Attack on Titan 3 Episódio 48 – Opinião

por Renato Sousa
Attack on Titan 3 Episódio 48 - Bystander

“Bystander”

 

Depois de tudo o que se passou com Kenny Ackerman, Rod Reiss, e respetiva conspiração do pessoal do Interior das Muralhas, a série Attack on Titan 3 está em nova fase de transição. Perspetivam-se mais acontecimentos de grande importância, após mais uma viagem ao passado com um “novo” trio de protagonistas.

 

A nova vida de Historia

Surpreendente. A presença de Historia junto das crianças e à procura de ajudar aqueles que mais precisam no Interior das Muralhas não era, de certeza absoluta, aquela que se adivinhava após a sua coroação. Por muito que estas atitudes possam ser “a sua cara”, nunca é isto que o espectador idealiza numa primeira fase.

Como tal, esta foi uma referência interessante, com tempo de transmissão na medida certa, e que serviu para iniciar de forma agradável um episódio que foi crescendo em termos de interesse.

 

Attack on Titan 3 Episódio 48 - Historia Reiss

 

O treino de Eren está concluído?!

A famosa técnica do endurecimento (hardening) do Titã de Eren continua a dar que falar e já tem novos efeitos práticos. É o caso da Executioner from Hell. A nova arma desenvolvida pelos Survey Corps para abater os grandes Titãs que se chegam às Muralhas. Deveras engenhoso, este novo equipamento é mais um trabalho à imagem de Hange Zoe, que rejubila com o sucesso do mesmo na eliminação dos Titãs.

Por outro lado, tudo indica que esta técnica de Eren será a chave do plano para a reconquista da Muralha Maria. Fica a ideia que os Survey Corps estavam à espera disto. Segundo o título do próximo episódio, “Night of the Battle to Retake the Wall“, parece que vão novamente partir para a luta com os Titãs.

Venha daí essa ação!

 

Attack on Titan 3 Episódio 48 - Análise

 

Como Eren chegou a Keith Shadis

A parte mais interessante deste capítulo de Shingeki no Kyojin 3 ficou guardada para a sua segunda metade. Uma viagem ao passado que trouxe até ao espectador alguns temas interessantes.

Antes disso, uma análise rápida à parte como Eren chegou à identificação de Keith Shadis. A “puxada” da palavra “Comandante” para a mesa foi demasiado forçada e fácil, sendo nisto que a obra mais tem falhado por esta altura.

Quero dizer, parte dos acontecimentos têm qualidade e interesse. Todavia, muitas vezes fica a ideia de que Hajime Isayama e/ou a produção do anime não sabe muito bem como “fazer a ponte” entre o início e o desenvolvimento de algumas dessas cenas de forma mais suave.

Por exemplo, nesta conversa entre os vários ex-cadetes, seria melhor Eren ter feito a referência a Shadis e só minutos mais à frente, num outro diálogo, conseguir identificar a personagem misteriosa.

 

Levi Ackerman 10 cm Nendoroid

Eis uma das maiores esperanças da humanidade, o soldado mais forte, Levi Ackerman, em formato Nendoroid!

Acessórios incluídos: Três expressões diferentes; Equipamento Vertical Maneuvering personalizado para a personagem em questão; Dual Blades; Partes com Efeitos; Capa da Survey Corps;

 

 

A história de Keith Shadis

flashback da vida de Keith Shadis deixou-me bastante agradado. A perspetiva do ser ou não ser um “Escolhido”; a persistência e a coragem para levar uma vida repleta de intensidade; a chamada a uma nova realidade por intermédio do discurso de Carla Yeager; e, por último, já no ending deste capítulo, o fracasso da tentativa de sabotagem do equipamento de Eren quando este ainda era recruta.

Quando a conversa entre ele e os Survey Corps terminar, tenho dúvidas se Keith Shadis irá manter-se na resignação em que esteve nos últimos tempos e que o atirou para um plano secundário. Certo é que a vida foi demasiado dura para com alguém que tanto lutou por uma cheia de significado.

Ora, tudo isto me deixou envolvido com o episódio em questão, a simpatizar com Keith Shadis, e com vontade de o ajudar a encontrar novamente um caminho. O rumo que esta personagem parece ter perdido.Com base nesta ligação que nasceu tão rapidamente entre mim e a trama, este foi o ponto alto deste episódio 48.

 

Attack on Titan 3 Episódio 48 - Keith Shadis

 

Carla e Grisha Yeager

Está visto que a história de Grisha vai continuar a chegar ao espetador “às pinguinhas”. Uma boa medida, pois vai mantendo o suspense e o interesse dos fãs na série e nesta personagem em particular. No entanto, se assim é, então não há justificação para se fazerem as coisas a correr.

Desde o início desta terceira temporada que o anime causou a impressão de excesso de velocidade em alguns momentos. Neste caso em particular, não ficaram grandes dúvidas sobre isso. O relacionamento de Grisha com Carla, do qual nasceu Eren, não existiu. Não se sabe como estes se apaixonaram ou como surgiu o relacionamento mais sério. Apenas que se conheceram por intermédio de Shadis. Pouco depois, Carla já tinha Eren nos braços.

De volta ao mistério de Grisha, sabe-se agora que esta personagem veio de fora das Muralhas, o que pode implicar muita coisa. Estará Grisha ligado a Annie, Reiner, Bertotl ou Ymir, por exemplo? Ou terá vindo de outro lado? Como diz Shadis, o mundo fora das Muralhas pode ser muito vasto. Um assunto que tem muito de interesse, mas cujo material disponível ainda é muito vago para um grande debate.

Por outro lado, já se pode equacionar a questão da recuperação da memória de Grisha. Se chegou às Muralhas com amnésia, o que levou à sua recuperação gradual? Ou então, se foi apenas por uma questão de integração, como conseguiu com tanta rapidez inteirar-se dos mistérios das Muralhas que ainda hoje o espetador desconhece? O ataque à capela dos Reiss e a decisão de tornar Eren um Titã não terão sido decisões aleatórias.

 

Attack on Titan 3 Episódio 48 - Casamento Carla & Grisha Yeager

 

Attack on Titan 3 Episódio 48 – Conclusão

Após uma semana de ausência, o regresso ao ecrã de Shingeki no Kyojin ficou marcado por um conjunto de cenas interessantes que, no entanto, servem apenas para preparar acontecimentos maiores que estão em perspetiva.

Sem ter isso em conta, e como referi em cima, fica a ideia que a segunda metade do episódio andou a grande velocidade. Um episódio exclusivamente dedicado à história de Keith Shadis, Grisha e Carla Yeager talvez tivesse sido uma melhor opção por parte dos responsáveis do anime. Pelo menos é esta a opinião que formo após ver este capítulo. Seria interessante e enriquecedor ter-se aprofundado um pouco mais estas personagens.

Porém, o que está feito está feito! Agora o que se quer ver é o assalto à Muralha Maria que intitula o próximo episódio. Só pelo nome, as expectativas criadas já são altas. A ver vamos se corresponde.

 

0 comentário


Loading...

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.