Gunpla – Um Arsenal de Ferramentas

30 Setembro, 2017  Por Ricardo Silva
0


Um bom conjunto de ferramentas é essencial para se montar um bom Gunpla.

 

Estás em casa num daqueles dias aborrecidos onde não se passa nada de interessante. Tocam-te à campainha e qual a tua surpresa ao veres o carteiro à tua porta com uma encomenda. Rapidamente te lembras do Gunpla que compras-te há umas semanas atrás, isto depois de leres o artigo que o ptAnime te trouxe sobre “O que é Gunpla”.

Agradeces ao carteiro e, num piscar de olhos, tens o teu primeiro Gunpla nas mãos. Mal podes esperar por finalmente montares o teu Gundam favorito!

Vais para o quarto, sentas-te à secretária e abres a caixa, alguns sprues, um manual e mil e uma peças para cortar e lixar. É nesse momento que te apercebes que não tens nenhuma arma no teu arsenal para veres o teu Gundam tomar forma. E agora? O que podes fazer para teres uma vantagem estratégica nesta batalha?

Neste artigo iremos aconselhar sobre as ferramentas necessárias para montarmos o nosso Gunpla. Vamos abordar como as utilizar e, acima de tudo, ter em conta que teremos uma seleção e uma variedade imensa à tua escolha. Até porque, ao fim de contas, cabe a cada um escolher com as quais sentirá mais confortável a trabalhar.

Estas são parte essencial neste hobby e a tarefa de as escolher pode não ser muito fácil, mas com alguma paciência na sua procura, ficaremos com um conjunto de ferramentas únicas, viáveis e duráveis, que irão melhorar imenso a qualidade final dos nossos modelos.

 


 

O que devo ter na minha caixa de ferramentas?

Antes de passarmos ao que devemos e podemos ter na tua caixa de ferramentas, queria apenas começar por mencionar alguns tópicos que acho importantes:

  • Nenhuma ferramenta é obrigatória para a sua tarefa e, como qualquer modelista que se preze, podemos sempre desenrascar com outra coisa qualquer que tenhamos mais à mão, mas já lá iremos!
  • Este artigo é baseado na minha experiência pessoal com as ferramentas que vou usando, pelo que poderão encontrar diferentes opiniões e maneiras de as utilizar.

Vamos ver então o que podemos ter numa caixa de ferramentas!

 

Gunpla – Um Arsenal de Ferramentas

Gunpla - Um Arsenal de Ferramentas

 

O set que qualquer modelista irá recomendar é composto por três ferramentas básicas e indispensáveis que podem ser utilizadas de várias maneiras e em variadas situações ao longo de uma montagem. São estas a faca de modelista/hobby knife/modeler´s knife, o alicate de corte/nippers e a lixa para plásticos.

 

Vamos revê-las por ordem de uso:

Ao abrirem a caixa de um kit, seja ele Gunpla ou não, terão vários sprues e neles, as peças para montarem o vosso modelo. É aqui que o alicate de corte entra em ação.

O tipo mais comum de alicates de corte que iremos encontrar serão os side-cutters, designados assim pela dupla lâmina nas suas pontas. Esta configuração de lâminas vai trazer um corte limpo e preciso que, feito de uma maneira correta, posteriormente poupará no trabalho que teremos com a faca de modelista.

 

RS_FERRAMENTAs GUNPLA3WPodemos encontrar vários side-cutters, com diferentes especificações, tamanhos e designs.

Um bom conselho, será fazer a escolha dos mesmos baseada no seu conforto, tipologia de peças que geralmente iremos cortar, durabilidade e capacidade de se adequar ao nosso próprio estilo de corte.

Podemos encontrar alicates de corte um pouco por todo o lado, em casas dedicadas a modelismo, hipermercados, lojas dos chineses ou até na drogaria mais próxima e, conforme a qualidade e o fabricante, teremos ainda diferentes espectros de preços. Tendo em conta os fatores que referi, o que realmente interessa, independentemente da escolha, é estarmos satisfeitos com a qualidade do corte que o nosso alicate desempenha no plástico.

