Kyoto Animation – Suspeito detido 10 meses após Incêndio

por João Simões
Kyoto Animation - Doações irão para as Vítimas e suas Famílias

Aoba Shinji, o homem de 42 anos suspeito de fogo posto no estúdio da Kyoto Animation a 18 de Julho de 2019, foi detido no hospital onde estava a receber tratamento para queimaduras em todo o corpo. As autoridades realizaram a transferência do suspeito para a esquadra Fushimi, onde está a ser submetido a interrogatório.

A Kyoto Animation emitiu um comunicado na manhã de quarta-feira (28 de Maio de 2020), no qual mencionava que “não tinham nada a dizer ao suspeito” e que “as suas acções e os resultados falam por si”.

O estúdio adiantou:

Não importa a desculpa que o suspeito possa dar pelas suas acções, não importa que palavras de remorso possam ser ditas, nada poderá trazer de volta as vidas perdidas, nem nada poderá curar os nossos colegas feridos.

As famílias e os amigos das vítimas têm de enfrentar uma realidade irreversível e nós estamos a fazer o mesmo.

 

A Kyoto Animation acredita que a polícia vai aplicar uma pena equivalente ao crime cometido, dentro daquilo que a lei permite.

 

Kyoto Animation - Suspeito detido 10 meses após Incêndio

 

Depois de vários médicos terem sido consultados, a polícia decidiu esperar que o suspeito recuperasse o suficiente para poder participar na investigação, antes de procederem à aplicação da pena. Para além disso, a polícia teve ainda que considerar a situação de estado de emergência do Japão.

 


Um total de 70 pessoas estava dentro do edifício no dia da tragédia, das quais 36 faleceram e 34 ficaram feridas (incluindo o suspeito).

 

Kyoto Animation - Suspeito detido 10 meses após Incêndio

 


Kyoto Animation – Atualização Pós-Incêndio [Notícias]

Kyoto Animation – Comunicados e Doações

Incêndio na Kyoto Animation!


 

Fonte: Anime News Network | Kyoto Animation Facebook

 

0 comentário


Loading...

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.