Comic Con Tóquio Levanta Proibição de Crossplay Masculino

por Raquel Cupertino
Comic Con Tóquio Levanta Proibição de Crossplay Masculino

Uma triste notícia assolou a comunidade cosplay: Tóquio Comic Con instituiu a proibição de crossplay masculino. A proibição acendeu polémica em websites estrangeiros (incluindo este), especialmente porque não foi instituída qualquer proibição para o crossplay feminino. A comissão do evento não explicou a proibição, no entanto há especulações quanto a este tipo de regras, acredita-se que são postas em prática para evitar um grande número de homens de meia-idade em uniformes escolares femininos a participar no evento.

 

Comic Con Tóquio Levanta Proibição de Crossplay Masculino
Comic Con Tóquio Levanta Proibição de Crossplay Masculino

Cosplayer: Komo. Foto de Naoko Tachibana

 

Um “terrorismo visual” é como classifica a fotografa de crossplay Naoko Tachibana.

Entretanto, a comissão revogou a proibição. De acordo com um post na página do Facebook da Tokyo Comic Con:

 

Como resultado das consultas da comissão, iremos remover a proibição de crossplay masculino. No entanto, para acompanhar este, iremos ter cores diferentes para homens e para mulheres nos códigos de registo cosplay no local. Os IDs de Cosplay serão revistos nas entradas para as casas de banho e vestiários, pedimos por isso que o traga sempre consigo. Pedimos sua compreensão e cooperação.

 

O Registro de Cosplay custa 500 ienes (cerca de 4 €) por dia. O evento tem inúmeras outras restrições a cosplay, incluindo a proibição de cosplay fora da área designada para fotografia, obrigatoriedade de roupa interior, proibição de trajes militares reais, proibição à exposição excessiva de pele, e à de trajes transparentes.

As proibições ou restrições ao crossplay masculino não são incomuns no Japão.

 

Fonte: Anime News Network

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.