 


 

A faca de modelista… talvez a ferramenta mais polivalente e útil que encontraremos no arsenal de quem pratica modelismo, pois esta desbasta, corta, separa, marca, afina detalhes, é precisa e minuciosa qb e caso não tenhamos cuidado, pode causar alguns ferimentos e escoriações de guerra! Sem dúvida uma arma de respeito e que será a nossa melhor companheira em qualquer situação!

RS_FERRAMENTAs GUNPLA4WPerante esta polivalência de utilizações, a escolha de uma faca vai recair novamente sobre os fatores do alicate de corte, ou seja, o tamanho, design, conforto ao usar, tipologia de peças, bem como o tamanho do cabo e sharpness da sua lâmina. Pessoalmente, sempre preferi trabalhar com uma faca de cabo fino e com uma lâmina mais pequena que me permite ter um pouco mais de precisão, no entanto, ao usar uma faca com um cabo e lâmina maiores temos um melhor grip ao segurá-la e mais superfície de lâmina para cortar, o que permite ser mais duro com o plástico e poupar algum tempo na limpeza das nub marks deixadas pelo corte do alicate.

Também vocês terão de descobrir a vossa faca ideal, e a que será mais proveitosa para as utilizações que farão dela, tendo em conta a sua polivalência e utilidade. Mais uma vez, realço que o importante será que esta se sinta natural, fluida e firme nas vossas mãos e acreditem, isto poderá poupar algumas dores e pensos rápidos!

 

Gunpla – Um Arsenal de Ferramentas

Gunpla - Um Arsenal de Ferramentas Faca de modelista e recarga de lâminas

 


 

Por fim, e para terminar a sagrada trindade das ferramentas, temos as várias lixas que podemos e devemos usar para que o acabamento do nosso kit esteja sempre no seu melhor.

 

Gunpla – Um Arsenal de Ferramentas

Gunpla - Um Arsenal de Ferramentas

 

Existe uma panóplia de lixas de vários tamanhos, formas e que permitem diferentes tipos de acabamento. Assim,  primeiro teremos de perceber como estas funcionam em termos do seu grão ou granulagem. E perguntam vocês, mas o que é isso de grão e granulagem? Bem, na realidade são termos que explicam a mesma coisa, ou seja, o quão abrasiva a vossa lixa é. Por exemplo, ao comprarem uma lixa de grão/granulagem 1000 estão a comprar uma lixa com um abrasivo muito fino, mas ao comprarem uma lixa com granulagem/grão 400, esta terá um abrasivo mais áspero.

Como devem entender, diferentes grão irão dar diferentes resultados ao lixar: quanto mais fina for a lixa mais suave será o acabamento, e quanto mais grossa esta for, mais áspero será o acabamento.

Vários tipos de lixa podem e devem ser empregues em variados cenários durante a montagem. Uma lixa maleável pode servir para superfícies curvas e lugares mais complicados de chegar, enquanto que uma lixa mais dura, pode funcionar melhor em superfícies mais largas e planas.

Habitualmente, as lixas que uso variam em tipo e grão, algumas são lixa em folha maleável de grão 400 a 800 e outras mais duras em bloco que vão de 180 a 1000. Recomendo sempre que tenham uma pequena gama de lixas à mão para o que der e vier.

 

Gunpla – Um Arsenal de Ferramentas

Gunpla - Um Arsenal de Ferramentas Gunpla - Um Arsenal de Ferramentas

 

No modelismo, o tratamento das peças com a lixa, a seguir ao corte com alicate e faca, é de extrema importância para se conseguir atingir uma superfície uniforme e sem traços de plástico restante em cada uma das peças.

 


 

Gunpla – Um Arsenal de Ferramentas

Gunpla - Um Arsenal de Ferramentas

 

Por fim, e mais opcional que as outras três, temos o tapete de corte. Este, além de ser uma base sólida para qualquer montagem, é também um espaço de criatividade e algo que está ligado à história do modelismo enquanto hobby. Estes existem em vários tamanhos e cores, sendo o mais tradicional o verde, pensem neste como se de uma bancada de trabalho se tratasse.

