Devils Line – Primeiras Impressões

por Raquel Cupertino

Título: Devils Line
Adaptação: Manga
Estúdio: Platinum Vision
Demografia | Género: Seinen | Ação, Sobrenatural, Drama, Romance, Vampire

 

Devils Line – Opening

“Eclipse” – Shouta Aoi

 

Se há título que me deixou intrigada nesta temporada foi Devils Line. Conheço o manga original e, como tal, entrou na minha lista de mangas a seguir nesta temporada.

A minha atitude mais reticente face a esta adaptação advém do estúdio escolhido: Platinum Vision, o mesmo que Servamp. Caso não se recordem (ou não tenham lido a minha análise), este anime aborda vampiros numa trama não muito comum, mas sem grande efetividade. Não achei que conseguisse ser consistente no que estava a transmitir, dando a ideia de que não sabia o que queria ser.

O segundo anime que me surge na lista deste estúdio é, uma vez mais, um com o tema vampiros. Todavia, e para exponenciar o meu receio, um drama seinen.

 

Devils Line – Primeiras Impressões

Devils Line - Primeiras Impressões

 

Devils Line – A abordagem

Pessoalmente gostei bastante da abordagem que tiveram no primeiro episódio. Demonstraram um universo caótico, dividido entre os que “sabem a verdade” e os que “pensam que tudo não passa de um mito urbano”. Em Devils Line, os vampiros vivem integrados na sociedade e convivem com os humanos de forma quase normal. O problema reside nos fortes instintos carnívoros e sexuais que estes manifestam após contacto com sangue humano.

 

Devils Line - Primeiras Impressões

 

Em suma, o sangue humano inebria e leva-os a entrarem num estado de êxtase que pode ir de carnificina pura a atos sexuais seguidos de canibalismo.

 

Devils Line – Um enredo complexo

O enredo é pesado. E não ameniza! Pelo que vi deste primeiro episódio mais o preview do segundo – salvo algumas diferenças – o anime parece que irá seguir a obra original quase que linearmente. O que é bom, arriscado, mas bom.

O material de origem possui elementos pesados psicologicamente e bastante interessantes na sua globalidade. No entanto, até onde li, a expansão do universo poderá levar a uma produção incompleta dada a complexidade dos temas abordados.

 

Devils Line - Primeiras Impressões

 

Devils Line – Ambiente e Construção

Quanto ao ambiente, contrariamente ao que esperava, o estúdio fez um bom trabalho. O anime é negro, é forte, é envolto por uma aura de mistério, e extremamente sanguinário. Perfeito!

Para quem assistiu com zero expetativas, de facto surpreendeu-me pela positiva. Ficamos presos ao ecrã desde o primeiro momento graças a todo o ambiente e banda sonora a condizer. A sucessão de imagens em tons vermelhos e negros foi simples, mas extremamente inteligente, transmitindo aquele suspense de thriller básico mas sempre bem-vindo. Toda a construção do episódio até ao clímax foi bastante bem executada.

 

Devils Line - Primeiras Impressões

 

Para finalizar, todos os cenários, o contraste de coloração entre a realidade “antes de saber” e “após revelação”, foram desenvolvidos tendo como base a essência da obra original.

 

Devils Line - Primeiras Impressões

 

Devils Line – Potencial

Se continuarem assim, sobretudo tendo em conta o final “on point” do primeiro episódio, podemos esperar um bom anime de suspense e drama. Claro que, apenas sugiro a quem tem um especial apresso por amores proibidos ou romances entre seres fantásticos e humanos.

Há a probabilidade de ser uma obra muito boa para o público em geral no entanto, tendo em conta a narrativa, sugiro que pelo menos vejam os três primeiros episódios e depois decidam se desejam ver. Ou esperem pela nossa análise no final da série!

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.