Análise Attack on Titan

11 Fevereiro, 2014  Por Renato Sousa
2


Transmitido durante a primavera e o verão do ano transato, o anime "Attack on Titan" surpreendeu positivamente todos aqueles que lhe deram uma oportunidade. Num curto espaço de tempo, a série tornou-se um verdadeiro fenómeno entre os adeptos deste tipo de entretenimento. Por isso mesmo, hoje analiso esta obra de…

Attack on Titan

Enredo - 9.9
Personagens - 9.4
Produção Visual - 9.7
Banda Sonora - 9.4

9.6

Fenomenal

Uma premissa explosiva acompanhada por uma onda incrível de mistério e suspense. Os combates e os equipamentos desenvolvidos pelo criador estão ao mais alto nível e a banda sonora acompanha o ritmo das cenas em grande estilo.

Avaliação dos Leitores do ptAnime: 4.58 ( 21 votos)
10

Transmitido durante a primavera e o verão do ano transato, o anime “Attack on Titan” surpreendeu positivamente todos aqueles que lhe deram uma oportunidade. Num curto espaço de tempo, a série tornou-se um verdadeiro fenómeno entre os adeptos deste tipo de entretenimento. Por isso mesmo, hoje analiso esta obra de forma a perceber se merece ou não o título de melhor série do ano 2013.

 

A História de Attack on Titan

Há mais de uma centena de anos atrás, a humanidade correu o risco de ser extinta do planeta devido aos ataques dos Titãs. Estas criaturas, que de certa forma fazem lembrar o Ser Humano mas em tamanho gigante, não são dotadas de grande inteligência. Porém, o seu instinto leva-os a perseguir os humanos, a capturá-los e a devorá-los por mero prazer.

Incapazes de fazerem frente a esta força maior que habita o planeta, o Ser Humano só não desapareceu porque se conseguiu refugiar numa cidade composta por três paredes em forma de círculo (maiores que os próprios Titãs), que impedem o avanço das criaturas. Ainda que o criador daquelas paredes gigantes permaneça um mistério, a verdade é que graças a elas a humanidade conseguiu reestabelecer-se e viver sossegada durante alguns anos, mesmo que numa espécie de “cativeiro”.

No entanto, a paz é algo que infelizmente não é duradouro. Cem anos depois do contato “estabelecido” com o último titã, estes voltam a incomodar o Homem quando ele já confiava demasiadamente no poder das paredes que o rodeiam. Naquele que seria mais um dia de má memória para a humanidade, tudo começou com o aparecimento de um titã colossal. Este fez uma brecha na parede mais exterior daquela fortaleza humana, permitindo às outras criaturas gigantes invadirem o território humano. Uma das muitas vítimas daquela invasão foi a mãe de Eren Yeager, protagonista da história. Um acontecimento que levou o rapaz a jurar vingança contra todos os titãs. Dada a abismal diferença de força e tamanho entre estes dois tipos de criaturas que habitam a Terra, conseguirá Eren e o que resta da população fazer frente aos titãs?

 

[Anime] Attack on Titan

 

Ambiente e Enredo

Como facilmente se percebe ao ler a sinopse desta história – e os primeiros episódios acabam por confirmar isso mesmo – Attack on Titan tem a capacidade de conseguir cativar a nossa atenção logo no início. Uma caraterística que surge, a meu ver, por esta ser uma obra em que o Ser Humano não está no topo da hierarquia das espécies, sendo esse um lugar ocupado pelos poderosos titãs. Uma situação anormal para nós, humanos, que por si só é alvo da nossa tremenda curiosidade. É óbvio que é preciso muito mais do que isto para uma série ser de valor. Todavia, este é o primeiro grande indicador para que isso venha a acontecer.

Prosseguindo então, a um arranque de grande intensidade emocional e cheio de ação exige-se que os níveis de qualidade se mantenham em alta nos episódios seguintes. Pois bem, Attack on Titan (Shingeki no Kyojin) consegue isso mesmo. Pode vacilar em um ou outro episódio, mas no geral não deixa que a intensidade baixe, até porque logo que entra em cena o clima enigmático e de mistério, proporcionado por diversos acontecimentos, o espectador nunca mais vai conseguir desviar o olhar do ecrã. Grande mérito, mais uma vez, para o seu criador: Hajime Isayama.

Segue-se a parte criativa e imaginativa, que diz respeito aos ambientes das produções e ao grafismo das personagens e seus movimentos. Sem dúvida que esta também desempenha um papel fundamental na adaptação de uma manga para anime. A dita cuja consegue deliciar-nos, uma vez que as paisagens, o desenho das personagens, a forma como estas demonstram as suas emoções e – já numa parte de maior ação – os equipamentos de combate dos humanos e os golpes protagonizados por estes durante os duelos com os titãs estão simplesmente espetaculares. A única vertente desta matéria onde se podem encontrar algumas falhas é na aparência dos titãs, que não exibem grande detalhe nos seus corpos à exceção da parte facial, “defeito” originário da manga adaptada.

