Dota 2 invade o Mundo dos Anime

por Daniel Silva

Segundo a plataforma Steam, Dota 2, um jogo multiplayer desenvolvido pela Valve Software (uma corporação americana) está entre os jogos mais populares do mundo em 2021. Desde que esse clássico foi lançado há 10 anos, o número de jogadores activos sofre grandes variações. No entanto, a plataforma estima que durante os primeiros meses do ano o número chegou a atingir incríveis 10 milhões de jogadores únicos. Ficaste interessado neste fenómeno? Ele está disponível nas plataformas Microsoft Windows, Xbox One, iOS, Android e Fire OS.

O jogo de estratégia, acabou por criar uma verdadeira comunidade entre os seus fãs, que partilham interesses e basicamente todo um estilo de vida. Isso faz com que personagens do jogo invadam o mundo real. Podemos encontrá-los em eventos temáticos, websites de apostas online (que podem surpreender com o número de apostadores e valores envolvidos) e concursos de cosplay, entre outras actividades que alimentam uma indústria em crescente expansão. No mundo do eSports (do qual Dota 2 faz parte), por exemplo, em 2019 o campeão do torneio de Dota 2 somou um prémio de 14 milhões de euros, a maior na categoria.

 

Dota 2 invade o Mundo dos Anime

Dota 2 invade o Mundo dos Anime

Dota 2 invade o Mundo dos Anime

 

Para esse incrível número de jogadores do super popular Dota 2, temos mais novidades em 2021. Desde Março deste ano, a plataforma de streaming Netflix, está a transmitir em 23 línguas diferentes a produção de anime Dota: Dragon’s Blood. A série original do streaming tem actualmente uma única temporada (mas ao que tudo indica haverá continuação), os oito episódios disponíveis até o momento narram as histórias de conflitos entre os elfos de Coedwig e a Ordem da Lua Negra de Nightsilver Woods. O Studio Mir é o estúdio responsável pela criação de Dota: Dragon’s Blood. A empresa sul-coreana, sediada em Seul, possui grande reputação no mundo das animações. Desde que foi criado em 2010 o estúdio foi responsável por mais de 10 séries, além de filmes e outras produções. Com todas essas referências, esta série vale a pena não só para os jogadores de Dota 2 mas para todo o público que não abre mão de um bom anime.

Para quem está mais familiarizado com o jogo, é possível identificar certas semelhanças e diferenças entre os personagens no jogo e na nova série. Nem todos eles por exemplo, possuem na animação todas as habilidades que possuem nos jogos. O que não os torna mais ou menos cativantes e capazes de nos transportar para esse mundo de fantasia, cheio de elfos assumindo papéis de intrigantes e poderosos heróis e vilões. Para aqueles que ainda não conhecem os personagens do MOBA, Dota: Dragon’s Blood traz uma apresentação completa, vagarosa e bem explicada (o que não agradou tanto assim os fãs antigos). Mas, apesar disso, podes esperar muita acção nos rápidos episódios de 25 minutos.

 

 

A fusão entre o universo dos jogos e o dos anime, definitivamente não é um facto recente. No catálogo da Netflix, por exemplo, podes maratonar Bayonetta, Castlevania e Devil May Cry. Todos eles anime inspirados em jogos. Essas parcerias tendem a dar certo, pois o público dos jogos e dos anime costumam partilhar interesses. A forte ligação histórica dos videojogos com a cultura japonesa e a paixão por histórias que unem heróis, vilões, duelos e um universo de fantasias são elementos comuns aos dois mundos, que acabam por aproximar o público dos videojogos ao público dos animes e vice-versa. Um breve olhar no perfil dos jogadores de League of Leagends (LoL), por exemplo, reforça esse facto. Esta pesquisa irá revelar que muitos dos nomes e personagens assumidos pelos jogadores são inspirados em nada menos que anime.

Dota: Dragon’s Blood está actualmente disponível apenas na Netflix. Lembramos que o streaming, presente em todo o mundo, é uma plataforma com pagamento mensal. Mas, se não és assinante e ficaste extremamente curioso com a série, há a opção de um teste grátis na plataforma, com duração de uma semana. Aproveita e embarca nas aventuras dos heróis Dragon Knight, Mirana, Luna e Invoker. Se já viste todos os episódios, junta-te a nós na ansiedade pela estreia de uma segunda temporada, desta produção que tem tudo para se tornar uma sensação.

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.