K-Pop – O Melhor do Mês de Abril de 2021

por Baltas
K-Pop – O Melhor do Mês de Abril de 2021

Abril, lançamentos mil.

Mais um mês recheado de comebacks e estreias, sempre fascinantes! Pessoalmente, este está a ser um dos meus meses favoritos a nível de lançamentos, pois há vários grupos e artistas que gosto bastante que estão a partilhar músicas absolutamente fantásticas.

Como já é norma, o artigo é constituído por 10 entradas, sem qualquer ordenação, apenas listando os lançamentos de abril que considero serem os melhores. Obviamente, poderão haver omissões que são escandalosas para vocês, mas espero que compreendam.

Sem mais demoras, deixo-vos aqui 10 recomendações relativas a este mês!

 


>> Para mais notícias sobre K-pop, clica AQUI! <<


 

K-Pop – O Melhor do Mês de Abril de 2021

 

Hoshi – Spider


 

Estou absolutamente espantado e surpreendido com isto. Não sabia, de todo, que o Hoshi era capaz de algo deste género. Uma faixa que me faz lembrar muito o Taemin. Vejo-o perfeitamente a lançar algo assim.

Os SEVENTEEN são um grupo que me suscitam algum interesse, mas entre os vários membros o Hoshi nem era o que mais se destacava (pessoalmente sempre olhava mais para o Jeonghan ou o Vernon), porém o lançamento foi um despertar para este artista.

O Hoshi está de parabéns e espero ver mais música futuramente. Sem dúvida estarei bem atento.

 

Wheein (MAMAMOO) – water color


 

Membro de um dos grupos femininos com a melhor qualidade vocal em todo o K-Pop, a Wheein não desiludiu com “water color”. Estou bastante contente com este lançamento.

O MV está super agradável, os primeiros segundos do vídeo deixaram a minha curiosidade em alta mas fiquei mais descansado e alegre com o desenvolver dele e da própria música.

Digo que tudo neste lançamento está excelente. O vídeo, a música, até a própria coreografia.

Mais do mesmo, por favor!

 

Kang Daniel – Antidote


 

Após ter partilhado o single de pré-lançamento “PARANOIA”, o Kang Daniel revela “Antidote” e volta a arrasar.

Desde o início desta música que se nota uma certa influência de rock, um pouco devido à guitarra presente desde o começo. Podemos ouvir uma progressão na sua voz, até ao refrão, onde passa por momentos mais calmos, outros mais rebeldes, algo que muda drasticamente no refrão, onde aí ele solta toda a qualidade vocal, num “Let me go” carregado de emoção.

O MV tem a coreografia como ponto principal, contando também com momentos em que aparenta lutar talvez contra si (os seus próprios demónios), tendo em conta também o conteúdo da letra da música. Tudo culmina num cenário à luz do dia, podendo sinalizar uma pausa ou até mesmo um termo nas disputas internas.

 

SHINee – Atlantis


 

Pouco tempo depois de terem lançado a tão misteriosa “Don’t Call Me”, os SHINee voltam a um tom refrescante que todos reconhecemos neles com “Atlantis”. Estes são os SHINee a que realmente estamos habituados.

Com uma comparação entre a descoberta de Atlântida e o sentimento de se apaixonar por alguém, o MV é muito centrado no oceano, pois podemos ver várias referências a isso mesmo, até nas próprias transições. Gosto desse foco consistente e constante durante todo o vídeo.

“Atlantis” é mais uma demonstração da vasta qualidade vocal por parte do Onew, Taemin e Key. Friso também a tremenda secção de rap do Minho, fiquei boquiaberto!

Numa nota mais triste, este pode ser o último comeback dos SHINee em algum tempo, já que foi recentemente anunciada a data em que o Taemin irá para o exército para cumprir o serviço militar obrigatório.

 

ASTRO – ONE


 

Esta tornou-se rapidamente numa das minhas faixas principais dos ASTRO.

O facto desta música ter um refrão fácil de aprender, torna-a ainda mais viciante e dá vontade de cantar enquanto a ouvimos. Já que falamos no refrão, a coreografia nesta parte em específico está super interessante.

Gosto bastante do look de todos os membros nesta era. O que mais me surpreendeu foi, sem dúvida o MJ, aquele cabelo curto e o cortezinho na sobrancelha está fenomenal (admito que foi um pouco difícil de digerir ao início mas agora adoro). O Moonbin também está super bonito com o cabelo mais comprido.

Dou os meus parabéns ao Rocky, a parte de rap dele deixou-me de queixo caído (ainda ando à procura dele).

