Naruto Shippuden Episódio 280

Naruto & Sasuke

The Artist’s Aesthetics

A arte é um conceito deveras subjetivo e que varia de indivíduo para indivíduo. Existe um shinobi especial que vê a arte de um forma um pouco controversa e quer elevar esta ideologia ao limite do conhecimento humano. O seu sonho é  atingir a plenitude da arte, a “A Super Arte Suprema”, sob a forma bela e natural de uma gigantesca explosão. Seremos nós convencidos por ele e sucumbiremos à tentação de imaginar arte desta maneira? Ninguém o sabe. Ele quer imortalizar a arte. Deixem-me que vos apresente a estética do artista, um artista que dá pelo nome de Deidara.

 

Galeria de Imagens: Naruto Shippuden Episódio 280

 

 

A Aliança Shinobi está abalada com o que aconteceu na Divisão Médica. Ao que parece, a terrível técnica do Zetsu Branco provocou grandes instabilidades no seio da união dos nossos heróis e, com a desordem, o rumo que a Guerra estava a tomar, poderá inverter-se drasticamente. A desconfiança já domina as mentes e os corpos dos nosso heróis. Serão eles capazes de aguentar a pressão a que estão submetidos? Será que a estratégia se vai desmoronar? O Quartel General, com Nara Shikaku no comando, depressa cria e define um novo método de contra-ataque. A ação foca-se, neste episódio, no regimento de Mifune, onde se encontram Kankuro e Deidara (que está preso dentro da marioneta).

Como seria de esperar, num cliché muito típico de Naruto, Zetsu consegue disfarçar-se de Samurai e, na altura de mudança de turnos de vigilância do perito em explosões, o artista Deidara, tenta, deliberadamente e à vista desarmada libertar o colega de equipa (não nos esqueçamos que Deidara também integrava a Akatsuki). No entanto, Kurotsuchi (conhecida de Deidara e pertencente à Aliança Shinobi) aparece nesse exato momento, acompanhada de um aliado de Mifune, cortando o momento e colocando Zetsu numa situação complicada, mas engraçada, na comédia que a série já nos habitua. Zetsu, inesperadamente, vê-se confrontado com uma pergunta, feita pelo aliado (dá ideia de ser o braço direito de Mifune), para a qual não sabe a resposta. Ele tenta, soluçando, responder, mas acaba por cometer erros fatais e, como tal, a alta velocidade, é imediatamente morto. Deidara, entretanto escapa e a batalha começa.  De repente, o número de explosões naquela região aumenta drasticamente, mas a argila acaba e Deidara vê-se obrigado a fugir com outro dos clones de Zetsu para voltar a encher os stocks.

Durante a fuga, Kabuto envia um aliado para distrair a o regimento de Mifune, que persegue em massa Deidara, mas este plano foi um plano falhado pois os Samurais eram demasiado fortes e teria sido uma perda de tempo. Os restantes clones de Zetsu são eliminados. Deidara, finalmente consegue reencher os bolsos com argila e provoca uma explosão, que tinha por objetivo chacinar os Samurais e ele próprio. O problema é que, sendo ele um produto do  Edo Tensei, o seu corpo era imortal. Deidara fica deprimido e continua o seu projeto em busca da arte perfeita. Finalmente chega a um lago e descansa, pensativo. Até que alguém indesejável aparece. Deidara fica irritado.

Sasuke aparece repentimanente!? Deidara está furioso, pois Sasuke nunca reconheceu a sua arte e só quer saber de Guerra. Antes procurava por Itachi, agora por Naruto. Quem pensava Sasuke que era? Os Samurais reaparecem e voltam a eliminar mais clones de Zetsu. Sasuke foge e Deidara corre em sua perseguição. Chegam a um local montanhoso. Deidara contempla a Lua e tem uma ideia. Subitamente, Sasuke transforma-se em Kurotsuchi que lhe diz “o teu problema é a obsessão pela arte”. Era tudo uma armadilha. Deidara é vencido e Kankuro prende-o. Mas será que foi assim tão simples?

Este é o convite que vos faço: vejam o episódio e deem a vossa opinião, daí que alguns momentos espetaculares tenham sido resumidos nesta análise para ver se a vossa curiosidade é aguçada. Foi um episódio deveras especial, nada de arrebatador nem épico, mas um episódio fluído, que prende os espetador e tem tendência a acabar rápido de mais.

Fiquem atentos!

 

Artigos Relacionados

É possível melhorar? | Bakuten Episódio 6 – Opinião

To Your Eternity Episódio 5 – Opinião

Já estamos a preparar o final? | KoiKimo Episódio 6 e 7