Black Clover – Primeiras Impressões

10 Outubro, 2017  Por Raquel Cupertino
5


Título: Black Clover Adaptação: Manga Estúdio: Studio Pierrot (Naruto, Tokyo Ghoul) Demografia | Género: Ação, Comédia, Magia, Fantasia | Shounen Ficha Técnica: Indisponível   Black Clover | Sinopse Asta e Yuno são dois órfãos abandonados em bebés, numa igreja. Os dois não podiam ser mais diferentes, e isso revelou-se desde o primeiro dia. Asta é…

Black Clover

Enredo - 7
Personagens - 7.5
Produção Visual - 7
Banda Sonora - 6.5

7

Potencial

Pontos Fracos: 3D e início um pouco irritante.

Pontos Fortes: Tema interessante e um ambiente a condizer.

Avaliação dos Leitores do ptAnime: 4.35 ( 3 votos)
7

Título: Black Clover
Adaptação: Manga
Estúdio: Studio Pierrot (NarutoTokyo Ghoul)
Demografia | Género: Ação, Comédia, Magia, Fantasia | Shounen
Ficha Técnica: Indisponível

 

Black Clover | Sinopse

Asta e Yuno são dois órfãos abandonados em bebés, numa igreja. Os dois não podiam ser mais diferentes, e isso revelou-se desde o primeiro dia. Asta é agitado, Yuno bastante sossegado, Asta não consegue usar magia, Yuno é um prodígio.

Num universo onde magia é tudo e toda a gente a sabe usar, com mais ou menos poder, a ideia de Asta não possuir qualquer magia é aterradora. Para piorar, além de barulhento, é persistente, imaturo e incapaz de desistir, o que acaba por levá-lo a situações bastante constrangedoras. No meio de tantas diferenças, os dois partilham do mesmo sonho: serem o Feiticeiro Imperador.

 

Black Clover - Primeiras Impressões

 

Black Clover | Enredo

Semelhante a algo que conheçam? Humm Naruto? Ou será Fairy Tail? Ou serão um pouco dos dois com um toque de Boku no Hero Academia? À primeira vista é uma conjugação de Naruto-criança dentro do universo de Fairy Tail.
Este shounen não foge às raízes supra-citadas, envolve uma personagem marcante – apesar de francamente irritante -, um rival com quem este cresceu e incrivelmente mais poderoso, e um objetivo em comum: ser o Feiticeiro Imperador.

No entanto, apesar dos protagonistas não fugirem muito do cliché shounen, a sua relação acaba por nos surpreender. Em apenas um episódio ficamos com o bichinho da curiosidade nestes dois órfãos e nas suas relações. Sobretudo no que diz respeito ao protagonista, Asta.

 

Black Clover - Primeiras Impressões

 

Nos primeiros 5 minutos, senti uma grande vontade de chapá-lo (bem como colocar no mute), todavia, à medida que a história avança os nossos sentimentos mudam drasticamente. Se havia forma de cativar a nossa empatia, a entrega dos Grimoires foi um ponto marcante! Depois daí, a narrativa começou a dar as suas cartas e a mostrar, indubitavelmente, que existe potencial para que este seja um dos novos grandes shounens.

 

Black Clover - Primeiras Impressões

 

Black Clover | Ambiente

Em termos de ambiente, as colorações mais escurecidas e o visual pesado favoreceram a imersão naquele universo medieval. A animação foi muito bem conseguida, fluída e consistente. A obra é exigente em termos de animação uma vez que envolve uma caracterização medieval com muita magia à mistura mas, à partida, parece ser uma adaptação muito bem conseguida neste parâmetro.

 

Black Clover - Primeiras Impressões

 

O recurso à animação 3D esteve sempre presente nos momentos “mágicos” deste primeiro episódio. Pessoalmente, não gostei. Achei um contraste um tanto desfasado com a animação 2D, fiquei com a sensação que iria usufruir muito mais sem essas quebras. No entanto, não posso dizer que está mal elaborada uma vez que toda ela é bastante consistente e adaptada à situação.

