K-Pop – O Melhor do Mês de Fevereiro de 2021

por Baltas
K-Pop – O Melhor do Mês de Fevereiro de 2021

Apesar de ser um mês relativamente mais curto do que os outros, isso não influência o mês do K-Pop que continua em força.

Passamos por mais um mês com ótimos lançamentos, alguns regressos muito antecipados, uma ou outra estreia. Acaba por ser dentro do que é expectável neste mundo que é o K-Pop.

Como já é norma, o artigo é constituído por 10 entradas, sem qualquer ordenação, apenas listando os lançamentos de fevereiro que considero serem os melhores. Obviamente, poderão haver omissões que são escandalosas para vocês, mas espero que compreendam.

Sem mais demoras, deixo-vos aqui 10 recomendações relativas ao mês de fevereiro de 2021!

 

K-Pop – O Melhor do Mês de Fevereiro de 2021

 

CIX – Cinema


 

Um excelente seguimento àquela visual masterpiece que foi a Jungle.

A música evoca um sentimento mais wholesome, é super relaxante, num ritmo não muito acelerado e que nos deixa a sentir quentinhos por dentro. Gosto bastante de músicas synth pop, acho que um bom som de sintetizador numa música pode fazer toda a diferença. Um ponto positivo do refrão é o repetir de “Cinema” que permite que todos cantem em conjunto.

O conceito de cinema é super divertido e com um MV mais retro, os CIX arrasam com esta combinação.

Os CIX fizeram um excelente comeback e estão a interessar-me cada vez mais.

 

Chungha – Bicycle


 

A rapper Chungha foi libertada! Finalmente! É excelente ver a contínua evolução desta artista que fica cada vez mais completa.

Uma faixa repleta de energia e poder. Apesar de ser a menos melódica da Chungha, de todos os seus lançamentos, ela consegue captar a nossa atenção de início ao fim. Depois da power-house, música de festa que foi a “PLAY“, a Chungha volta a atacar com esta bomba.

Acho que é altura para darmos uma salva de palmas aos estilistas e quem trata do guarda-roupa da Chunga. Ela está absolutamente deslumbrante lançamento após lançamento. Gostei bastante de como o vestuário dela combinava perfeitamente com o cenário, em vez de ser um contraste para a destacar mais.

 

Kang Daniel – PARANOIA


 

Sinto que este lançamento do Kang Daniel é um regresso a um conceito sombrio (e um pouco assustador) que há algum tempo não se via no K-Pop. Por muito que alguns grupos e/ou artistas tenham tentado este tipo de conceito,  poucos ou ninguém o conseguiu desempenhar tão bem quanto o Kang Daniel neste comeback.

Esta música fala sobre ansiedade, medo, pesadelos e todas estas são coisas que são perfeitamente retratadas neste MV.

Quanto à música em si, gostei bastante do instrumental. Considero que isto está no ritmo mais acertado para o que é pretendido atingir. Sinto que o Kang Daniel canta “PARANOIA” de uma forma que se enquadra com o conceito, na parte do refrão acentua a voz como aviso sobre o que foi descrevendo ao longo da música, num tom mais “calmo” e “composto”. Acho que também é de referir um subtil mas tão eficaz grito que é acrescentado quando ele canta “Don’t you look behind!“.

 

PIXY – Wings


 

As PIXY conseguiram trazer de volta um conceito de fantasia que há algum tempo que não era visto. No entanto, em vez de um sonho, é mais um pesadelo.

É estreia delas e vieram com as armas pesadas. Apesar de um pré-refrão melódico, o refrão é audaz, agressivo e inovador. Aquele grito, fica extremamente bem e combina com o conceito.

Acho que as PIXY tiveram uma estreia excelente. “Wings” é uma ótima música de estreia, resta saber se vão dar continuidade a este conceito. Pelo bem da diversidade e para que se continuem a destacar como o fizeram desta vez, que dêem continuidade.

 

I.M – God Damn


 

O instrumental é muito bom com um bass excelente e aparentemente um pouco distorcido, principalmente no refrão.

Apesar de começar algo lento, o ritmo começa a acentuar-se após o primeiro drop. O título deste mini álbum está bem retratado nesta música, graças à sua proficiência em inglês que lhe permite trocar entre as duas línguas, do nada.

O MV é bastante trippy! Num ambiente de festa, o I.M aparenta estar demasiado sob a influência do seu desejo por alguém, tanto que parece meio desorientado no meio de tanta gente.

