Geografia e Clima – Guia do Gaijin para o Japão

por Inês Marques
Guia do Gaijin Para o Japão

O Japão é um arquipélago constituído por mais de 6800 ilhas, que se dividem em quatro grandes grupos (de Norte a Sul): Hokkaidō, Honshū, Shikoku e Kyūshū. A ilha principal, Honshū, é também a de maior tamanho e onde se situam alguns dos principais destinos turísticos, como Tóquio, Osaka e Quioto. O território separa-se ainda em 47 prefeituras [ken 県]. Destas, quatro têm designações especiais: Hokkaidō como província [道], Quioto e Osaka como prefeituras urbanas [fu府], e Tóquio como distrito metropolitano [to都].

A grande maioria do território é constituído por montanhas, sendo que apenas cerca de 15% do território está apto para o cultivo. O território é também rico em florestas, o que explica, em parte, o grande respeito que, desde tempos imemoriais, os japoneses concedem à natureza.

 

Geografia e Clima - Guia do Gaijin para o Japão

Mapa do Japão, com as principais regiões diferenciadas por diferentes cores.

 

Sendo um país bastante “comprido”, o clima varia muito consoante a latitude. Podem distinguir-se as quatro estações (cuja duração difere de Norte a Sul), e ainda a estação das chuvas, que ocorre entre Maio e Julho. Assim, por exemplo, o Inverno em Hokkaidō e no norte de Honshū é bem mais rigoroso e longo que em Okinawa. O Verão é normalmente muito húmido em todo o território, sendo bastante desagradável, especialmente pela diferença que se sente entre a rua e o interior dos estabelecimentos, onde abunda o uso de ar condicionado, e também pela elevada percentagem de humidade relativa. A época das cerejeiras em flor também não é uniforme. Como já explicado neste artigo, as sakura florescem primeiro em Okinawa, durante o mês de Janeiro, e vão “subindo” progressivamente até chegarem a Hokkaidō sensivelmente a meio do ano.

Em qualquer altura do ano, o ideal é vestirmo-nos às camadas, principalmente tendo em conta a dita diferença de temperatura entre o interior e exterior. Claro que, indo no Inverno, se deve apostar em roupas mais quentes, e calçado adequado à neve (sapatos com solas rasas são muito escorregadios e podem provocar quedas graves). No Verão, roupas mais leves e frescas, de preferência que não se agarrem à pele, para que esta possa respirar e se sintam mais confortável durante esta época de elevada humidade, como já mencionado.

 


Voltar ao índice || Próximo artigo


 

2 comentários


Também deverás gostar de

2 comentários

Leandro Santos 19 Outubro, 2016 - 11:16

muito obrigado pelo artigo.. é uma bela forma de aprender mais sobre aquele exclente país e cultura
ca ficarei à espera do próximo.

Responder
Inês Marques 19 Outubro, 2016 - 21:53

Obrigada pelo incentivo, Leandro! Mais capítulos do Guia vão surgir em breve 🙂

Responder

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.