto esse número será duplicado.

 


Vejam aqui todos os artigos relativos às Recomendações Mensais de K-Pop


 

 

K-Pop – O Melhor do Mês de Fevereiro 2020

 

GFRIEND – Labyrinth

 

Muitos de vocês poderão questionar-se porque é que estão aqui a ver uma B-side em vez da faixaprincipalCrossroads“. Não me interpretem mal, gostei bastante dela mas, para mim, a “Labyrinth” é a melhor música do álbum e considero até que deveria ter sido a música-título, pois causaria mais impacto devido a este novo álbum das GFRIEND ser o seu primeiro desde que a Big Hit Entertainment adquiriu a Source Music.

Foi confirmado que o Bang Shi Hyuk participou na elaboração deste álbum e penso que fez um bom trabalho.

Esta é uma faixa que sobressai bastante por não ser o típico som das GFRIEND, mas acabar por não se afastar muito de algo que poderíamos ver estas raparigas a lançar. Ao contrário do esperado, a música não tem uma fase crescente inicial até ao clímax, uma vez que começa logo com a instrumental do refrão, no início, causando assim o impacto que eu esperava do grupo.

 

DKB – Sorry Mama

 

O debut do mês. Fiquei extremamente impressionado, não só com o MV mas com o álbum todo. Considero que os DKB fizeram um excelente trabalho com a sua estreia, chegando mesmo a superar as poucas expetativas que as pessoas poderiam ter em torno do debut deste novo grupo masculino.

Com um som muito baseado em torno do hip-hop, o grupo trouxe alguma novidade, tanto com o seu estilo de som, o seu carisma e o tipo de MV que lançaram.

 

LOONA – So What

 

Uma alteração inesperada ao conceito do grupo acabou por trazer uma música refrescante e viciante!

Esta música é um exato oposto à “Butterfly”. É agressiva, despreocupada, feroz e sem medo, tudo isto que também é retratado pelos membros durante o MV.

Admito que o início do MV pareceu um pouco assustador, mas tudo mudou quando a música começou. Penso que o conceito girl crush fica bem às LOONA, se elas o mantiverem bem executado tal como nesta música. Acho mesmo que tudo o que o K-Pop não precisa é de um mais um grupo feminino a utilizar um conceito que começa a ficar um pouco saturado.

Com rumores que surgiram sobre o Lee Soo Man ponderar um grande investimento no futuro deste grupo e ter ajudado a criar este álbum, prevêem-se grandes coisas e uma delas, a curto prazo, que seja a tão aguardada primeira win que já o merecem, na minha opinião, desde a música “Butterfly“.

 

PENTAGON – Dr.BeBe

 

Nunca pensei que os PENTAGON conseguissem encaixar num conceito como este e ainda por cima da forma como o fizeram. Esta é, na minha opinião, a obra prima dos PENTAGON até hoje. Com um primeiro álbum completo com a qualidade que tem, esta faixa melhora tanto o panorama futuro para o grupo. Acredito que este comeback tenha conseguido muitos novos fãs para o grupo e muito mais apoio.

Tenho imensa pena de não ter presenciado a primeira win do grupo com a “Dr.BeBe“, porque para além desta música, do meu ponto de vista, poucas outras faixas estariam ao nível desta, de forma a lutar pela vitória.

Muitas vezes vemos grupos a usar conceitos mais obscuros, que resultam em grandes MVs, no entanto considero que existem poucos casos em que um grupo vista tão bem a pele do conceito que lhes é “entregue” como os PENTAGON fizeram com este MV. A forma como eles conseguiram retratar ao pormenor este conceito obscuro, a certo ponto, de demência, está qualquer coisa de fenomenal.

Faço uma vénia à CUBE Entertainment e aos PENTAGON, por este MV, pela sua entrega de dedicação e pela qualidade do álbum completo e esperemos que o próximo comeback seja, pelo menos, tão bom como este de forma a poderem voltar a lutar pela sua primeira win.

 

IZ*ONE – FIESTA

 

Poucas pessoas estariam à espera de um comeback deste grupo, muito menos, de um comeback com esta qualidade. As IZ*ONE, desde a sua estreia têm conseguido superar-se a cada regresso e este não foge à regra.

Uma música de festa, de dança que atinge o seu clímax não com o refrão mas com o bridge deixando a desejar tanto para o próximo regresso do grupo. Elas mantêm-se fieis à sua imagem de elegância, coreografia calculada ao pormenor, visuais de meter inveja e um toque de fofura. Realmente são um grupo de meter inveja, o que também é uma pena por serem um grupo projeto.

Um regresso que quebra recordes é muito mais do que os fãs poderiam esperar, quando desejavam apenas uma continuidade do grupo e um regresso depois destes tempos conturbados que o grupo viveu, à culpa de terceiros.

