Hill Climb Girl | Análise

por João Simões
Anime Hill Climb Girl

Esta é a segunda curta do evento Japan Animator Expo. Mais uma bela relíquia para maravilhar os amantes de animação!

Teaser Hill Climb Girl

Hill Climb Girl | A História

Hinako, uma estudante do secundário, adora andar de bicicleta e, por sua vez, respeita imensos os profissionais desta modalidade. Todas as manhãs ela compete com um colega da mesma turma, sendo que o percurso desta competição é estabelecido até à escola, tornando-se esta a meta do confronto.

Porém, ela nunca consegue ganhar esta corrida. Frustrada com a situação, aprende como poderá ganhar a próxima batalha com o seu amigo, a partir de um vídeo que viu, sobre um dos seus desportistas favoritos.

 

Curta Metragem Hill Climb Girl

 

Hill Climb Girl | Enredo

Não existe uma linha narrativa propriamente dita. Ou seja, aquilo que nos é transmitido não vai muito além daquilo que nos é mostrado. A premissa é básica, não se afastando em nada daquilo que podem verificar a partir da sinopse. Não nos deixa com vontade de ver uma continuação, ou de ver algo mais desenvolvido sobre o assunto, de modo que a visualização desta curta-metragem é-nos suficiente para ficarmos satisfeitos.

 

Hill Climb Girl

 

Apesar da complexidade de enredo não ser nem mediana, esta explora algumas emoções. Determinação, amizade e algum romance, são os temas mais recorrentes nesta obra, e também naqueles em que mais se focaram. São estes que são desenvolvidos (sem muito aprofundamento) com mais primazia, dando lugar a uma história alegre, leve e relaxante.

 

Hill Climb Girl

 

Hill Climb Girl | Ambiente

É aqui que a obra brilha e com muita força! Ao contrário da primeira curta-metragem: “The Dragon Dentist”, que possuía um equilíbrio amistoso entre exposição narrativa e visual, “Hill Climb Girl” usa um argumento leve como desculpa para criar um ambiente muito interessante.

Para começar, vamos olhar para os fabulosos cenários em que as personagens coabitam. As colorações vagueiam por cores realistas que fazem com que o traço definido crie um hiper-realismo, que nos lembra de imediato, o estilo visual usado nas obras de Makoto Shinkai.

 

Curta Metragem Hill Climb Girl

 

E para quem já leu algumas análises minhas (nomeadamente Nobunaga the Fool e Infinite Stratos), deverá ter alguma noção da minha exigência perante a animação 3D. E claro, no como ela deve ser bem feita para conseguir encaixar com a animação 2D, de modo a se fundir sem causar uma sensação estranha que nos desvia a atenção total da obra.

Em contrapartida, a tecnologia de computação gráfica aliada ao cell shading espantoso, deu origem a um sumo que vos irá acariciar a visão! Os movimentos são precisos, fluídos e naturais, o que por consequência nos oferece uma experiência 3D mergulhada no mundo 2D, única e de alta qualidade.

 

Ambiente Hill Climb Girl

 

Assim sendo, a minuciosidade pelo qual o desenvolvimento 3D passou, resulta numa animação peculiar que irá parecer um 2D diferente para os olhos menos treinados.

 

Hill Climb Girl | Juízo Final

Resumindo e concluindo, apesar de não executar a melhor aliança possível entre narrativa e ambiente, envolve-nos numa história agradável, positiva e que sem dúvida nos irá deixar mais leves. Tudo isto através de um visual polido, com uma composição de cores fortes e que nos é entregue pelo intermédio de uma excelente animação.

A obra recomenda-se (novamente) a qualquer fã de animação, mais especificamente aos adeptos de histórias de teor leve e positivo sem grande complexidade estrutural.

 

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.