Ergo Proxy | Análise

por Tiago Fonseca
Anime Ergo Proxy

Como um dos grandes objectivos do ptAnime é divulgar e analisar animes que sejam pouco conhecidos ou que não tiveram a atenção devida por parte da televisão, hoje decidimos trazer Ergo Proxy. Um anime diferente do que temos falado por aqui, mais escuro, mais carregado mas muito interessante.

 

Ergo Proxy | A História

Ergo Proxy conta-nos a história de Vincent Law, um emigrante que sai do seu país natal para fugir de um mundo em ruínas e procurar melhor sorte em Romdo, uma grande e desenvolvida cidade que é vista como um paraíso na terra. Esta cidade é altamente controlada por altas personalidades e preconceituosa para com quem não é natural de Romdo, pelo que quem lá chega tem de se sujeitar a maus tratos, trabalhar e sofrer muito para ser aceite.

Assim que Vincent chega à cidade para trabalhar como reparador de AutoRaves, estranhos acidentes começam a acontecer. Assassinatos misteriosos e macabros, com aparecimentos de criaturas estranhas e todos estes acidentes têm um denominador em comum, Vincent Law. Cansado de tentar tudo para se tornar num cidadão exemplar e ser continuamente acusado e perseguido, Vincent desiste e decide que não vale a pena continuar. No entanto, de maneira quase milagrosa e algo estranha, sobrevive e aí começa a sua busca pela sua verdadeira identidade. A verdade sobre si próprio e sobre a origem dos acidentes que assombraram Romdo e o impediram de se tornar um cidadão exemplar. Talvez as verdades tenham pontos em comum e se cruzem em algum deles.

Aqui começa uma série de viagens, de país em país. Pouco a pouco, Vincent vai reavivando as suas memórias há muito tempo esquecidas, descobrindo inúmeras criaturas semelhantes ás dos acidentes de Romdo, os Proxy’s, e conhecendo mais sobre a sua origem à medida que vai encontrando e juntando as peças do puzzle da sua memória.

 

Anime Ergo Proxy

 

Ergo Proxy | Ambiente e Enredo

Em Ergo Proxy o planeta Terra está em ruínas. A riqueza está concentrada, especialmente em Romdo, uma cidade fechada e auto-sustentável coberta por uma copula para vedar o acesso a forasteiros. Aqui todos os habitantes são acompanhados por um AutoRave, um robô altamente desenvolvido com inteligência ao nível dos humanos e até com capacidade para sentir emoções humanas.

Como máquinas altamente computorizadas que são, estão sujeitas a vírus informáticos. Um desses vírus é o Cogito, um vírus que faz com que os AutoRaves se comportem de maneira diferente da que estão programados para se comportar. Um desses casos é Pino, uma menina AutoRave que estava também a ser perseguida por causa da sua avaria e cedo se apegou a Vincent para nunca mais o largar.

A esta dupla inseparável junta-se Lil Mayer, neta do presidente de Romdo que viu-se de caras com um Proxy e desde ai não descansou enquanto não descobriu a origem e a verdade por detrás destas misteriosas criaturas, tendo para isso abandonado a sua cidade para investigar por conta própria.

Os cenários seguem sempre a mesma toada, um ambiente pesado, cerrado e escuro que reflecte o mistério que paira sobre a história do anime. Há sempre pontos de interrogação e quando uma dúvida é esclarecida, duas novas são levantadas, mantendo o espectador sempre a pensar e a tentar chegar a conclusões sozinho.

 

Ergo Proxy

 

Ergo Proxy | Juízo Final

Este anime é bom, especialmente para certos tipos de pessoas. Para os que querem algo diferente dos animes mais famosos e desejem algo mais sério, sem tanta cor, sem personagens com poderes ou sem os habituais clichés característicos dos grandes animes, mas também para quebrar a impressão de que o Anime são só desenhos animados. Ergo Proxy é um exemplo claro disso, uma série em tudo igual às de TV, com a diferença de ser animada em vez de pessoas reais. Já agora, eu encaixo-me neste segundo grupo de pessoas.

Pessoalmente gostei bastante e foi o primeiro anime que vi. Ergo Proxy abriu-me bastante os olhos e fez-me olhar para o anime em geral de outra forma, pelo que recomendo a quem quer uma pausa de animes mais populares, como One Piece ou Naruto, e quer ver algo mais real. A sugestão está dada, agora espero pelo feedback de quem seguir o meu humilde conselho e tenha vontade de trocar impressões.

 

 

 

 

0 comentário


Loading...

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.