 

DreamCatcher – Scream

 

Regresso após regresso, este grupo cresce a olhos vistos e não estará por muito a sua subida ao topo do panorama não só do K-pop mas a nível global. Segundo informações que pude observar relativas a 2019, a par dos ATEEZ (outro grupo com um crescimento notável) as DreamCatcher foram o outro grupo que mais cresceu e isso é algo que se verifica neste MV.

A qualidade está lá, o talento está lá, os fãs estão lá (e cada vez são mais), a primeira win… poderia já estar lá (quer por tempos passados, quer por este comeback).

Considero que foi azar as DreamCatcher não terem conseguido a sua primeira vitória em programas musicais com um regresso deste calibre e tudo por uma razão: timing. Fevereiro foi um mês sobrelotado com comebacks, muitos deles de grande qualidade.

No entanto, não é altura para tristeza pois esta pode ser a última vez que vemos as DreamCatcher sem uma vitória e consideradas assim underdogs no mundo do K-Pop.

 

BTS – ON

 

O que mais é que se pode dizer sobre este MV, este álbum, este comeback, que ainda não tenha sido dito?

Com a versão performance que foi a “Kinetic Manifesto Film: Come Prima” muita gente já teria ficado com água na boca a ponderar e até a questionar se a Big Hit e os BTS poderiam mesmo superar algo daquela qualidade, até que surgiu isto…

Isto não parece um MV, isto parece um mini filme, algo nunca visto no K-Pop (pelo menos que eu tenha reparado). Todo o trabalho que deve ter sido depositado neste vídeo, está a colher os seus frutos com uma obra prima lançada ao mundo, possivelmente o ápice da carreira do grupo, o ápice de um MV de K-Pop.

Uma vénia e aplausos para o que estes rapazes fizeram neste comeback e resta aguardar o que virá a seguir (temendo também por razões óbvias…).

 

Chungha – Everbody Has

 

Esta música foi a última de todas as músicas que foram lançadas em fevereiro, a constar nesta lista. 2019 foi um ano de superação para a Chungha, com dois comebacks que superaram em larga escala, muitas das expectativas das pessoas. 2020 está a começar de uma forma suave com este lançamento.

Costuma-se dizer, “entra a 8, sai a 80”, mas neste caso, verifica-se o inverso, se o fim de 2019 foi o “80”, o início de 2020 está a ser o “8”. Não me interpretem mal, não estou a criticar a música estou a fazer uma comparação quanto ao ritmo do último lançamento para este.

Também é preciso “tirar o pé do acelerador” e apreciar uma balada desta qualidade. A voz angelical continua lá e acho mesmo que é através de músicas deste género que é possível apreciar realmente o talento e habilidade de um cantor e, a cada lançamento, a Chungha continua a demonstrar que estamos perante um full package.

Este MV só peca pela falta de Chungha.

 

The Boyz – Reveal

 

Esta música dos The Boyz foi uma autêntica surpresa para mim. Pessoalmente nunca segui muito este grupo mas fiquei, sem dúvida, mais intrigado, não só pela música e MV mas pelo álbum todo. Certamente que prestarei mais atenção a partir de agora.

Um MV de grande qualidade, com sensualidade, o carisma, a coreografia intrigante, tudo a atingir o pico com um refrão de fazer cair muitos queixos (que ainda podem andar pelo chão nesta altura).

Pelo que conheço dos The Boyz, são um grupo com uma fan base bastante estável, porém acredito que depois de algo como isto tenha crescido e MUITO. Espero ver mais do mesmo daqui para a frente.

 

Ravi – Rockstar

 

Um dos aspetos que me cativa sobre o Ravi é o facto de ele ter o seu próprio estilo de rap, há algo nele que se destaca do resto dos rappers no K-Pop.

Acho que esta música está muito boa, certamente para quem gostar de rap, gostará do Ravi. Um bom comeback, com o seu primeiro álbum completo enquanto artista a solo, portanto a partir daqui, será sempre a subir, esperemos.

Penso que o Ravi tem potencial para ser um dos melhores rappers em todo o K-Pop, resta saber se ele conseguirá atingir esse estatuto.

 

E damos por concluída a lista relativa a fevereiro! Concordam com as minhas escolhas?

Até ao próximo mês!

 

>> Para mais notícias sobre K-pop, cliquem AQUI

 


Artigos relacionados

The Boyz revelam o seu Grande Objetivo como Grupo

Cherry Bullet anunciam Nome do Fandom

DKB lançam Dance Practice Impressionante para “Sorry Mama”


 

Artigos Relacionados

ptAnime Kpop Music Awards 2020 – Informações

Yatogame-chan Kansatsu Nikki – 3.ª Temporada revela Data de Estreia

Kamisama ni Natta Hi Episódio 5 – Opinião