Boku no Hero Academia Temporada 5 Episódio 7 – Opinião

por Raquel Cupertino

Após este episódio mais certeza tenho que Boku no Hero Academia tem outro valor quando assistido de forma contínua em vez de semanal. Sobretudo em arcs de treino, como este.

 


Podes consultar AQUI todas as opiniões semanais de Boku no Hero Academia Temporada 5.


 

Boku no Hero Academia Temporada 5 Episódio 7 – Opinião

Sabendo eu o que aí vem, ganho dupla percepção de que é preciso estar atento aos pormenores, às conversas, e não nos focarmos apenas na batalha entre as turmas. Todavia, isso nem sempre é fácil quando assistimos de forma pausada aos confrontos entre duas turmas que tanto suminho têm para dar.

Finalmente começamos a entender o potencial de todo o curso de heróis e o nosso foco deixa de estar apenas voltado para a turma dos protagonistas, passando a olhá-los como um conjunto bem grande de futuros heróis.

 

 

Todavia, este arc vai muito além de um simples treino entre as duas turmas do curso de heróis da UA. Existe algo mais, ou não teria a temporada começado com um sonho muito intigrante de Midoriya. Mais, há um destaque que faz pensar: aquele que é dado a Shinso. O aluno do curso geral é o “protagonista” desta temporada por estar a decorrer um teste prático para este entrar no curso de heróis. Mas não é só isso… Teremos um confronto muito desejado: Midoriya vs Shinso.

 

Porquê é que isto é importante?

All Might explica: foi na batalha contra o Shinso, durante o torneio da U.A. Sports Festival, que Midoriya viu pela primeira vez os sucessores de One for All. Ele foi o gatilho que precipitou a preocupação atual: a crescente ligação com o passado da quirk One for All, os seus sucessores e a origem da mesma.

Como já podem perceber, o final do arc terminará, muito possivelmente no confronto entre os dois colegas da UA.

 

 

Até lá teremos uma sucessão de confrontos onde os limites de cada um serão explorados. Desta vez temos Todoroki como cabeça de cartaz.

A expectativa de uma vitória fácil é bastante semelhante ao que aconteceu com Momo, afinal são dois alunos de prestígio e com quirks incríveis. Todoroki tem um poder que facilmente os derruba a todos, e os estudantes espectadores sabem bem disso.

Contudo a vitória não é assim tão fácil…

Do lado da turma B existe um personagem de peso: Juzo Honenuki, nome de herói: Mudman. Um aluno de referência famoso pela sua “flexibilidade” cujo seu poder é “amolecer” tudo o que toca. Parece fraquinho? Juntem isso a um cérebro igualmente “flexível”!

Já não me lembrava de alguns pormenores deste confronto pelo que adorei me aperceber – uma vez mais – da genialidade do autor. Ele consegue dar uso a uma quirk aparentemente “fraca” – comparada com a do Todoroki, por exemplo -, numa das mais badass de todos os heróis! Um sem número de possibilidades e usos sobretudo contra os vilões.  (Niff niff só a mim é que me fez lembrar o Mirio?)

 

 

O peso da sucessão

Se pudesse resumir este episódio a um tema seria esse: o peso da sucessão. Para muitos uma maldição, para outros um dever que carregam com orgulho. Iida e Todoroki representam os dois lados.

Por um lado temos Iida que após o irmão ter sido ferido gravemente por Stain é obrigado a deixar de ser herói e pede ao irmão mais novo para assumir o nome de família: Ingenium.

Temos por outro lado Todoroki, que sofreu durante anos nas mãos de um pai abusivo que desejava passar um determinado ataque para a geração futura. O que mostra que a “sucessão” pode não ser encarada da mesma forma, nem com as mesmas memórias…

Claro que adoro Iida e senti aquela lágrima no olho quando vi o que ele teve que passar para adquirir o novo poder. Foi bom vê-lo crescer e apanhar de surpresa o adversário. Todavia, o que mais quero ver é Todoroki a ser obrigado a usar as chamas. Afinal o gelo claramente não impede Tetsutetsu de se mover… será o fogo capaz?

 

E vocês, o que acharam deste episódio? Digam tudo nos comentários!

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.