Flying Witch | Primeiras Impressões

por Raquel Cupertino

Título: Flying Witch
Adaptação: Manga
Produtora: J.C.Staff
Géneros: Comédia, Shounen, Slice of Life, Sobrenatural
Ficha Técnica: Indisponível

 

Flying Witch | Opening

“Sharanran feat. 96 Neko” – miwa

 

Makoto Kowata de 15 anos, é uma recém-formada bruxa. Ainda inexperiente na sua sua profissão, é obrigada pelos pais a viver com familiares e terminar o ensino secundário como uma rapariga normal. Na casa dos tios, Makoto vive uma vida próxima do comum entre escola e a aprendizagem de bruxaria.

 

Flying Witch - episodio 1

 

Inicialmente, a simplicidade da história ofusca o banho de potencial desta adaptação da obra de Chihiro Ishizuka. Flying Witch transpira Slice of Life por todos os poros, o que pode causar uma sensação de estranheza e afastamento para os não familiarizados com este género.

Desde os primeiros minutos da série, somos embriagados pelo conforto e relaxamento dos maravilhosos cenários esculpidos pela J.C.Staff. Uma obra extremamente visual e auditiva, transporta-nos com incrível eficácia para um mundo onde a magia e a tranquilidade se confundem com a realidade.

 

Flying Witch -episodio 1 - personagens

 

A imersão provida por esta delicada e singela história garante-nos uma qualidade acima da média do ponto de vista narrativo. As personagens e situações surgem naturalmente ao longo do episódio, e todo o enredo é explicado e enquadrado em cenas rotineiras de vida escolar ou no dia-à-dia do seio familiar.

 

Flying Witch - personagens

 

O que podemos esperar de Flying Witch?

O potencial é realmente elevado dentro do género, como tal as expetativas são elevadas. Sendo considerada uma das obras mais esperadas da temporada, Flying Witch arrebata-nos com um ambiente rico visualmente, com o melhor que a J.C.Staff é capaz de produzir. As personagens são orgânicas, o ambiente é natural e extremamente límpido, a animação é simplesmente deslumbrante e em sintonia com a história.

 

Flying Witch - Ambiente Epi 1

 

A banda sonora é presença constante ao longo do episódio enriquecendo-o com as suas melodias doces e singelas. Não se sobrepõe em nenhum momento à narrativa, sendo apenas parte integrante do enredo. O voice acting é bom, com a exceção de Kei, que pelo menos neste episódio, deu a sensação de ser demasiado pausada e relaxada para um adolescente normal.

 

Flying Witch - Makoto

 

Flying Witch – Uma série para todos?

O primeiro episódio de Flying Witch objetiva desde logo o público alvo. Para os amantes do género Slice of Live este aparenta ser um must see da temporada, para os fãs de animação japonesa, a probabilidade de ser uma excelente obra a adicionar aos reportórios é elevada. Não possui falhas técnicas significativas, e apenas o desenvolvimento pausado e corriqueiro da série poderá afastar os apaixonados por obras repletas de frenesim e ação.

 

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.