Já são vários os elogios que aqui fiz a Attack on Titan, mas ainda não é desta que vou cessar de os proferir. A “cereja em cima do bolo” surge pela vertente musical. Nas cenas de maior emoção e nos derradeiros combates pela sobrevivência a primeira arte está lá, em grande estilo, e impossível de passar despercebida aos nossos ouvidos. Aqui posso ainda juntar o primeiro opening da série, cuja música é incapaz de nos saturar, assim como o vídeo que está muito bem interligado com ela.

 

[Anime] Shingeki no Kyojin

 

As Personagens de Attack on Titan

De seguida, aproveito esta secção para falar um pouco dos três grandes protagonistas de Attack on Titan. Eles são Eren Yaeger, Mikasa Ackerman e Armin Arlert.

Eren é um jovem cheio de coragem e determinação. Além do mais, a sua tremenda curiosidade pelos titãs e universo existente além das paredes onde se refugia a espécie humana é evidente. Estas caraterísticas, combinadas com a morte da sua mãe às mãos dos titãs, desenvolvem no rapaz um desejo e uma ansiedade quase doentia por enfrentar os Titãs e assassiná-los a todos. Algo de extraordinário quando se verifica que a maior parte dos humanos reagem de maneira totalmente oposta.

Por seu lado, Mikasa Ackerman também não tem qualquer problema em enfrentar os Titãs. Se bem que não é algo pelo qual demonstre vontade em executar. Mais talentosa que Eren no combate às criaturas, a sua “missão de vida” parece ser mesmo a de proteger a vida do jovem Yaeger a todo o custo. Um objetivo estabelecido com base em acontecimentos passados.

A fechar o trio temos Armin Arlert, que é sem margem para dúvida o mais cobarde dos três. O combate (físico) com os titãs está longe de ser a sua prática de maior talento, estando o brilhantismo desta personagem reservada à parte estratégica e à capacidade de raciocínio extraordinária em momentos críticos de vida ou de morte. Arlert conheceu Mikasa e Eren quando estes ainda eram crianças.

 

[Anime] Attack on Titan

Levi & Eren Yeager

 

Juízo Final

Attack on Titan (Shingeki no Kyojin) é mais uma grande prova de que há obras no mundo do Anime que definitivamente não são para crianças. Obras capazes de competir com as grandes produções da “ficção real”. O mistério e o suspense são do melhor, os combates e os equipamentos desenvolvidos pelo criador e respetiva equipa de produção estão ao mais alto nível e a banda sonora acompanha o ritmo das cenas em grande estilo. Na verdade, para se encontrar algo menos bom é preciso ir-se a pequenos pormenores da obra, pois nada é perfeito.

Apesar de todos estes argumentos e de pessoalmente recomendar Attack on Titan ao público, é óbvio que a dita cuja pode não conseguir agradar a todos. Falo particularmente daqueles que procuram algo mais calmo e sereno. Dos que não suportam combates sangrentos e excessivamente realísticos no que diz respeito à destruição do corpo humano por parte dos titãs. Dos que ao lerem a sinopse da história não se vão sentir minimamente atraídos, pois o ambiente criado não entra no leque dos que mais apreciam.

Por fim, note-se que Attack on Titan é apenas o começo de uma história que promete dar muito que falar, já que não termina aqui. A luta entre Humanos e Titãs vai continuar e tu, se vais querer andar em cima do rumo dos acontecimentos, terás mesmo que dar uma oportunidade a esta obra que, a meu ver, é mesmo a melhor do ano 2013.

Despeço-me então com a partilha do primeiro opening de Attack on Titan, acompanhado por um trailer bem apetecível.

 

 

 

Comentários do Facebook




Renato Sousa
Licenciado em Engenharia Informática. Adora ver Anime e Liderar este Projeto. Colecionador de DVDs, Blu-rays, Mangas, Livros e Videojogos. Viciado em Corrida.







Também deverás gostar de




2 Comentários

gostaria de ter lido a análise, mas foi impossível graças a esse banner que vcas deixam no meio da tela para vender bu besteiras,


    Olá Fernando. Essa janela tem um X em cima que te permite fecha-la, ou podes mesmo preenchê-la com o teu email que também desaparece e podes ler o artigo sem qualquer problema 🙂



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ten + 9 =


Outras Histórias
High School DxD New | Análise Após uma primeira temporada cujo estilo ecchi foi o principal foco da produção, High School DxD regressou aos ecrãs no passado...
Partilhas