Crunchyroll disponível em Portugal

por João Simões
Crunchyroll disponível em Portugal

Espero que de alguma forma, para alguns, isto não seja uma novidade, e que de facto até já estejam subscritos ao sistema fornecido pela Crunchyroll. Porém, para quem desconhece, é com muito prazer que anuncio a expansão desta bela empresa para a Península Ibérica. Em pouco tempo fez o seu sucesso no país no qual teve origem, conquistando progressivamente vários países do Oriente para o Ocidente, entre eles: América do Norte, Reino Unido, Irlanda, Brasil, Espanha e Portugal, entre outros. Mas, deixemos de lado a história e burocracias envolvidas na criação e expansão da Crunchyroll, e vamos diretamente à pergunta que devem querer ver de imediato respondida. Mas afinal, o que é a Crunchyroll?

É um sistema online de vídeo, também conhecido por stream de vídeo, que aloja Anime/Manga e Doramas.

 

Crunchyroll disponível em Portugal

 

Então, mas isso já não existe numa quantidade enorme de sites, nas mais variadas línguas?

Apesar do site ter nascido inicialmente como pirataria, tal e qual como muitos dos sites que vocês deverão conhecer e usar, desde cedo se converteu e começou rapidamente a adquirir o máximo possível de licenças, de forma a poder transmitir todo este tipo de obras num formato legal, que se mantêm em constante atualização desde o momento da sua criação. Até ao momento fornecem-nos mais de 25.000 episódios e mais de 15.000 horas de puro divertimento de forma oficial. Para além disto, os sites ilegais transmitem as obras traduzidas por equipas de fansub, o que neste caso é um trabalho realizado por equipas de profissionais a traduzir em algumas línguas, tendo neste momento disponíveis para seleção: inglês, português (Brasil) e espanhol.

 

Atualmente, os seguidores fiéis das temporadas mais recentes, podem ver os últimos episódios logo após a sua transmissão original. Ou seja, imaginemos que o último episódio de Sword Art Online é transmitido no Japão, após uma hora (em média) o episódio já se encontra no site disponível para visualização, com as respetivas linguagens. Além de toda esta velocidade para que os fãs possam ver os últimos episódios das suas séries favoritas, a Crunchyroll fornece-nos um incrível reportório multi-plataformas que nos possibilita o maior conforto possível. Neste momento, o serviço está disponível, para iPhone, iPad, Android, Kindle, PlayStation, Xbox, AppleTV, Roku, Chromecast, televisões com acesso à internet, e claro o site em si (Crunchyroll.com).

 

Crunchyroll disponível em Portugal

 

Ainda não estão convencidos?

Para quem ainda não está totalmente convencido a utilizar este meio para ver e ler as obras mais recentes, então talvez seja melhor mostrar de uma forma leviana as consequências do uso e não-uso deste meio (e semelhantes). A pirataria neste momento está a aniquilar a indústria japonesa de animação e Manga. Infelizmente (e cada vez mais) existem artistas, desde animadores, a desenhistas, realizadores, escritores, entre muitos outros, a passarem fome e a perderem a casa devido à falta de dinheiro. Com o recurso global à pirataria em vez da compra dos DVD/Blu-rays/Manga da obra original, a indústria recebe menos dinheiro e, por consequência, os artistas também. Chegamos a um ponto em que vários artistas tiveram que abandonar as suas casas para viverem em residências comunitárias, ou até existirem movimentos de fãs em sites semelhantes ao Kickstarter para mobilizarem algum dinheiro para que os artistas possam continuar a produzir e a viverem de tal. A mudança de visão, mentalidade e mobilidade monetária perante aquilo que gostámos é da nossa inteira responsabilidade. Se nos dão tanto, porque não dar um pouco em troca? No caso das perspetivas do público, bem como as suas formas de agir, perante a indústria se mantiverem a nível mundial, isto eventualmente irá levar a um crash de produção, o que significa o fim do Anime e da Manga!! E acho que nenhum de vocês quer que tal aconteça.

 

Bem, para aqueles que mantiveram a leitura até este ponto, espero que estejam mais sensibilizados para as consequências da pirataria sobre aquilo que gostamos, e que por fim estejam mais motivados a ajudar! Deste modo, e para os interessados, deve ter surgido a questão: o que tenho que fazer para ajudar?

A verdade é que a Crunchyroll disponibiliza grande parte dos episódios de forma gratuita e legal. Só este ato fará a sua diferença! Em contrapartida, se quiserem causar um efeito mais significativo, e claro, obter todas as regalias fornecidas pelo serviço, por uma leve quantia mensal de 5€ terão acesso total a todos os episódios lançados no serviços, poderão ver os episódios que são disponibilizados na hora do seu lançamento, entre muitas outras vantagens. Desta quantia, uma porção significativa é revertida para a indústria (e é aqui que entra a vossa ajuda direta a nível monetário), outras percentagens serão entregues a toda equipa envolvida nos processos necessários para que o episódio se encontre no máximo de qualidade possível a todos os níveis.

 

Crunchyroll disponível em Portugal

 

Crunchyroll disponível em Portugal? Agora só falta é saber como aderir!

Os passos são simples e encontram-se explícitos no site em português de Portugal, portanto não vou transpor para aqui os mesmos. Adianto-vos já, que não precisam de gastar logo 5€ sem saberem aquilo em que estão a subscrever. O site fornece a todos os utilizadores 14 dias grátis de subscrição premium para poderem explorar ao máximo o serviço e, deste modo, ser possível esclarecerem todas e quaisquer dúvidas! No entanto, se nos comentários verificar que existe muita gente com dúvidas, então aí realizarei um artigo detalhado de forma a esclarecer todas a dúvidas. No entretanto, qualquer dúvida que tenham antes, durante e/ou depois de todo o processo, por favor não hesitem em contactar-me que terei todo o gosto em responder-vos e ajudar-vos.

 

Uma nota final em tom de curiosidade.

Quero só referir que possivelmente não vão encontrar um ou outro anime disponível em Portugal. O porquê é na verdade muito simples. Uma vez que a Crunchyroll quando compra a licença de uma obra, tem que a comprar para cada país em que vai ser transmitida, torna-se num investimento bastante dispendioso e arriscado. As escolhas das licenças de país para país recaem sobre as estatísticas daquilo que os utilizadores veem. Assim sendo, quanto mais anime virem, quanta mais manga lerem, mais obras serão disponibilizadas no nosso país e, quem sabe um dia (muito para breve), em português de Portugal!

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.