 

SHINee – Don’t Call Me


 

Finalmente um comeback dos SHINee. Com 3/4 dos SHINee fora do exército, pode ser que tenhamos um par de lançamentos antes que seja a altura do Taemin fechar o serviço militar obrigatório para o grupo masculino.

Durante o MV todos os membros aproveitam o seu tempo a solo ao máximo, gostei especialmente do segmento do Minho. O rap dele está fenomenal, sinto que até a sua expressão facial se enquadra com o rap.

A coreografia é super cativante e cada membro tem o seu momento para brilhar. O carisma pessoal de cada membro ajuda bastante a fazer a coreografia sobressair. Até ao momento esta é uma das minhas coreografias preferidas do ano.

Adorei este lançamento, os SHINee são um dos meus grupos favoritos e realmente não desiludem.

 

Sunmi – Tail


 

Um vídeo com uma mescla de provocação, sedução e loucura.

Penso que o foco principal da Sunmi para este lançamento foi o impacto visual, em vez da própria música em si, que acaba por acentuar o efeito provocador.

A música “Tail” faz-me lembrar da Catwoman, muito pelo estilo do vestuário da Sunmi e a própria coreografia.

Não tenho a certeza se este MV será assim tão transmitido por vários fatores conhecidos, entre eles o vídeo provocador, a própria Sunmi que consegue ser +18 em alguns momentos.

Apesar de tudo, a música é fantástica e fomos capazes de ver um novo lado da artista.

 

GOT7 – ENCORE


 

Eis que após a sua saída da JYP, eles lançaram mais uma música para todos nós que já sentíamos saudades! Um ótimo presente para os Ahgase e todos os fãs dos GOT7. Escrita e co-produzida pelo membro Jinyoung, faço-lhe uma vénia.

Esta balada com uma pitada de R&B parece uma carta de amor escrita aos fãs (algo que não é inédito nos lançamentos dos GOT7 pois é notório o seu amor pelo fandom).

Esta faixa permite-nos ouvir as vozes carregadas de emoção dos membros enquanto o Mark e o BamBam acompanhavam com raps suaves, mas incríveis.

Pelo que li, os membros optaram por utilizar gravações dos bastidores para o seu MV pois o Mark estaria indisponível para gravar devido à sua viagem para Los Angeles, o que levou a que a Warner Coreia tenha decidido lançar o videoclip com as tais gravações.

 

WEi – All Or Nothing


 

Isto é uma grande mudança de som quando comparado com a faixa principal de estreia “Twilight“, no entanto, prefiro muito mais este lançamento. Aparenta ser muito mais o estilo certo para o grupo. Com uma instrumental impactante desde o início, considero que esta é que deveria ser a faixa de estreia dos WEi, mas percebo o porque de terem feito esta música o primeiro comeback do grupo.

Na minha opinião, uma coisa que é mais importante do que a estreia (isto se essa for uma boa estreia), é o primeiro comeback. Digo isto pois um bom seguimento à estreia, a meu ver, é fundamental para a criação de estabilidade para o grupo e é uma ajuda ao crescente fandom de um grupo.

O MV está super bem feito, com cenários um pouco edgy.

 

Wonho – Lose


 

Com um estilo algo similar à música de estreia “Open Mind“, o Wonho parece ter já definido o estilo, desde a sua estreia, o que é bom, pois já sabemos um pouco o que esperar em futuros lançamento. No entanto, estar à espera de algo é uma coisa que Wonho não permite que consigamos fazer.

Com o fator sex-appeal do Wonho sempre presente e um contínuo fake drop, refrão após refrão, a música “Lose” é tão boa que até dói. O contínuo engano com que somos defrontados quando esperamos uma evolução mais profunda à entrada para o refrão, é algo que é feito de uma forma fenomenal. Seguindo as palavras da minha colega Nina aqui no ptAnime, a palavra chave para esta faixa principal é contenção. Sei que pode ser difícil de compreender quando falamos no Wonho, porque basta ver os seus MVs para levantar logo a sobrancelha em sinal de desconfiança, mas acredito que essa é uma definição muito acertada para este lançamento.

 

Podem ouvir todas as músicas desta lista no Spotify (inclui mais sugestões para além das mencionadas acima):

 

E damos por concluída a lista relativa a fevereiro de 2021! Concordam com as minhas escolhas?

Até ao próximo mês!

 

>> Para mais notícias sobre K-pop, cliquem AQUI

 

Artigo Relacionado:

K-Pop – O Melhor do Mês de Janeiro de 2021

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.