My Hero One’s Justice 2 – Análise ao Jogo

My Hero One’s Justice 2 é o mais recente jogo baseado no manga da Shounen Jump: Boku no Hero Academia. O jogador poderá usar os famosos heróis e vilões com os seus poderes em épicas batalhas a três dimensões. O jogo apresenta ainda vários modos single-player e uma variada costumização para os personagens jogáveis.

Em comparação com o My Hero One’s Justice 1 o jogo oferece o dobro das personagens, mais arenas, novas mecânicas e ainda novos modos e enredo.

 

Em seguida podem ver as informações detalhadas sobre o jogo:

My Hero One’s Justice 2
Plataformas Steam, Playstation 4, Switch, Xbox One
Publicadora Bandai Namco
Desenvolvedora Byking
Género Luta, Anime, Super Poderes
Data de Lançamento 13 de Março de 2020

 

Graças à Bandai Namco vamos assim poder analisar e dar-vos a conhecer o jogo My Hero One’s Justice 2.

 

My Hero One’s Justice 2 – Análise ao jogo

Após o lançamento do jogo de One Punch Man a Bandai Namco lançou outro Arena Fighter baseado num dos anime mais popular do momento, Boku no Hero Academia. Uma franquia lançada originalmente em 2014 com o mangá que originou ao longo dos anos várias adaptações anime e videojogos.

Similarmente aos outros Arena Fighters da Bandai Namco, My Hero One’s Justice 2 apresenta vários modos single-player que seguem a história do anime e um modo multi-jogador no estilo jogo de luta onde se pode batalhar com os famosos heróis e vilões da franquia.

 

Menu Inicial

 

Ao longo desta análise vamos assim dar a conhecer os vários modos disponíveis em My Hero One’s Justice 2 divididos pelas categorias de single-player e de multi-player.

 

Modo Single-Player Análise ao jogo

Ao entrar no jogo pela primeira vez somos apresentados aos vários modos disponíveis, sendo que grande parte deles são dedicados a uma experiência para um único jogador. O single-player incluí um modo história, um modo missão onde gerimos a nossa própria agência de heróis, um modo arcade e diversa costumização disponível para editar os personagens.

Destes modos disponíveis vale a pena destacar o modo história e o modo missão que são o foco principal do jogo. Embora valha também destacar que o modo arcade apresenta várias rotas para cada personagem, algo que não é habitual nos jogos do género.

 

Modo História

 

Quanto ao modo história somos apresentados a vários capítulos que se desenrolam ao apresentar a narrativa em forma de banda desenhada com imagens retiradas dos episódios da adaptação anime. Quando chegamos ao final do capítulo, somos introduzidos a uma batalha que temos que vencer para concluir o capítulo.

Infelizmente a escolha de utilizar imagens retiradas da adaptação anime torna este modo repetitivo e meio apressado para quem viu a série.

 

Modo Missão

 

Embora o modo história seja fraco o modo missão torna-se o ponto forte do jogo. Neste modo o jogador pode gerir a sua própria agência de heróis e partir em diferentes missões com os vários heróis contratados.

Ao contrário do modo História e Arcade o jogador tem que escolher a melhor equipa e o melhor rumo a tomar em cada missão para as poder concluir. Não sendo apenas mais um modo de batalha mas sim um modo com alguma estratégia em mente.

 

Modo Multi-Player Análise ao jogo

Quanto ao modo multi-player, embora o jogo seja relativamente parecido ao antecessor este apresenta novas personagens, arenas e mecânicas. Contando assim com mais de 40 personagens e 20 arenas diferentes para se poder lutar.

O jogo conta tanto com um modo multi-jogador local como online, sendo assim possível lutar tanto contra amigos na mesma sala como lutar contra desconhecidos no modo Ranked para subir na Tabela de Liderança. Para os jogadores que querem praticar e melhorar, o jogo conta ainda com um modo de treino que embora não seja o melhor apresenta as ferramentas necessárias para praticar e experimentar personagens novas.

 

Tal como a maioria dos Arena Fighters este é simples o suficiente de entender e divertido para os fãs da franquia poderem lutar com as suas personagens preferidas. Contudo, as mecânicas e opções disponíveis são pouco complexas o que tornam o jogo pouco competitivo.

 

My Hero One’s Justice 2 Juízo Final

My Hero One’s Justice 2 é o género de jogo fácil de recomendar aos fãs da série, sendo que estes querem poder experienciar as batalhas com os seus heróis e vilões preferidos da série.

Embora o modo história seja repetitivo e tenha escolhido apresentar a história a partir de imagens do anime, os outros modos de jogo, principalmente o modo missão, fazem dele um jogo fácil de recomendar aos fãs do género.

 

 

 

Artigos Relacionados

Steins;Gate – MAGES. confirma novo jogo da franquia

By the Grace of the Gods – Primeiras impressões

Hideo Kojima está a trabalhar em Novo Jogo | Kojima Productions