Entrevista com Gen Urobuchi | Fate Zero

por Tiago Fonseca
Entrevista com Gen Urobuchi | Fate Zero

Um dos grandes destaques desta nova temporada de animes tem sido Fate Zero. Para celebrar o sucesso e dar uma prenda aos fãs do anime, o site Anime News Network conseguiu entrevistar Gen Urobuchi, argumentista de Fat Zero. Já que o ptAnime não pode fazer estas entrevistas (ainda!) e há quem não domine o inglês, trazemos uma versão portuguesa. Fiquem a saber um pouco mais sobre a concepção deste anime e conheçam um pouco melhor um dos responsáveis pelos episódios que semanalmente chegam a vossa casa.

 

Entrevista com Gen Urobuchi

ANN: Que influência teve nas personagens que participaram na 4th Holy Grail War? Reuniu-se com Kinoko Nasu e discutiu quem se juntaria ao Nasuverse ou teve liberdade total para criar personagens que não estavam planeadas?

Gen Urobuchi: Eu fiz um rascunho com uma proposta das novas personagens e do enredo e mostrei-o ao Nasu-san para ele avaliar. E a verdade é que 90% das propostas foram aceites, visto que elas já eram ideias dele. Quanto aos nomes das personagens “Hisau Maiya” foi o único nome que eu sugeri. Os restantes nomes foram escolhidos pelo Nasu-san.

 

ANN: Em Fate Stay Night, Saber menciona que falou com Emiya Kiritsugu apenas três vezes durante a 4th Holy Grail War. Foi difícil escrever uma história onde as duas personagens principais só falam directamente uma com a outra três vezes?

Gen Urobuchi: Para seguir a história original foi apresentada a personagem Irisviel. Saber apenas fala com Irisviel, tal como Kiritsugu. Portanto, no final de contas, Irisviel tem a função de facilitar a comunicação entre os dois, que não falam um com o outro.

 

ANN: Com que frequência sentiu que tinha de mudar elementos da história para que esta se encaixasse com a história de Fate Stay Night? Houve algumas partes do enredo que tiveram de ser completamente apagadas para a linha temporal bater certo?

Gen Urobuchi: O designer das personagens Takeuchi-san e eu tivemos uma discussão e revimos a altura do Kirei Kotomine para Fate Zero. Para além disso, tivemos de ajustar a relação entre Saber e Kiritsugu, para não ser tão má. Tivemos medo que se Saber aumentasse em demasia o seu ódio por Kiritsugu, ela não iria abrir o seu coração para Shiro tão facilmente.

 

ANN: Já que todos os Servants são de mitologias estrangeiras, quanta pesquisa foi precisa para fazer Fate/Zero? Quanta pesquisa fez em culturas mágicas estrangeiras? Há outras mitologias que gostaria de ter incluído em Fate/Zero?

Gen Urobuchi: Decidimos que iríamos usar as características da mitologia atual apenas como base para ideias. Aliás, quisemos dar ênfase ao que poderíamos fazer com a nossa própria imaginação.

 

ANN: Tanto Takashi Takeuchi como Kinoko Nasu jogaram bastante jogos como “Dungeons and Dragons” na sua juventude e a influência é evidente em Fate/Zero. Também jogava? É adepto de jogos, ainda por cima trabalhando numa empresa de artes visuais, Nirtoplus?

Gen Urobuchi: O jogo que mais me lembro é o “Call of Cthulhu”. Aliás, o meu guião de Saya no Uta foi bastante influenciado pelo “Call of Cthulhu”.

 

ANN: Disse que Fate Zero o ajudou a passar por um mau período, enquanto escritor, e que te teve dificuldades em escrever os finais das suas histórias. O que acha que mudou desde essa altura? Já tem mais confiança nos finais que escreve?

Gen Urobuchi: Eu costumava achar que a única actividade verdadeiramente criativa era expressar os meus próprios pensamentos. Eu acreditava piamente que não seria honesto para mim, como adepto, contar uma história que não tinha sido criada por mim. No entanto, enquanto escrevia Fate/Zero encontrei o prazer de simplesmente escrever. Desde então que me tenho concentrado em escrever a história meramente por diversão, sem pôr muita pressão em mim próprio.

 

ANN: Há partes da manga que está ansioso de ver no anime? E por outro lado, há alguma que acha que não vai sair tão bem no anime como na manga?

Gen Urobuchi: Acredito que esta temporada terá 14 episódios. As grandes batalhas serão as mais difíceis de fazer, mas acredito que vão ficar espectaculares. Essas cenas de batalha são as mais esplêndidas da história, estou ansioso!

 

ANN: Na sua opinião, por que parte da história é que acha que os fãs de Fate Stay Night estão mais ansiosos?

Gen Urobuchi: Da forma como Kirei Kotomine cresceu durante 10 anos. É um dos temas da história, como Kirei, que passou bastantes dificuldades, se vai tornar o último “boss” em Fate Stay Night.

 

ANN: O que acha de Takashi Takeuchi e Kinoko Nasu?

Gen Urobuchi: Confesso que tenho alguma inveja da relação de confiança que desenvolveram ao longo de vários anos. Tenho a certeza que o seu trabalho de equipa vai continuar a dar grandes resultados.

 

Entrevista Original: Anime News Network

 

0 comentário

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.