A banda sonora apesar de estar quase sempre presente passou-me um pouco despercebida. Ainda assim, ouvida com atenção possui sonoridades interessantes e moldadas à situação.

 

Black Clover - Primeiras Impressões

 

Black Clover | Potencial

Pessoalmente gosto muito da manga original, sigo-a quase desde que saiu e confesso que aguardava a sua adaptação. Acredito que seja um sucessor melhorado de Fairy Tail, no entanto, tudo depende do como e do quanto irão adaptar da obra original. Este primeiro episódio demonstrou uma pretensão de não seguir o manga à risca que não achei de todo negativa, pelo que me parece que haverá o cuidado de manter a essência. Ainda assim, e dado que o estúdio que está a adaptar não ser dos meus… preferidos… não quero elevar as expetativas. Todavia, para quem gostar das obras supra-citadas ou de shounen de ação este é possivelmente uma das melhores apostas da temporada.

 

 


Sugestão:

Noites de Manga – Black Clover


 

Comentários do Facebook









Também deverás gostar de




5 Comentários

depois de tanto hype, confesso que estava à espera de melhor nota, mas como ate gosto do estudio, principalmente por Tokyo, e porque gostei da sinopse, vou dar uma hipótese


    Nota 7 é uma boa nota! Eu conheço a obra original e tentei assistir sem grandes expetativas, aconselho a fazeres o mesmo 😉 Não é uma obra má, acho mesmo que será o próximo grande shounen. Só não acho que será dos melhores animes a ser produzidos xD Mas esperemos para ver 😉


      sim sim, 7 é uma boa nota, mas hoje em dia tudo o que não tiver 8.5 é considerado “fraco” por muitos..
      além disso o 7 para uns pode ser o 9 de muitos, vou espreitar e depois volto cá 🙂


visto o primeiro episódio e dou uma nota igual à tua 😀

gostei do ambiente, da animação que é muito boa e da história onde ficamos com vontade de querer saber mais se bem que podia ter menos uns clichés, o ritmo do episódio é interessante mas como acontece em muitos outros (demasiados?) acontecem demasiadas coisas para tão pouco tempo..
tambem não gostei do 3D, foi pouco é certo, mas ou está mal feito ou é intrusivo, acho que não havia necessidade de o introduzir, o 2D ficava lindamente.
mas o que não gostei mesmo nada foi do protagonista, compreendo que queiram construir um carismático, que lute contra o mundo, etc, mas isto? estar constantemente aos berros sem lógica aparente? foi um exagero de início ao fim, e ao fim de 2 minutos só me apetecia fazer mute de tal era a irritação. Naruto também tem +- estas mesmas bases e não nem de perto nem de longe tão irritante como ele.

ainda assim e como gosto deste tipo de histórias ou ambientes, devo dar outra oportunidade.


    Poissss… O anime tem uns quantos defeitos e sem dúvida que a animação 3D é o que mais me deu comichão. Quanto ao Asta, ele no manga de facto é “irritante”, no anime eles levaram ao extremo. No entanto tenho a esperança que isso sirva para fomentar a ligação ao personagem no futuro como aconteceu em Naruto. Porque é como dizes, Naruto começou assim! Contudo, os tempos são outros não sei se o público atual terá capacidade de aceitar um protagonista cliché e irritante quando tem carismáticos como o Deku de Boku no Hero Academia, One Punch Man, Kekkai Sensen, Mob, entre outros títulos shounen que têm saído e cujos protagonistas fogem ao protagonista “Naruto-style” =/

    Vamos esperar para ver. Quanto à história a do manga é bastante interessante, o universo cativa e possui personagens bem engraçadas! Aposta que no final falamos 😉

    Obrigada pelo comentário!



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

nineteen − eight =


Outras Histórias
Berserk - Kentarou Miura revela Uma das Inspirações O mangaka de Berserk, Kentarou Miura, deu um pequeno discurso de abertura à edição deste ano da "Hakusensha Sokujitsu...
Partilhas