Cimeira Histórica entre Coreias pode conduzir ao final da Guerra

por Cátia Coelho
Cimeira Histórica entre Coreias pode conduzir ao final da Guerra 1

Segundo o site The Independent UK, a Guerra das Coreias será formalmente declarada terminada depois de 65 anos de conflito.

 

Cimeira Histórica entre Coreias pode conduzir ao final da Guerra

Cimeira Histórica entre Coreias pode conduzir ao final da Guerra

Reprodução/The Independent UK

 

Numa histórica cimeira entre os líderes Kim Jong-Un e Moon Jae-in, os países vizinhos concordaram em trabalhar pela paz na península com o fim formal do conflito, que será anunciado ainda este ano de 2018. A dupla de líderes concordou em reunir os dois países e estabelecer uma “zona de paz” na fronteira impugnada.

A guerra iniciou em 1950 e a maioria dos conflitos chegou ao seu término com um armistício três anos depois. Mas a paz nunca foi oficialmente declarada, estando os dois Estados em guerra desde então.

Na primeira cimeira em mais de uma década, os dois lados anunciaram que iriam procurar um acordo para estabelecer a paz “permanente” e “sólida” na península.

Os dois líderes declaram perante o nosso povo de 80 milhões e o mundo inteiro de que não haverá mais guerra na península coreana e uma nova era de paz começou.

Diz a declaração oficial.

 

Cimeira Histórica entre Coreias pode conduzir ao final da Guerra 3

Reprodução/The Independent UK

 

A declaração inclui promessas de redução militar de armas, o cessar de “atos hostis”, o transformar a fronteira fortificada numa “zona de paz” e o procurar negociações multilaterais com outros países, como os Estados Unidos da América.

As Coreias disseram esperar poder declarar o fim oficial da guerra até ao final deste ano. O presidente da Coreia do Sul visitará Pyongyang este outono, embora não esteja claro se esse evento incluirá esta pretensão.

Embora o presidente Donald Trump tenha dado sua “benção” para as Coreias discutirem o fim da guerra, não pode haver uma solução real sem o envolvimento de Washington e outros partidos que lutaram na mesma, uma vez que a Coreia do Sul não era signatária direta do armistício que parou a luta.

O anúncio veio no meio de um clima amistoso enquanto o líder norte-coreano Kim Jong-un se encontrava na fronteira. Foi a primeira vez que um líder norte-coreano entrou no solo sul-coreano desde o início da Guerra das Coreias.

O que acham que isto pode trazer para o K-pop?

 

>> Para mais notícias sobre K-pop, clica aqui!

Para acompanhar os Comebacks de Setembro, clica AQUI <<

 


Artigos relacionados


 

Fonte: The Independent UK

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.