K-Pop – O Melhor do Mês de Maio de 2021

por Baltas
K-Pop – O Melhor do Mês de Maio de 2021

Com um maio cheio de lançamentos, passamos bons tempos e achei que este mês passou particularmente rápido. Assistimos a regressos muito aguardados, tais como estreias fantásticas.

Como já é norma, o artigo é constituído por 10 entradas, sem qualquer ordenação, apenas listando os lançamentos de maio que considero serem os melhores. Obviamente, poderão haver omissões que são escandalosas para vocês, mas espero que compreendam.

Sem mais demoras, deixo-vos aqui 10 recomendações relativas a este mês!

 


>> Para mais notícias sobre K-pop, clica AQUI! <<


 

K-Pop – O Melhor do Mês de Maio de 2021

 

Highlight – Not The End


 

Após alguns anos de serviço militar, os Highlight estão de volta! Mesmo tendo passado por mudanças no alinhamento, o (a partir de agora) quarteto afirma que não é fim do grupo, algo que se nota bem no refrão.

Gosto do conceito de sonho e elegante que eles optaram para este regresso, penso que se enquadra com um comeback após bastante tempo e deixa os fãs a poderem esperar por mais.

Toda a música é bastante boa, mas o que mais me cativa foi a parte inicial do refrão, onde, com poucas palavras e deixando-se guiar mais pela instrumental, os Highlight conseguem ser verdadeiramente impactantes.

 

aespa – Next Level


 

As aespa estão de volta com mais um single. Para quem achar que reconhece esta música de algum lado, é porque é um remake da OST do filme “Velocidade Furiosa: Hobbs & Shaw“. Apesar de passar por algumas alterações (totalmente naturais) feitas pela SM, nota-se algumas semelhanças.

Apesar desta faixa ter sido alvo de alguma crítica, gostei bastante das mudanças de som que foram introduzidas. Acho que começa a ser algo natural na SM. Já o fizeram com os NCT e com as Red Velvet (os que me recordo mais facilmente).

Penso que o que deixa este comeback um passo acima dos dois lançamentos anteriores das aespa é que neste temos a possibilidade de ouvir a qualidade de rap da Giselle e da Karina e a capacidade vocal da Winter e da NingNing. O quarteto demonstra uma qualidade e potencial inegáveis.

Recomendo calma com este grupo. Elas vão chegar longe, é preciso paciência.

 

BTS – Butter


 

Os BTS parecem decididos em controlar o mercado americano e “Butter” parece seguir o mesmo caminho de “Dynamite” e talvez até chegar mais longe.

Com um bass poderoso (e constante) ao início e a caminhar rapidamente para o refrão, esta música tem tudo para tomar conta do verão deste ano. Penso que apesar de acrescentar alguns aspetos e focar-se mais no EDM e dança, “Butter” acaba por não fugir muito do caminho que a “Dynamite” estava a fugir.

“Dynamite” dominou 2020, irá “Butter” dominar 2021? É um cenário, a meu ver, bastante provável pois conta com vários pontos a seu favor, entre eles, é uma música cativante, viciante e incentiva a cantar e dançar. Basicamente o pretendido para um êxito.

 

Taemin – Advice


 

O último lançamento do Taemin antes do seu alistamento.

Penso que o Taemin está a andar por um caminho totalmente diferente de todos os outros no mundo do K-Pop. A meu ver está a criar um estilo próprio, algo que temos conseguido notar através dos seus lançamentos recentes (“Criminal” e “IDEA“). Tenho visto uma nota artística crescente, com coreografia característica para este artista.

Esta parece ser a primeira tentativa do Taemin para um som com mais características de hip hop, algo que se pode notar pelo instrumental e até pela própria maneira como canta. Acho mesmo que se assemelha um pouco à parte de rap do Minho na música “Don’t Call Me“, dos SHINee.

Apesar de não ter o sucesso de vendas ou visualizações de outros artistas a solo, considero que o Taemin é um dos melhores solistas atualmente e de sempre, em todo o K-Pop.

Obrigado Taemin. Regressa com saúde, esperamos por ti!

 

PIXY – Let Me Know


 

Após uma estreia fantástica com “Wings“, as PIXY estão de volta.

O grupo feminino opta por uma construção crescente, mas lenta, até ao refrão que leva a algo agressivo e aguerrido. Gosto bastante do refrão.

Algo que me cativa neste grupo é o conceito de fantasia, com um toque mais obscuro. Algo que não é muito feito e penso que as PIXY podem chegar longe com isto e têm muito por onde explorar.

O único ponto negativo que tenho relativamente a “Let Me Know”, apesar de ser uma faixa ótima, é a falta de um momento explosivo, tal como houve na estreia com “Wings”.

Estou ansioso por ver o que estas raparigas fazem a seguir.

 

TO1 – Son of Beast


 

O primeiro comeback desde que este grupo passou por uma “reestruturação“, tendo mudado de nome, logótipo, gerência, etc.

