Kingdom: Legendary War – primeira ronda de atuações

por Nayuki
Kingdom: Legendary War - primeira ronda de atuações

Kindgom: Legendary War, o novo programa da Mnet trouxe-nos a primeira ronda de atuações!

O primeiro episódio foi focado na apresentação dos seis grupos participantes e na explicação das regras do programa. Existirão quatro rondas e os grupos serão avaliados consoante os seguintes critérios:

      • Avaliação dos próprios concorrentes – 25%
      • Opinião de um painel composto por 30 experts30%
      • Votos do público coreano e do público internacional – 40%
      • Visualizações nos vídeos das atuações – 10%

Apesar disso, os votos na final serão contados de forma diferente – ainda não revelada. O prémio desta edição será uma “Kingdom Week”, dando a possibilidade ao vencedor de ter o seu próprio programa na emissora.

A estreia deu-se com uma ronda chamada “Meet and Greet”, onde os grupos tiveram 100 segundos para apresentar o seu principal hit.

Como os IKON foram o grupo mais votado como possível vencedor pelos outros, foram os últimos a atuar e escolheram quem devia abrir o programa.

 

Critérios de avaliação Kingdom: Legendary War - primeira ronda de atuações Critérios de avaliação

Critérios de avaliação

 

 

Kingdom: Legendary War – primeira ronda de atuações

ATEEZ foi então a primeira atuação da noite, trazendo uma versão diferente da icónica Wave. Apesar de terem tido alguns problemas com os ângulos de gravação nos ensaios, a atuação deu-se sem qualquer problema.

 

Os ATEEZ decidiram que em seguida seria a vez dos veteranos BTOB se apresentarem. O grupo da Cube Entertainment com quase 10 anos de carreira deu-nos uma atuação mais focada no vocal. Vale relembrar que dos seis integrantes, apenas quatro estão no programa – Hyunsik e o maknae Sungjae encontram-se no exército.

 

 

Os SF9 trouxeram-nos a música que lhes rendeu a primeira win e boas posições nos charts coreanos. O visual e lead vocalist Rowoon esteve no programa, mas não se apresentou, já que está lesionado nas costas. Fica aqui a minha nota de repúdio à forma como a Mnet falou deste grupo, resumindo-o a “integrantes bonitos e altos”.

 

 

Os Stray Kids apresentaram uma nova versão de Miroh. Assim como os Ateez, estes também enfrentaram algumas dificuldades durante os ensaios. Foi simpático da parte da MNET mostrar o quão unidos são os integrantes fora dos palcos.

 

 

Os vencedores do Road to Kingdom, The Boyz, interpretaram Stealer com um grande foco no integrante Juyeon. Apesar de serem o boy group menos popular da edição, os outros concorrentes mostraram-se ansiosos em relação a eles.

 

 

Por último tivemos – a meu ver – a última e a melhor performance da noite. Os IKON dispensam apresentações e mostraram o porquê de terem sido, durante vários anos, um dos principais nomes da indústria.

 

 

Algumas ausências notórias e os primeiros resultados

Infelizmente o Kingdom vai decorrer com a ausência de alguns nomes conhecidos. O Hyunjin, visual e main dancer dos Stray Kids, participou na primeira atuação mas deverá ficar afastado do programa devido às recentes polémicas envolvendo bullying.

Mingi, a voz mais marcante dos Ateez, entrou em hiatus em Novembro de 2020 devido a episódios de ansiedade. Sendo assim é provável que não o tenhamos no pograma.

Quanto à lesão de Rowoon, não é possível determinar se ele vai ou não participar nas performances daqui para a frente. Já não é novidade o facto de se lesionar nas costas. Motivo esse que o fez abandonar as promoções de Summer Breeze no verão do ano passado.

No fim do programa foram revelados alguns dos primeiros resultados. Ateez ficou em quinto lugar, seguindo-se SF9 e BTOB, em quarto e terceiro lugar respetivamente. Fica então por apurar o último classificado e os principais nomes da primeira ronda.

 

Kingdom: Legendary War | Algumas considerações

Devo confessar que não gostei particularmente do tom competitivo com que a Mnet decidiu narrar o programa. Não senti o mesmo no Queendom e a meu ver isto acontece porque, no geral, as fan bases de grupos masculinos são mais infláveis.

É obvio que ficar em primeiro lugar é o principal objetivo. No entanto, olhando para o que aconteceu aos grupos que participaram no Queendom, a jornada em si pode ser mais importante que a vitória. Exemplo disso são as Oh My Girl, que conquistando o segundo lugar, tiveram o maior crescimento em termos de números.

 


>> Para mais notícias sobre K-pop, clica AQUI! <<


 

Artigos relacionados

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.