 

NU’EST – INSIDE OUT


 

Uma mistura de classe e estilo. Essas palavras resumem “INSIDE OUT”. Um instrumental absolutamente fantástico, com um refrão viciante, cativante, que fica no ouvido e fácil de decorar. A questão é, como não cantar o refrão?

Faço uma vénia aos NU’EST pelo trabalho que têm feito nos seus comebacks recentes, mais especificamente em “I’m in Trouble” e “INSIDE OUT“.

Realmente elevaram o patamar quer na qualidade dos seus MVs, na produção e também na qualidade da música (este último fator já depende do gosto de cada pessoa). Pessoalmente sou um grande fã do estilo de som do grupo.

 

ITZY – Mafia In The Morning


 

Todos sabemos a qualidade que as ITZY apresentam a cada comeback, isso fica cada vez mais claro a cada lançamento. Mafia In The Morning não foge à regra. Este lançamento está repleto de carisma, desde o primeiro segundo. Neste aspeto nota-se uma constante evolução por parte do quinteto.

Em vez de um refrão explosivo e/ou cheio de energia que tem sido algo padrão nas faixas principais anteriores deste grupo feminino, a música contém aquele anti-drop mas que está muito bem trabalhado. Volto a referir o carisma, algo que é bem percetível no MV.

Por falar no MV, na minha opinião, este é o melhor das ITZY até ao momento. Cada cenário apresentado é fantástico, as transições são muito boas. Um cenário que me chamou bastante à atenção é aquela espécie de biblioteca com as armas acima. O círculo de fogo (chamemos-lhe assim) onde a coreografia é mais percetível, também está estupendamente executado.

Mais um lançamento viciante por parte das ITZY. Parabéns ao grupo!

 

ENHYPEN – Drunk-Dazed


 

Depois de possivelmente uma das melhores músicas/MV de estreia de sempre, os ENHYPEN finalmente fizeram o primeiro comeback. Pessoalmente esperava com alguma ansiedade por isto e posso dizer, com confiança, que esta espera valeu muito a pena. “Drunk-Dazed” é tão boa ou até melhor que “Given-Taken”.

Uma música muito mais festiva, com o próprio MV a centrar-se numa festa, o instrumental da música está muito viciante e parece-se com uma que tocaria numa discoteca. No entanto, chega tudo a uns quantos níveis acima com o refrão. Uma verdadeira explosão para os sentidos. Fiquei super arrepiado e fascinado na primeira vez que o ouvi.

Toda esta música e MV tem um undertone um bocado macabro que vai um pouco de encontro ao conceito do próprio grupo e tenho a dizer que amo isso e o próprio conceito. Basta prestarem atenção ao cenário em que o Sunghoon está sozinho um quarto e subitamente começa a aparecer “sangue” por todo o lado.

 

ONF – Ugly Dance


 

Honestamente fiquei um bocado triste com a “Beautiful Beautiful”, não gostei tanto da música quanto esperava. Apenas gostos pessoais. No entanto, a “Ugly Dance” é uma história totalmente diferente!

Depois de uns segundos de alguma dúvida sobre o que estava a acontecer, os ONF foram diretos ao assunto com o próprio refrão a abrir. Fiquei absolutamente fascinado e adorei o estilo hip-hop pelo qual optaram com a maioria das partes da música, variando com partes energéticas, bem características deste grupo.

Este MV centra-se inteiramente na coreografia, algo que não é comum para uma faixa principal mas é bom ver alguma variedade. Gostei bastante do aspeto futurístico e algo robótico pelo qual optaram para o vídeo.

 

OnlyOneOf – libidO

 

Bem, acho que é certo dizer que ninguém esperava algo deste género por parte dos OnlyOneOf. Este é um grupo que não me é totalmente estranho, ouvi algumas das suas músicas anteriores mas nunca encontrei nenhuma que realmente me deixasse de olho neles. No entanto, a libidO é um caso totalmente à parte.

Carregada de insinuações, o MV está cheio de sensualidade, provocação e tudo isto torna-se incrivelmente óbvio no refrão. Com um estilo de som que acaba por acentuar o possível objetivo do MV, esta música irá ficar na cabeça de muita gente e, possivelmente, na playlist de outras tantas pessoas.

Penso que pouco mais pode ser dito sobre esta faixa mas muito mais será falado sobre este grupo.

 


 

Podem ouvir todas as músicas desta lista no Spotify (inclui mais sugestões para além das mencionadas acima):

 

E damos por concluída a lista relativa a abril de 2021! Concordam com as minhas escolhas?

Até ao próximo mês!

 

>> Para mais notícias sobre K-pop, cliquem AQUI

 

Artigo Relacionado:

K-Pop – O Melhor do Mês de Março de 2021

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.