Depois de uma ótima estreia com “Magnolia” mas um 1º comeback algo desapontante (pelo menos para mim), com “Count 1,2”, eles voltaram finalmente com “Son of Beast“.

Optam por um conceito de pilotos/equipa de pit stop, que desempenharam tudo muito bem! Adoro a música e, mais especificamente, as porções de rap do Chihoon e do J.You. Acho o refrão fantástico, não passa por uma alteração profunda da música pré e pós refrão, acrescenta um bass distorcido que fica bem com o refrão.

Ficarei à espera de um bom seguimento para este lançamento.

 

Oh My Girl – Dun Dun Dance


 

Apesar de ser um fã das Oh My Girl e ter gostado da “Dun Dun Dance”, sinto que ficou um passo abaixo daNonstop“. Acho que faltou algo nesta música para o mega sucesso que foi a faixa principal anterior. Talvez um pouco mais de energia, quem sabe.

Também é verdade que devido à “Nonstop”, as expectativas para o próximo comeback das Oh My Girl ficaram muitíssimo altas e a maioria das pessoas pode não ter ficado tão satisfeita com este lançamento, quanto o esperado.

No entanto, mesmo com tudo isto, “Dun Dun Dance” consegue ser uma música ótima, misturando o som o típico de uma faixa pop com pequenos “excertos” de disco. Algo bastante constante nos MVs deste grupo feminino é o efeito enternecedor que todas conseguem exercer para com os espetadores.

Não se pode agradar a toda a gente. Aguardo com muita expectativa, o próximo lançamento destas raparigas fantásticas.

 

JAY B – Switch It Up


 

O primeiro lançamento oficial a solo do membro e líder dos GOT7, o JB (ou agora conhecido como JAY B), desde que saiu da JYP e assinou pela H1GHR MUSIC. O JAY B sempre foi aquele membro que me chamou mais à atenção nos GOT7, por diversos fatores (que deixarei para uma outra altura), por isso fiquei muito contente por saber que ele poderia finalmente promover o seu trabalho a solo.

Penso que a música “Switch It Up” é o início do verdadeiro Lim Jae Beom e poderemos conhecer melhor os gostos e preferências musicais deste artista.

Esta música foi produzida por Cha Cha Malone, que trabalhou anteriormente em músicas como “Ride or Die” do álbum de estreia a solo do Kai (dos EXO). Ele tem criado uma boa reputação dentro da indústria e percebo porquê.

Uma faixa R&B com uma batida trap, “Switch It Up” é acompanhada pelos vocais incríveis do Jay B. A participação do rapper sokodomo, apesar de boa, achei algo cómica (não no mau sentido), pela forma como ele atua no MV e até de certa forma, pelo próprio rap.

 

WJSN THE BLACK – Easy


 

A faixa de estreia da nova unit das WJSN. Elas deixaram-nos de rastos com um lançamento elegante, sedutor e tão eficaz.

Tenho a dizer que adoro este lançamento. Um conceito maduro, elegante, groovy. A unit conquistou-me apenas com esta música (nunca conheci muito das WJSN mas sei que o mais próximo que tiveram deste tipo de conceito foi o mais recente comeback de grupo completo, “Unnatural“).

A nível vocal, todas as membros tiveram chance de demonstrar a sua capacidade, incluindo a líder Exy (uma rapper) e por falar nela, a porção de rap dela está absolutamente fantástica. Podemos ver uma Exy arrojada, matadora, sem nada a segurá-la.

A própria coreografia está muito boa e faz uso da melodia para acrescentar um pouco de picante a uma faixa que, em si, já deixou os nossos corações a arder.

Mais disto, por favor!

 

ONEUS – BLACK MIRROR


 

Os ONEUS estão de volta com um novo lançamento bastante animador e cheio de energia. Esta faixa faz-nos lembrar um pouco da “BBUSYEO“, mas melhor executada.

A tentativa de uma imagem à Michael Jackson por parte destes rapazes correu bastante bem.

Estou a ver um aspeto que se está a começar a tornar numa tendência recente e esse é o uso de um estilo de som mais disco. Isto pode correr bem, dependendo do resultado final e “Black Mirror” é sem dúvida o exemplo deste estilo construído exemplarmente.

O guarda-roupa escolhido para este MV está muito bom apesar de achar um pouco de mais em algumas ocasiões, muito por culpa dos adereços nos casacos.

Quanto ao desempenho dos membros, não tenho nada em particular a dizer, penso que houve uma distribuição satisfatória do tempo (não sendo de todo a melhor que já vi) e todos se demonstraram capazes de executar perfeitamente este estilo e conceito.

 


 

Podem ouvir todas as músicas desta lista no Spotify (inclui mais sugestões para além das mencionadas acima):

 

E damos por concluída a lista relativa a maio de 2021! Concordam com as minhas escolhas?

Até ao próximo mês!

 

>> Para mais notícias sobre K-pop, cliquem AQUI

 

Artigo Relacionado:

K-Pop – O Melhor do Mês de Abril de 2021

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.