Goblin Slayer – Grupo BPO Comenta Conteúdo Controverso

por Pedro Costa
Goblin Slayer - Grupo BPO Comenta Conteúdo Controverso

Broadcasting Ethics & Program Improvement Organization (BPO) é um grupo observador (watchdog) focado em conteúdo da televisão Japonesa. Todos os meses, o BPO publica opiniões e queixas, submetidas por espectadores, sobre o que está a aparecer na televisão.

Submissões anteriores incluíram: preocupações sobre designs de personagem e conteúdo sexual em Yo-kai Watch, nudez em JoJo’s Bizarre Adventure e violência em Magical Girl Site.

Anime não é a única programação a causar preocupação, contudo. Espectadores também já se queixaram acerca da cobertura de notícias sobre Pokémon GO e demasiadas pessoas a queixarem-se sobre anime nocturno.

 

Goblin Slayer – Grupo BPO Comenta Conteúdo Controverso:

Goblin Slayer - Grupo BPO Comenta Conteúdo Controverso

 

É importante notar que as opiniões e comentários publicados pelo BPO, não são necessariamente as opiniões tidas pelos membros do grupo em si.

Num resumo da reunião do 207th Youth Committee da organização, o grupo olhou para a série anime de Goblin Slayer. O primeiro episódio da série contém conteúdo maduro, nomeadamente violência sexual contra mulheres, o que levantou preocupações tanto de espectadores Japoneses quanto de falantes de Inglês. O BPO decidiu discutir o anime na sua reunião a 23 de outubro e chegou a uma diferente conclusão sobre a série.

Os sete membros do comité minimizaram as preocupações sobre o conteúdo do primeiro episódio. Um espectador havia expressado que violência sexual gráfica era uma má influência para os jovens, mas o comité respondeu que eles sentiram que adequada consideração foi aplicada na forma como a cena foi retratada e que eles acreditam que cai dentro de um espectro aceitável para aquilo que é transmitido num bloco horário nocturno.

O primeiro episódio de Goblin Slayer começa com uma rapariga de 15 anos na sua primeira missão de guild num covil de um grupo de goblins, monstros que aterrorizam a população humana… Em vez de falar no que acontece no episódio e a contextualização da obra, leiam a primeira entrada da nossa opinião semanal:


WTF? | Goblin Slayer – Episódio 1 Opinião


 

O White Fox está a adaptar a série light novel de Kumo Kagyu e o Crunchyroll está a disponibilizar o anime à medida que é lançado no Japão. O serviço streaming adicionou o seu próprio aviso de conteúdoGoblin Slayer, após escutar as preocupações dos espectadores.

 


Goblin Slayer – Opinião Semanal


 

Fonte: Anime News Network

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.