Faleceu Hideo Azuma – Prolífico Criador Manga

por Pedro Costa
Faleceu Hideo Azuma - Prolífico Criador Manga

É com pesar que informamos que, a 13 de outubro 2019, faleceu o mangaka Hideo Azuma, devido a cancro no esófago. Tinha 69 anos. Os seus parentes realizaram serviço fúnebre privado.

 


Um prolífico criador, Azuma-sensei desenhou numerosos manga desde a sua estreia em 1969. Algum dos seus manga mais notáveis incluem Olympus no Poron e Nanako SOS, as quais inspiraram séries anime em 1982 e 1983.

As suas obras são frequentemente consideradas contribuidoras significativas para o conceito e estética modernos de arte “moe” e “lolicon” em anime e manga.

 

Faleceu Hideo Azuma – Prolífico Criador Manga:

Faleceu Hideo Azuma - Prolífico Criador Manga

Hideo Azuma (2006 – Foto por Shuuji Hiratsuka)

 

O manga autobiográfico de Azuma-sensei, Disappearance Diary, reconta os seus anos enquanto sem abrigo, trabalhador de mão-de-obra, e alcoólico em recuperação. Ele escreveu outro manga autobiográfico, intitulado Disappearance Diary 2: The Ward for Alcoholics, em 2013, o qual cobriu os seus anos enquanto alcoólico em recuperação.

Disappearance Diary venceu o grande prémio nos prestigiados Osamu Tezuka Cultural Awards em 2006. Em 2009, Hideo Azuma tornou-se o primeiro criador do Japão a ser honrado com uma nomeação para o Ignatz Award por Disappearance Diary. O manga foi também um dos nomeados para o Angouleme International Comics Festival, em 2008. Recentemente em outubro 2019, o manga venceu o prémio Gran Guinigi para “Riscoperta di un’opera” (“Trabalho Redescoberto”), em Itália.

 

Faleceu Hideo Azuma - Prolífico Criador Manga

 


É com grande tristeza que noticiamos este óbito e oferecemos os nossos mais sinceros sentimentos aos familiares e amigos de Hideo Azuma. Jamais será esquecido tudo o que o grande mestre deu ao mundo manga e os seus inúmeros painéis e inovações vão eternizá-la no “nosso mundo”.

 

Fonte: Anime News Network

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.