Kuroshitsuji Movie Book of the Atlantic – Análise

por Raquel Cupertino
Kuroshitsuji Movie Book of the Atlantic - Análise

 

Depois do mistério envolvente de Kuroshitsuji Book of Murder, eis uma das adaptações mais aguardadas de 2017: Kuroshitsuji Book of the Atlantic.

Como fã, há muito que esperava pela continuidade da franquia. Não sabia o que esperar uma vez que não sigo o manga mas, pelos trailers (que aconselho vivamente a NÃO ASSISTIREM A NENHUM), este filme prometia ser repleto de surpresas!

 

Kuroshitsuji Movie Book of the Atlantic – Análise
Kuroshitsuji Movie Book of the Atlantic - Análise

Undertaker proíbe-vos de assistir aos trailers!

 

Kuroshitsuji Movie Book of the Atlantic – O regresso da franquia

E agora passo a explicar o porquê de não aconselhar assistir aos trailers: são repletos de spoilers e não necessitam deles para se convencerem a assistir – muito pelo contrário. Algumas das cenas em 3D podem, inclusive, causar alguma alergia aos mais sensíveis a esse tipo de animação em simultâneo com o 2D.

 

Kuroshitsuji Movie Book of the Atlantic - Análise

 

Agora, quanto ao assistir ao filme: SIM, VEJAM!

E os motivos são simples: este filme é a cara da franquia a todos os níveis! A qualidade é palpável em todos os parâmetros que tanto caracterizam Kuroshitsuji (drama, comédia, tragédia, ambiente, etc), tudo foi desenvolvido na perfeição (ou, pelo menos, próximo disso).

Além do mais, tal como Book of Circus e Book of Murder, também Book of the Atlantic segue a manga original (Luxury Liner Arc) sendo, por isso, uma sequela direta dos acontecimentos retratados na série anterior.

 

Kuroshitsuji Movie Book of the Atlantic - Análise

Empatia :’)

 

Em termos de desenvolvimento do enredo, este é coeso e o ritmo narrativo é brilhantemente adequado ao aglutinado de mistério-comédia-sobrenatural. A premissa é explicada in media rés, sendo frequentes as analepses para nos contextualizarem decisões de personagens ou situações, como por exemplo, o porquê da viagem do barco. Ainda neste ponto, é interessante referir que mesmo com os saltos temporais, as ideias não são reveladas descaradamente mas sim através de camadas de interpretação, cujo os fãs da franquia poderão absorver.

 

Kuroshitsuji Movie Book of the Atlantic - Análise

I can put out my hands too, Sebastian…

 

Assim por alto e sem SPOILERS é isto… Agora falando para os fãs da franquia:

É um filme excelente! Nem imaginam o quanto me arrependi de ter assistido aos trailers (por curiosidade e porque estive a noticiá-los)! Possuem demasiada informação, inclusive momentos cruciais do filme que nos deixam de queixo caído! Do tipo, quando pensamos que as personagens não nos podem surpreender mais… oh wait! Personagens (em particular uma personagem) que acreditamos não serem nada de especial são, na verdade, à imagem do Ciel (incríveis e complexas) – não ficando nada atrás em termos de poderio bélico e não só….

Depois, toda a apresentação, construção e desconstrução dessas personagens é feita de forma tão mas tão bonita e completa que ficamos: damn eles sabem o que fazem!

Personagens como a Madam Red da primeira série de Kuroshitsuji, ou mesmo o Undertaker que vem surgindo ao longo da franquia, tudo isso regressa como peças de um puzzle.

 

 

Posto isto, e como devem imaginar, não é de todo aconselhável assistir a Book of the Atlantic sem nos recordarmos relativamente bem dos acontecimentos e personagens da primeira temporada e da série Book of Circus. Não há cuidado algum em apresentar as personagens porque o filme é uma sequela, e não escondem isso. Claro que a história é completamente original e sem ligação com nenhum dos anteriores arcs, contudo as personagens e o enredo base mantêm-se.

Assim em jeito de resumo e para compreenderem melhor PARTE da importância deste filme e dando uma dica-spoiler: ficamos a conhecer o período de tempo entre o contrato de Ciel com Sebastian e a condecoração de Ciel. Entre outras coisas que não posso mesmo contar!

 

Kuroshitsuji Movie Book of the Atlantic - Análise

E depois temos o Grell a ser Grell e mais não digo… Oh espera, adicionem o Snake que a coisa melhora!

 

Se depois de tudo o que disse ainda não vos convenci, eis o checkmate final: a animação! 

 

3D vs 2D – Estranha-se mas depois entranha-se

Acima referi que o 3D mesclado com o 2D poderia causar alergia aos mais sensíveis. É verdade que os primeiros 30 minutos de filme causam bastante estranheza uma vez que passam de 100% 3D para 2D fluido. Não vou dizer que é uma transição excelente dado que é tão abrupta que corta a experiência cinematográfica. Felizmente, à medida que a história desenvolve passamos a vê-la com menos destaque (ou simplesmente ficamos mais calejados na sua presença), passando quase despercebida. Ainda assim, algumas cenas ficariam SEM DÚVIDA ALGUMA melhor em 2D.

 

Kuroshitsuji Movie Book of the Atlantic - Análise

2D é mágico <3

 

Tudo o resto é incrível! O design da animação varia de acordo com o momento da história, há cenas que simplesmente parecem retiradas de outro filme. Outro ponto que achei bastante interessante foi a utilização de vários ângulos do mesmo momento, dando força ao drama e mistério por detrás da cena.

 

Kuroshitsuji Movie Book of the Atlantic - Análise

Yes, my Lord!

Enfim, não há nada de “mau” neste departamento. Como já é hábito nesta franquia, tudo é ridiculamente bom! Fotografia, iluminação, coloração e indumentária, perfeitamente enquadrados com a época em questão – até nas diferentes classes sociais!!

Quem é que se dá a esse trabalho todo?! Kuroshitsuji, é claro! Mesmo a banda sonora, apesar de não ter sido nada de incrível quando comparado com Book of Circus, possui sonoridades orquestradas perfeitamente em sintonia com os momentos em que deveria existir som de fundo.

 

Kuroshitsuji Movie Book of the Atlantic - Análise

 

10 razões para assistir Kuroshitsuji Movie Book of the Atlantic

Em suma, se são fãs da franquia: ASSISTAM! As razões são simples, o texto já vai longo, vou por isso enumerá-las:

  1. É uma sequela de Kuroshitsuji Book of Circus;
  2. Faz parte da história original (manga);
  3. Possui informações interessantes sobre o passado entre Ciel e Sebastian;
  4. Apresenta-nos a família Midford;
  5. Abre o leque sobre o futuro da franquia;
  6. Surpresas fantásticas;
  7. Sebastian;
  8. Grell + Sebastian;
  9. Titanic versão Kuroshitsuji;
  10. Yes, my Lord.

 

Kuroshitsuji Movie Book of the Atlantic - Análise

 

0 comentário

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.