Pais russos querem banir Death Note do país!

por Renato Sousa
Pais russos querem banir Death Note do país

Recentemente, um grupo de pais russos da zona central do país, mais propriamente de Ural, decidiu enviar ao presidente russo, Vladimir Putin, uma carta aberta a pedir a censura desta manga que caraterizam de perigosa. Um assunto que já não é novo por lá, mas que parecia ter sido esquecido até que este grupo tomou esta medida. Tudo porque a 20 de fevereiro, uma rapariga de 15 anos que morava em Yekaterinburg deixou uma nota de suicídio juntamente com 4 volumes da manga de Death Note antes de saltar pela janela do seu apartamento que ficava no 13º piso. De referir que, também na carta enviada, o grupo de país alega que a série cultiva o interesse pela morte nos mais jovens e que afeta o seu desenvolvimento emocional.

Pessoalmente acho esta situação ridícula, por muitas razões. Os país devem tentar controlar os conteúdos visualizados pelos seus filhos na adolescência e, embora saiba que isso por vezes seja muito complicado, deve haver esse esforço da sua parte. Além disso, Death Note é uma manga cotada para maiores de 17, salvo erro, o que já se pode considerar uma fase em que os jovens são mais maduros e dificilmente se deixam influenciar pelo entretenimento. Não esqueço também que a par da “morte” que é um tema forte desta obra, é preciso valoriza-la por nos fazer interrogar sobre o que é certo e o que é errado num panorama de grande responsabilidade, algo que passa ao lado de muita gente e que não as deixa ter noção daquilo que é ridículo e do que não é.

E vocês, caros leitores? O que têm a dizer sobre esta situação?

 

Fonte: Crunchyroll

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.