Free Eternal Summer | Primeiras Impressões

por Raquel Cupertino
Free Eternal Summer

Título: Free Eternal Summer

Duração: 13 Episódios

Produtoras: Kyoto Animation, FUNimation Entertainment, Lantis, Animation Do

Géneros: Desporto, Slice of Life, Comédia

Adaptação: Segunda temporada de Free! Iwatobi Swim Club

 

 

Free Eternal Summer | Enredo

No seguimento da primeira edição, Free! lança agora a sua segunda temporada. Após reabrirem o Iwatobi Swim Club, os quatro atletas deparam-se, agora com outro problema: Haru e Makoto são finalistas. Com a saída de mais dois membros da equipa, o clube de natação corre o risco, mais uma vez, de fechar portas por falta de membros. Novas estratégias de marketing são elaboradas com o intuito de conquistar a comunidade escolar. A carência de resultados força a criação de novas formas de cativar o público. Com a ajuda da professora Miho e o incansável treinador Goro, preparam-se para novas competições e espetáculos para vangloriar, de novo, a modalidade.

A comparação com o primeiro episódio da primeira temporada é inevitável. Tanto a estrutura como a construção da premissa foram idênticas: as teorias e delírios de Haru em relação à sua paixão pela água, os constantes atrasos do mesmo por se “perder” na banheira e um Makoto sempre presente para retirá-lo do seu mundo. Com Gou como elemento introdutório e representante do fan service feminino, a manager continua a realçar as qualidades do talhado anatómico dos desportistas da modalidade, que é novamente explorado com rigor.

Nesta temporada, Rin encontra-se mais ativo e presente na vida dos amigos de infância. Apesar de frequentar a escola rival, a Samezuka Academy, tal não o impede de apoiar a continuação do Iwatobi Swim Club e os ajudar na prática desportiva. No entanto, toda essa paz e espírito de equipa parecem estar comprometidos com a chegada de um novo elemento à escola de Rin.

 

Anime Free Eternal Summer

 

Free Eternal Summer | Ambiente

Além das inquestionáveis semelhanças entre os primeiros episódios de cada temporada, a construção e desenvolvimento do enredo mantêm-se. Desde logo, é de realçar que o, tão caraterístico, fan service desta produção está mais uma vez patente. Exemplos disso são as típicas imagem de Haru em avental, Haru a sair da banheira, Makoto com o seu gatinho branco e o doce Nagisa a comer os seus bolinhos. O reconhecimento instantâneo das cenas remonta-nos à primeira temporada da série, sem qualquer diferença objetiva entre as cenas. A série continua com uma premissa mais vocacionada para a musculatura produzida pela modalidade do que para a mesma.

 

Free Eternal Summer | Haruka Nanase

Haruka Nanase

 

As caraterísticas técnicas e explicativas da modalidade veem, por fim, o seu destaque, com uma apresentação global de cada estilo tal como competições, treinos, regulamentos entre outros fatores negligenciados na primeira parte da obra. Pela primeira vez vemos uma evolução das técnicas desportivas, com reforço das particularidades de cada estilo e formas de melhorar o desempenho dos atletas.

A qualidade do estúdio, imagem, e banda sonora continuam a ser de vanguarda aprimorando todo o espetáculo proporcionado pelo meio aquático.

 

Free Eternal Summer

 

Free Eternal Summer | Potencial

As qualidades técnicas e de imagem veem-se aprimoradas e retratadas com magnífico detalhe. Apesar da quantidade de fan service ser incrivelmente superior, a dinâmica e perfecionismo técnico suprimem todo o possível exagero e cenas sem fundamento dedicadas aos fãs do belo. As expetativas são elevadas, quer pelo saudosismo como pelo furor criado pela intensa propaganda referente à continuação de uma das séries mais criticadas e seguidas da temporada.

 

 


Perdido? Queres saber mais sobre a franquia Free!? Aqui tens as nossas análises:

Free! 

Free!: Eternal Summer 

Free!: Dive to the Future – Primeiras impressões

 

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.