Produtor de Anime Explica o Processo de Aprovação de Sequelas

“Que requisitos há que cumprir para que a sequela de um anime receba luz verde? Como podem os fãs fazer (educadamente) com que as suas vozes sejam ouvidas?”

 

O produtor de anime Masuo Ueda respondeu a estas e a mais questões num vídeo publicado no início deste mês no canal Youtube de Terumi Nishii, designer de personagens em JoJo’s Bizarre Adventure: Diamond is Unbreakable e na ONA Knights of the Zodiac: Saint Seiya. O vídeo dispõe de legendas em inglês.

 

Produtor de Anime Explica o Processo de Aprovação de Sequelas

 

Ueda explicou que, relativamente a adaptações para anime, a sequela não pode ser concebida sem a permissão do criador da obra original; porém, é mais eficaz se os fãs contactarem as companhias produtoras de animação do que as editoras. As produtoras são muito recetivas a cartas e a e-mails enviados através de formulários online, desde que estes não representem um obstáculo para a atividade normal da companhia. Outra tendência entre as produtoras é a do uso crescente das redes sociais como base para estudos de mercado e para gerar interesse num projeto, ainda que esta estratégia possa falhar no objetivo.

 

O produtor referiu que embora as sequelas raramente recebam aprovação se o anime original não tiver gerado lucros, alguns títulos e franquias podem ser recuperados tempos depois, quando se dá uma alteração na demografia do consumidor médio. Ueda mencionou Fate/stay night como um exemplo de uma série cuja primeira adaptação para anime não foi um sucesso financeiro estrondoso, mas que mais tarde se tornou num grande êxito graças a um novo anime.

 

Ainda que já não esteja ligado aos estúdios Sunrise, Ueda revelou que tem esperança que o filme de anime City Hunter: Shinjuku Private Eyes receba uma sequela. Do seu ponto de vista, o filme foi lucrativo e ele gostaria que o comité de produção satisfizesse a vontade dos fãs uma vez mais.

 

City Hunter: Shinjuku Private Eyes

 

Masuo Ueda iniciou funções na Nippon Sunrise (designada atualmente de Sunrise) em 1979, tendo começado a trabalhar na Aniplex em 2003, companhia que só deixou em 2017. Tornou-se presidente e CEO dos estúdios A-1 Pictures em 2010 e é representante e programador de produção na Skyfall, LLC.

 

Fonte: Anime NewsNetwork

 

Artigos Relacionados

Kaizoku Oujo Episódios 1 a 6 – Análise

Shaman King – Novo Anime recebe 3º Vídeo Promocional

The Blue Period. – Anime antevê Opening em Novo Vídeo