Flying Witch | Análise

por Raquel Cupertino

Título: Flying Witch
Adaptação: Manga
Estúdio: J.C.Staff
Géneros: Comédia, Shounen, Slice of Life, Sobrenatural
Ficha Técnica: Indisponível

 

Opening

Sharanran feat. 96 Neko (シャランラン feat. 96猫)” – miwa

 

Flying Witch | Enredo

Makoto Kowata de 15 anos é uma recém-formada bruxa. Ainda inexperiente na sua sua profissão, é obrigada pelos pais a viver com familiares e terminar o ensino secundário como uma rapariga normal. Na casa dos tios, Makoto vive uma vida próxima do comum entre escola e a aprendizagem de bruxaria.

 

Flying Witch - Chito-san

 

A premissa simples compactua com o banho de doçura e serenidade que esta obra prima nos fornece. Como referi nas Primeiras Impressões a Flying Witch, esta trata-se de uma série de puro slice of life: não há aventura estonteante nem uma meta a alcançar. A descrição do dia a dia de Makoto e da sua família são a história e o universo de Flying Witch o motor de desenvolvimento da narrativa.

 

Fying Witch - irma

 

Episódio após episódio ficamos a conhecer mais sobre este universo mágico escondido mesmo por baixo dos narizes dos humanos comuns. Os intervenientes aparecem quase que episodicamente, e são, na sua maioria, seres do folclore japonês. É um rejubilo assistir a cada apresentação e sobretudo interação com a doce Makoto. O ambiente familiar penetra-nos de forma automática, e mesmo o ser vivo (ou morto) ou situação mais caricata nos faz sorrir com a calma e pacatez com que tudo é relacionado.

 

Flying Witch - A raposa

 

Flying Witch | As personagens

As personagens são um dos pontos fortes da obra. A família Kuramoto é sem dúvida adorável e condiz na perfeição com a amável protagonista. Todas as personagens possuem personalidade característica e constante ao longo da série, fugindo graciosamente do personagem-tipo do género em questão. Cada personagem é única, um ser com gostos, sonhos e características que só foram possíveis compreender porque acompanhamos o seu dia-à-dia.

 

Flying Witch - Episodio 12

 

Dentro das personagens há que realçar o fantástico voice acting! A harmonia provida pelas vozes concede calma a quem assiste, não havendo espaço para qualquer tipo de inquietude.

E se dúvidas haviam quanto à interpretação de Kei, estas dissiparam-se completamente. O voice acting do pai deste e de ChinatsuKeiji – adicionou à obra um dos detalhes que mais a enriqueceu. Sendo esta uma personagem o retrato de um agricultor com uma pronuncia forte no dialeto Trugaru, deu asas para o ator nos deliciar ao transpor na perfeição as diferenças entre os vários dialetos. Este pormenor bem executado permitiu até que um ocidental compreende-se essa particularidade.

 

Flying Witch - campo

 

Flying Witch | Ambiente

O ambiente é simplesmente deslumbrante! Os cenários são fantásticos e inclusive motivo de comparações com os reais em que foram baseados. Nota-se o carinho com que produziram e animaram a obra. Os pormenores com que apresentaram tudo e sobretudo a conjugação entre animação, som, e voice acting esteve sempre acima da média.

 

Flying Witch - Episodio 11

 

Em termos técnicos, Flying Witch não se trata de uma série com grandes cenas de batalha ou situações que exijam sequências de animação frenéticas. No entanto, as personagens e o ambiente exigem uma aproximação à realidade que acaba por pôr à prova o estúdio responsável. E a J.C. Staff não desiludiu! As personagens são orgânicas, fluídas e bonitas, muito bonitas! Os cenários… palavras para quê?

 

Flying Witch - Ambiente castelo

 

Em termos de banda sonora, além do fantástico voice acting supracitado, temos uma banda sonora rica, sempre presente, com composições orquestradas que elevaram a fasquia de Flying Witch ao produzirem sonoridades únicas. Sejam os acordes em viola ou em clarinete, a verdade é que haveremos de reconhecer esses mesmo acordes em qualquer lado.

 

Flying Witch - Ambiente Ep 11

 

Flying Witch | Juízo Final

Flying Witch é sem dúvida uma obra a constar nos reportórios de todos os amantes do género Slice of Life. É dos mais relaxantes animes que já assisti e possui os ingredientes perfeitos para entreter sem nos sentirmos aborrecidos com a história leve e quotidiana.

Para quem não é fã do género não aconselho. A obra tende a repetir algumas temáticas, sobretudo as ligadas ao campo e agricultura, e a explorar conteúdos um pouco enfadonhos para os menos interessados. O ritmo é constante ao longo dos 12 episódios, são desenvolvidos dois assuntos num só episódio, mas o género mantém-se. É divertido e tem bons momentos de comédia, mas mesmo assim poderá não ser o suficiente para cativar os amantes de algo mais “dinâmico”.

Para quem é fã, o grande senão da série reside na não exploração de alguns elementos da narrativa que deveriam deter especial destaque e não o têm, e na clara necessidade de mais episódios para uma ligação mais sólida ao universo.

 

Flying Witch - Ambiente Ep 12

 

 

6 comentários


Loading...

Também deverás gostar de

6 comentários

Leandro Santos 28 Junho, 2016 - 20:33

fiquei convencido, ou melhor, vou ver o primeiro.
ão sou fã do género, mas a tua critica e as belas imagens deixaram-me curioso.
penso que possa vir a gostar do anime, isto porque gosto de vários géneros e um anime relaxante pode ser o que eu necessito no momento 😀

Responder
Raquel Cupertino 28 Junho, 2016 - 23:01

Obrigada pelo comentário Leandro, espero ter ajudado!
Pessoalmente adorei esta série. Era um derradeiro elixir revitalizante depois de uma semana de trabalho. Se gostares de algo calmo e quotidiano acredito que vais gostar! Vê o primeiro episódio, se gostares, vais gostar da série 😉
Depois partilha o teu feedback =)

Responder
Leandro Santos 30 Junho, 2016 - 19:36

vi o primeiro episódio e gostei mais do que estava à espera, e ele foi tudo o que referiste.
uma história simples, que tenta recriar o dia a dia, mas com personagens que despertam algum interesse e com uma animação de grande qualidade
é um óptima maneira de relaxar. em principio vou tentar ver a temporada toda

Responder
Raquel Cupertino 1 Julho, 2016 - 0:00

Ainda bem que gostaste! Quando terminares a série dá o teu feedback 😉

Responder
Herberth De Oliveira 7 Março, 2017 - 1:42

Sou Brasileiro e estava procurando uma crítica sobre esse anime para eu entender mais seu universo, já estou no capítulo 6 e concordo com tudo que disse, mesmo ele não tendo ação e praticamente nada acontece nos episódios, ele cativa, é gostoso assistir, a trilha sonora então é a melhor que já vi, relaxa, faz você querer ouvir mais e assistir mais.

Responder
Raquel Cupertino 7 Março, 2017 - 14:22

Olá Herberth,
é exatamente como descreveste. Flying Witch relaxa mesmo, tudo nele é agradável. Penso que para aqueles que querem uma pausa entre animes mais dramáticos ou frenéticos, esta é uma excelente escolha! E é muito bom em todos os departamentos *.*
Obrigada pelo comentário 😉

Responder

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.