I’m Standing on a Million Lives Podia Ser Melhor

por Arthifis
I’m Standing on a Million Lives primeiras impressões

Nenhuma temporada de Anime está completa sem um novo Isekai. Neste outono, decidi seguir I’m Standing on a Million Lives – um Anime que inicialmente parecia ter um ar mais sombrio. Infelizmente, saiu-me o tiro pela culatra e parece-me que este vai ser uma das obras piorzitas que irei acompanhar esta temporada.

 

I’m Standing on a Million Lives Sinopse

I’m Standing on a Million Lives sinopse

 

Como a maioria dos Isekai, I’m Standing on a Million Lives começa com um dia normal da personagem principal – Yuusuke – em que acaba por ser levado para um mundo de fantasia muito parecido com um RPG. O protagonista também segue os estereótipos deste género – otaku sem amigos, mas que acaba por conhecer uma data de raparigas quando é levado para este mundo novo. Muito provavelmente, todas elas se irão apaixonar por ele mais cedo ou mais tarde, pois é assim que este tipo de Animes costumam evoluir.

Existem alguns pontos diferenciadores. Primeiro, as personagens podem morrer na vida real se a party for dizimada. Ou seja, se alguém morrer enquanto o resto do grupo estiver vivo, revive passado alguns segundos. No entanto, se todos morrerem de seguida, é game over e morrem todos na vida real. O segundo ponto diferenciador é que Yuusuke só tem olhos para o objetivo final. Isto é, se o healer da equipa morrer quando o boss estiver quase morto, Yuusuke não vai tentar reviver a personagem morta, mas sim dar tudo para matar o boss o mais depressa possível.

 

Um Anime Que Não se Consegue Decidir

100-man no Inochi no Ue ni Ore wa Tatteiru Yuusuke

 

O meu maior problema com I’m Standing on a Million Lives é que os criadores não se parecem decidir se querem levar a história para um lado sombrio ou não. Existem vários exemplos disto. Numa parte, uma das personagens é comida por um monstro gigante. O corpo dela é cortado ao meio, mas não se vê sangue em lado nenhum e a ferida é censurada.

Noutra ocasião, Yuusuke muda de personagem que acabou de evoluir para um ser humano minimamente decente para o estúpido que ele era originalmente. Ou seja, num minuto está preocupado com uma personagem enquanto esta desabafa sobre o passado dela, no outro decide não a ir salvar quando esta é raptada por bandidos.

Último exemplo, prometo – existe uma cena em que dá a entender que as raparigas vão ser violadas por bandidos. Isto é algo bastante sério e penso que só deve ser utilizado quando realmente é necessário para a história ou para construir as personagens. Neste caso, da próxima vez que o Anime voltar a esta cena, podemos ver que a cara do bandido em questão está vermelha. Ou seja, as raparigas defenderam-se e foi só preciso uma estalada a um deles para fazer o grupo de bandidos desistir da ideia de violação. Ainda por cima desenham isto a tentar ser cómico… É só ridículo, principalmente quando era um momento excelente para fazerem este Anime subir de nível e mostrar a Yuusuke que há coisas bem piores do que morrer.

 

O Que Estou a Gostar no Anime

I’m Standing on a Million Lives Iu

 

Claro que existem alguns pontos positivos, daí ainda não ter desistido do Anime. Primeiro, a Iu é uma personagem interessante! Honestamente, sou capaz de ver o Anime todo só por ela. Basicamente, a história dela é de alguém que sofreu de bullying e fez o seu melhor para ultrapassar essa fase difícil e tornar-se em alguém que todos veneram.

O outro ponto que me faz ver o Anime são as classes de combate ridículas de Yuusuke. Primeira era um farmer, depois passou para cozinheiro e agora é um mágico com o poder da persuasão (ou algo do género). É original e estou curioso para ver como é que o escritor imaginou todas estas classes que parecem inofensivas a matar monstros.

 

Vale a Pena Ver I’m Standing on a Million Lives?

I’m Standing on a Million Lives Yuka

 

Provavelmente não. Se fores fã do género irás ver que o Anime usa vários estereótipos que já estamos fartos de ver. A questão de a obra parecer incerta entre querer ser um Goblin Slayer ou um Sword Art Online também não ajuda. No entanto, se achares que já viste tudo o que havia para ver e gostarias de experienciar outro Isekai, pode ser que seja bom o suficiente para te entreteres durante esta temporada de outono.

Estás a seguir I’m Standing on a Million Lives? O que estás a achar até agora? Diz-me tudo nos comentários 😊

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.