Sasuke SH Figuarts | Análise Figura

Esta é uma das minhas linhas favoritas desde que me tornei colecionador. Isto porque tendo em conta o preço da marca relativamente a outros articulados de series anime, consegue por vezes ser atrativa ao contrário das “BANDAI PREMIUM” que são exclusivas e com um stock muito limitado.

 

 

Isto é o que acontece com a figura Uchiha Sasuke da SH Figuarts: infelizmente figuras de edição limitada tendem a inflacionar o preço rapidamente, e por vezes o valor que damos pela figura já não compensa por aquilo que o é. A figura Sasuke SH Figuarts sofre algumas vertentes desta problemática, tais como a falta de acessórios como por exemplo poucos Faceplates (rostos disponíveis).

As fotos da própria publicidade são enganosas, o que é algo recorrente com quase todas as figuras, aliás na própria caixa em entrelinhas está citado: a figura pode não ser exactamente como nas fotos. Isto quer dizer que algures nas instalações deles, a super figura que vemos nas fotos está por lá guardada, e aquela que recebemos em casa quase que parece um bootleg…

 

 

O preço de um SH Figuarts acabado de sair pode custar em media 40€ a 60€.  Caro? Depende, a marca é perita em fazer algumas linhas tais como Super Mario e Power Rangers, contudo, em anime deixa um pouco a desejar. A figura Sasuke é um must, visto que o leque que existe de figuras articuladas do Naruto é escasso. Mas pessoalmente não pagaria mais de 65€ pela figura. Tem vários pontos de articulação, é possível colocar a mesma em inúmeras poses, mas a falta de Faceplates não nos deixa tirar o proveito total da personagem em questão.

 

 

Como já referi em cima, se estiverem interessados na figura vale a pena a compra, todavia, se o preço subir demasiado, mais vale esperar por uma eventual re-edição. Para quem ainda não estiver esclarecido, penso que o vídeo em baixo vos pode ajudar:

 

Sasuke SH Figuarts – Análise

 

 

Artigos Relacionados

Yu-Gi-Oh! Duel Monsters – Análise

Monster Hunter Rise – Análise (Nintendo Switch)

To Your Eternity Episódio 2 – Opinião