Kimetsu no Yaiba – Editor-Chefe da Jump explica Sucesso Incomum

por Usagi Wright
Kimetsu no Yaiba - Editor-Chefe da Jump explica Sucesso Incomum

O editor-chefe da Weekly Shonen Jump, Hiroyuki Nakano, esteve à conversa com a revista de entretenimento Nikkei Entertainment sobre as tendências atuais do manga. Um dos principais tópicos de discussão foi a obra Kimetsu no Yaiba (Demon Slayer) e o seu sucesso repentino na segunda metade de 2019.

 

Kimetsu no Yaiba – Editor-Chefe da Jump explica Sucesso Incomum

 

Normalmente, um manga vende gradualmente mais cópias durante a exibição do anime, porém as vendas de Deon Slayer: Kimetsu no Yaiba dispararam logo após o fim do anime.

Disse ele, indicando que um grande número de pessoas viu o anime através de serviços de streaming depois dele ter terminado e não semanalmente.

 

A maneira como as pessoas interagem com o anime mudou e eu sinto que entramos numa nova fase.

 

Hiroyuki Nakano também mencionou que hoje em dia leva mais tempo para uma série manga, que está a ser publicada na Weekly Shonen Jump, tornar-se num sucesso. Neste caso, Kimetsu no Yaiba começou a ser publicado em 2016, mas apenas se tornou num hit em 2019.

 

Existem mais publicações de manga e meios digitais hoje em dia, então há mais canais para encontrar mangas ao nosso gosto. Não importa quão grande um manga seja, ele não se tornará num sucesso apenas porque foi publicado na Jump.

 

 

Até então, Demon Slayer dependia do “boca a boca” gerado após a transmissão do anime, argumentou Hiroyuki Nakano. Ao longo da história da revista, a Jump contou com pesquisas de leitores para avaliar o sucesso dos seus títulos. O editor-chefe disse que este sistema de “valorizar o sangue novo” é o que permitiu à Jump produzir mangas “de ponta” para a época. Ele também destacou o sucesso global de One Piece como um fator positivo na produção de novos hits para a revista, porque isso dá aos recém-chegados um objetivo distinto pelo qual lutar.

Este ano, Hiroyuki Nakano afirma que a Jump ainda não possui hits suficientes, embora destaque Chainsaw Man
e Act-age como títulos nos quais tem grandes expetativas, descrevendo o departamento editorial da Jump como “desesperado para criar o próximo sucesso”. Concluiu dizendo que a revista lançou três novos títulos em janeiro, mas “não seria a Jump se nenhum deles se tornasse um grande sucesso”.

 

13ª Edição dos Manga Taisho Awards revela 12 Nomeados

“Chainsaw Man” de FUJIMOTO

 

Desde a estreia no dia 4 de fevereiro de 2020 do 19º volume do manga, a franquia como um todo (incluindo lançamentos impressos e digitais) tem 40 milhões de cópias em circulação.

A Shueisha revelou em novembro passado que a série foi o segundo manga mais vendido da empresa em 2019, perdendo apenas para One Piece. Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba vendeu 10.8 milhões de volumes desde 19 de novembro de 2018 a 17 de novembro de 2019. Enquanto isso, One Piece vendeu 12.7 milhões de volumes durante o mesmo período. A Shueisha não especificou se estes números incluem as vendas digitais.

Gotouge-sensei lançou Kimetsu no Yaiba na Weekly Shonen Jump (Shueisha) em fevereiro de 2016. A Viz Media está a publicar o manga em inglês, em formato impresso e digital.

O manga inspirou uma adaptação anime que estreou a 6 e abril de 2019. O seu 26º e último episódio foi transmitido a 28 de setembro de 2019.

 


 

Conhece a nossa Loja ptAnime! 🙂


 

>> Para mais Notícias sobre Kimetsu no Yaiba, Clica AQUI

 


Artigos Relacionados

Porque sou fã de Demon Slayer

Kimetsu no Yaiba é 1º Manga a ocupar todo o TOP 10 Semanal no Japão


 

Fonte: Anime News Network

 

0 comentário


Loading...

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.