Pessoalmente, sempre que tenho a oportunidade de montar um kit fora de casa e não o levo, sinto sempre que falta qualquer coisa.

 


 

Mas e se eu quiser montar agora o meu kit, mesmo não tendo nenhuma dessas ferramentas?

 

Tenho a certeza que já mencionamos a palavra desenrascar neste artigo, e será exatamente isso que vamos fazer, e com algo que talvez surpreenda!

Um estojo de manicura! Pois é, um estojo destes tem, normalmente, as ferramentas básicas para se montar um kit, e caso não consigam ter acesso a alguma das ferramentas acima referidas, esta pode ser uma solução barata e viável para fazermos as nossas montagens. Diria até que é um bom ponto de partida para depois se avançar para ferramentas com mais qualidade, isto enquanto ganhamos alguma experiência de como montar um kit Gunpla.

Caso o estojo não traga uma pequena lâmina, a solução poderá passar por utilizar um x-acto normalíssimo que tenham em casa.

Mas caso prefiram algo mais profissional para começarem, então a nossa recomendação irá para a compra do set básico de ferramentas que a marca Tamiya tem disponível. Terão numa pequena caixa todas as ferramentas essenciais para terem à partida a garantia de que, com elas e alguma experiência, terão resultados muito satisfatórios num curto espaço de tempo.

 

Gunpla - Um Arsenal de Ferramentas

Tamiya Basic Set Tool

 

Para finalizar, e para quem se está agora a iniciar, é importante perceber que existem várias maneiras de fazer e interpretar um kit Gunpla. A escolha de ferramentas pode passar pela vossa própria visão e daquilo que querem fazer com os vossos kits.

Por exemplo: alguém que apenas faça snap-fit, provavelmente, não terá tanta necessidade de um leque alargado e diversificado de ferramentas. Já quem prefira avançar com os seus modelos para montagens com algum tipo de modificações e pintura, terá de ter à sua disposição uma maior variedade de ferramentas específicas para conseguir atingir diferentes técnicas e resultados também eles mais específicos. Isto é muito subjectivo à visão que cada tem para com o quer do seu Gunpla, no entanto, a experimentação com diversas ferramentas e técnicas será sempre uma mais-valia no hobby.

 

Gunpla – Um Arsenal de Ferramentas

Gunpla - Um Arsenal de Ferramentas

 

Todas as ferramentas que alguma vez irão precisar estão à venda nas lojas mencionadas no primeiro artigo desta série, “Gunpla – A arte de Gundam em plástico“.

Devem ter reparado que mencionamos ainda alguns termos e conceitos que talvez não conheçam, como nub marks, sprues ou snap-fit. Mas o que significam estes termos?

Para melhor responder-mos a esta e outras perguntas que possam surgir, recomendo que tenham sempre à mão o nosso “Manual para Gunpla – Dicionário“. Nesta compilação exclusiva terão um guia com a informação referida neste e noutros artigos, bem como sobre as mais variadas temáticas usadas na construção de um kit Gunpla. Podemos dizer que este manual é também uma ferramenta muito útil caso necessitem de fazer uma rápida pesquisa durante uma qualquer montagem.

Agora que já temos o nosso arsenal de ferramentas pronto para travarmos mais uma batalha, não podem perder a terceira parte desta introdução ao universo Gunpla. Nesta iremos abordar com mais detalhe tudo o que já sabemos sobre sprues/runners, tratamento de peças, tipos de corte, e tentar perceber qual a forma mais correta de seguir o manual.

 

Não percam! Até uma próxima batalha soldados! SIEG ZEON!

 

Comentários do Facebook









Também deverás gostar de




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

fourteen − two =


Outras Histórias
Anime Gakuen Babysitters estreia em janeiro 2018 Como o título da notícia assim o revela, Gakkuen Babysitters tem estreia marcada para janeiro do próximo ano (2018). A confirmação...
Partilhas