Kakigori – Um “doce” para o Verão japonês

por Inês Marques
kakigori

Quando o calor aperta com a chegada do verão e se começam a preparar diversos matsuri pelo Japão fora, algo que nunca pode faltar é a venda de kakigori (かき氷 kakigōri). Esta espécie de “sobremesa” é bastante simples, tratando-se apenas de gelo raspado, com um xarope doce vertido por cima.

A partir do site Inhamamatsu.com, podemos ficar a conhecer um pouco da sua história. A sua origem parece remontar pelo menos até a meados da era Heian (794-1185), havendo uma referência a kakigori no famoso Livro de Cabeceira (枕草子makura no sōshi), da autoria da dama da corte Sei Shonagon (966?-1017?). Nesses tempos remotos, seria um luxo apenas acessível à nobreza, pois era feito de gelo recolhido nas montanhas durante o inverno e armazenado até ser consumido. O seu acesso foi facilitado às massas já no período Meiji, quando um empresário de Hokkaido conseguiu suceder no transporte de gelo desde Hakodate até Yokohama. A primeira loja de kakigori terá aberto ao público em Kanagawa, no ano de 1872.

 

kakigori maquina

Kakigori preparado de maneira tradicional.

 

Hoje em dia, para raspar o gelo são usadas máquinas específicas, que geralmente são manuais. Colocando no seu interior um bloco de gelo e dando à manivela, o dito bloco vai sendo raspado para um copo ou taça. O uso destes aparelhos é tão generalizado que se podem encontrar versões com várias mascotes e personagens famosas, como a Hello Kitty, Doraemon e Anpanman.

 

kakigori maquina chopperman

Máquinas com personagens, como o Chopper de One Piece, são feitas para uso doméstico.

 

Para o xarope colocado por cima, existem diversos sabores. Os mais tradicionais são, por exemplo, morango, melão, cereja, chá verde, e o chamado Blue Hawaii. Existem muitos outros, mais “modernos”, e em alguns locais podem juntar dois ou mais sabores no mesmo copo de gelo. O kakigori é comido com a ajuda de uma palhinha, que numa das extremidades se assemelha a uma colher.

A qualidade do kakigori depende principalmente de dois factores. Primeiro, o modo como o gelo é raspado: pedaços muito grosseiros não são agradáveis como uma consistência mais suave, como neve. Segundo, a confeção do xarope: se é demasiado doce, ou pegajoso, etc. O preço varia muito consoante não só a qualidade como com o vendedor, mas cada copo não custa menos de 200 ienes (€1.70), o que, para os padrões japoneses, não é nada caro.

 

kakigori bandeira

Esta bandeira, com o kanji de “gelo”, assinala pontos de venda desta iguaria!

 

Se visitarem o Japão na altura do verão, não hesitem e experimentem refrescar-se com este “doce” típico. Apesar de simples, é bastante eficaz para combater o calor!

 

0 comentário

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.