Ghibli nos Cinemas portugueses | Crónica

por João Simões
Ghibli nos Cinemas portugueses

Muitas são as vezes que em conversa casual dentro da nossa comunidade, nos queixamos do défice de anime nas televisões portuguesas. É também muito recorrente o lamento pela ausência atual das produções cinematográficas, das animações japonesas nos cinemas nacionais. Recentemente este assunto veio de novo à superfície com o lançamento mundial de The Last: Naruto the Movie, que por sua vez não alcançou as terras lusitanas. Rapidamente a comunidade portuguesa se moveu para dar génese a movimentos e petições que nunca foram ouvidos. Temos esta vontade insaciável de ver a cultura que tanto amamos nas nossas televisões e cinemas, que rapidamente nos esquecemos de questionar quem é um dos culpados desta falta de investimento numa arte que é claramente lucrativa pelos quatro cantos da Terra.

 

Ghibli nos Cinemas portugueses

 

A culpa é nossa e de toda a comunidade! Não, não é 100% nossa, mas temos uma grande percentagem de culpa e porquê? Porque não investimos o suficiente naquilo que tanto gostamos, porque quando temos filmes cá em Portugal eles não possuem o retorno necessário nas bilheteiras para voltarem cá, ou para se aguentarem mais que uma semana nas nossas salas de cinema. Dito isto, é-nos fornecida mais uma oportunidade para mostrarmos que queremos mais importação da arte que tanto amamos. Através da Outsider Films e no âmbito do Festival Monstra, Portugal vai receber não um, mas sim dois filmes do célebre estúdio Ghibli: As Asas do Vento (Hayao Miyazaki) e O Conto da Princesa Kaguya (Isao Takahata). Não é todos os dias que podemos afirmar que temos Ghibli nos Cinemas portugueses!

 

Ghibli nos Cinemas portugueses – Posters Promocionais

Kaze Tachinu chega a Portugal

 

O Conto da Princesa Kaguya - Capa

 

Ambos os filmes vão ficar pelas nossas terras durante duas semanas, portanto, façam o favor de visitarem a sala de cinema mais próxima e deixem o vosso contributo. Mostrem às distribuidoras, ao público, aos investidores nacionais e internacionais, que a nossa comunidade e Portugal, quer e consegue receber o anime. Que somos uma voz cada vez mais forte, e que conseguimos responder com potência suficiente para que voltem a ser distribuídos mais filmes no cinema, e mais anime nas nossas televisões. É uma oportunidade rara que deverá ser agarrada, e que sem dúvida poderá causar o “efeito borboleta” necessário para mudarmos não só a forma como vemos anime em Portugal, mas também para moldar a visão geral portuguesa sobre o anime.

 

Tenham todos uma boa sessão cinematográfica!

 

6 comentários


Também deverás gostar de

6 comentários

Bruno 5 Março, 2015 - 9:45

Isso é uma excelente notícia. Já se sabe quando vão estar disponíveis?

btw, devia estar “mostrarmos” em vez de “mostrar-mos”

Responder
João Simões 5 Março, 2015 - 15:28

Podes ver nestas notícias as informações necessárias:

https://ptanime.com/kaze-tachinu-chega-a-portugal/

https://ptanime.com/kaguyahime-no-monogatari-chega-a-portugal/

Quanto ao erro, tens razão, será retificado. Obrigado =)

Responder
Bruno 7 Março, 2015 - 21:55

Obrigado pela informação. Vou tentar ir vê-los 🙂

Responder
João Simões 9 Março, 2015 - 0:57

Toda gente a ajudar =)

Responder
Leandro Santos 6 Março, 2015 - 13:38

excelente iniciativa, fazem falta. a concordo contigo, por vezes o maior problema somos nos, o consumidor, tantas vezes reclamamos mas quando é para consumir o produto não o fazemos e se não tiver retorno financeiro ninguém vai investir
neste caso so tenho pena que os filmes estejam em tão poucas salas e concentradas nos mesmo centros. mas é uma decisão que compreendo

Responder
João Simões 9 Março, 2015 - 0:57

Nem mais! Pode ser que o pessoal ajude o suficiente para que a situação melhore =)

Responder

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.