Fate Zero 2 – Episódio 15

por Renato Sousa
Anime Fate Zero

Golden Radiance

Se o primeiro episódio de Fate/Zero desta nova temporada foi bom, então o que dizer deste segundo? Com diálogos igualmente interessantes e uma história cada vez mais cativante, os produtores da série decidiram subir a fasquia através de uma cena de ação capaz de arrepiar qualquer pessoa. Vamos conhecer os pormenores.

 

Galeria de Imagens: Fate Zero 2 – Episódio 15

 

 

Caster e a sua criatura estão a tornar-se insuportáveis devido aos poderes de regeneração. Como tal, Rider decide engendrar um plano para tentar acabar com a criatura. Ou melhor, um meio-plano! Após reunir-se com Saber, Lancer, Irisviel e o seu Master, Waver, este decide teleportar a criatura para o Reality Marble, permitindo aos seus aliados ganharem algum tempo para que quando Caster volte possa ser aniquilado.

Num outro plano de ação, certamente se lembram que Tokiomi e Kariya ficaram, no último episódio, a meio de um confronto. Pois bem, neste décimo quinto capítulo ficamos a conhecer o desfecho do mesmo. Por muita razão que Kariya tivesse e desejo de salvar a honra de Sakura, este acaba por sair derrotado. Outra cena de belos efeitos especiais!

Kirei, que assistiu a tudo, vai ter com o Master de Berserker mais tarde e lança-lhe um feitiço. Não foi possível determinar o efeito deste golpe, mas não parece ser algo que vá ajudar Kariya a evitar a morte. Um enigma que se mantém até ao próximo episódio.

Ainda em reunião, Saber e companhia continuam sem um plano eficaz. A resposta acaba por chegar por Kiritsugu, que através de uma chamada anónima para Waver explica-lhe como é que Caster pode ser derrotado. Para isso é preciso Saber usar o seu ataque mais poderoso, Noble Phantasm, que exige a cura do seu braço esquerdo. Lancer facilita-lhe a vida, ao quebrar uma das lanças que usa, a tal que amaldiçoou o braço à Servant de Kiritsugu quando os dois lutaram.

Um gesto heróico e traiçoeiro por parte de Diarmuid (Lancer). Segundo o preview do próximo episódio, Lancer e Saber vão voltar a confrontar-se e agora este vai estar em desvantagem ao ter apenas uma das suas armas. Mas pronto, isto é conversa para outro dia.

Assim que Saber começa a preparar o seu poderoso ataque e a sua espada ganha forma, Berserker, que até ao momento estava numa luta intensa e equilibrada com Archer, decide tomar uma posição diferente e começa a disparar sobre Saber. Vá se lá perceber o porquê disto ter acontecido. Ou este Servant já se encontrava afetado pelo que aconteceu com o seu Master, ou então pura e simplesmente queria acabar o trabalho que ficou a meio nos episódios iniciais da primeira série. Quem vem resolver a situação a Saber, mais uma vez, é Lancer. Ao perceber o que se passa, este salta para as costas de Berserker e atinge-o nos pontos vitais, o que o faz aterrar de uma forma descontrolada.

Sempre em contato através de um soldado da legião do seu Servant, após receber sinal de Kiritsugu, Waver dá ordem a Rider para trazer Caster e a sua criatura de volta do Realitu Marble. Aqui passa-se o grande momento do episódio. Saber, que já estava pronta para atacar desde há alguns segundos atrás, lança sobre o monstro o seu Noble Phantasm, ataque que não é nada mais nada menos que a libertação do poder da mítica espada, Excalibur.

Este é mais um daqueles momentos que não adianta descrever. É preciso ouvir a música de fundo, apreciar os efeitos especiais, e desfrutar de mais uma cena épica. Pelo meio, enquanto o monstro é absorvido, assistimos a Caster a ter uma visão da sua adorada Joana d’Arc, personalidade que muitas vezes associou a Saber. É graças a essa visão que o Servant parte de maneira feliz.

O episódio termina com mais um diálogo daqueles a que a série nos tem habituado. Desta vez, os intervenientes são Rider e Archer. A conversa deixa em aberto a possibilidade de um futuro confronto entre estes dois, caso Archer esteja de acordo nesse altura. É que neste momento, aos olhos do Rei dos Heróis, apenas Saber é digna de o enfrentar.

Como já referi, antevê-se um confronto entre Lancer e Saber para o próximo episódio, o que significa que vamos continuar com grandes momentos de ação. Ao contrário da primeira série em que faltou um bocado deste ingrediente, nesta segunda temporada, pelo menos para já, ninguém se pode queixar de falta de combates. Fate/Zero está no seu melhor momento. Que assim continue.

 

0 comentário

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.