Made in Abyss – Opinião Episódio 5

7 Agosto, 2017  Por Usagi Wright
4



>>> ESTE ARTIGO CONTÉM SPOILERS <<<


 

E finalmente, tal como se antecipou na última análise, a aventura efetivamente começou!

 

made in abyss - opinião episódio 5

 

Não foi preciso muito para eu começar a ver o que verdadeiramente estava à espera quando comecei a analisar este anime: sangue! E ele apareceu, pouco mas apareceu. Pergunto-me se no manga será mais dark do que o anime demonstrou? Alguém que aí seja seguidor do manga e me possa esclarecer este pormenor?

No entanto, com pouco ou muito líquido vermelho, o episódio demonstrou um “andamento” claramente diferente do episódio 4. Enquanto que o episódio anterior permitiu um ambiente mais calmo e focado na interação dos personagens enquanto desbravavam a primeira camada do abismo, o episódio 5 foi todo ele cheio de ação, tensão, drama e mais de acordo com os meus gostos, confesso.

Admito que fiquei surpresa e de boca aberta quando apareceu aquele animal a comer um Cave Raider! Mas a verdade é que ali, tu passas realmente de predador a presa e tens de estar sempre em alerta.

 

made in abyss - opinião episódio 5

 

Como se pôde ver, os animais continuam a ter um design diferente do resto do ambiente, o que continuo a considerar excelente. Estamos num sítio desconhecido e “inacessível”, o mais normal é estes possuírem silhuetas igualmente estranhas.

 

made in abyss - opinião episódio 5

Apesar deste olho parecer outra coisa…

 

made in abyss - opinião episódio 5

 

Falando do ambiente e do design, a parte em que o Regu dispara o seu “incinerator ficou extremamente bem conseguida, em consistência, cores e drama atribuído à cena. Aliás, nada apontar novamente ao estúdio no quesito “animação” que continua com o excelente trabalho desde o primeiro episódio.

 

made in abyss - opinião episódio 5

 

Algo que também penso que tenha ficado bem cimentado neste episódio 5, foi a dualidade entre a Riko e o Regu e o demonstrar de como eles precisam um do outro para conseguirem seguir em frente.

Por um lado, a Riko é fisicamente fraca vemos que sem o Regu esta já teria sido morta, enquanto que ele é poderoso e consegue fazer frente ao perigos. Pelo outro, o Regu possui uma mentalidade mais “depressiva”, vê-se que este perde-se em pensamentos sobre “quem sou eu afinal?” e tem uma visão mais redutora e pessimista, já a Riko é ingénua e extremamente optimista, acabando por o contagiar.

Na verdade, ficou provado que os dois só conseguirão atingir o seu objetivo, em equipa.

 

made in abyss - opinião episódio 5

 

Um pormenor também interessante e que caracteriza bem este anime, foi a menção da existência do “canibalismo indireto” por parte das crianças do orfanato. Como tudo em geral, algo tão macabro foi envolto num manto de normalidade, aceitação e até incentivo. Tenho percebido que temas como morte e violência são fenómenos bem encarados naquela sociedade e tidos como algo corrente do dia a dia, até pelas crianças.

 

made in abyss - opinião episódio 5

 

O questionamento do Regu sobre “quem é” e o “que faz ali” também tem sido interessante. Tudo nos leva a crer que o mesmo tenha sido um humano mas que foi alterado com peças de robot, uma vez que ele possui sentimentos e pensamentos “humanos” mas não as caraterísticas físicas (viu-se quando ele deu a sua capa à Riko). Eu assumo que a explicação não seja tão óbvia, porque já foi possível a toda a gente deduzir o mesmo que eu. Uma surpresa neste quesito seria bem-vinda.

Quanto à Ozen, tudo indicava que ela fosse a “personagem principal” do episódio, o que não aconteceu. Uma vez que este assunto foi deixado para outro episódio, penso que possa significar que as coisas com ela serão ainda piores do que vimos até então. Provavelmente a Ozen terá tido alguma desavença com a mãe da Riko, daí a animosidade com a filha de Lyza – novamente, esperemos que não seja esta a explicação mas caso a resposta seja positiva, que a mesma seja “conturbada”.

 

made in abyss - opinião episódio 5

 

Em geral, este foi um episódio em que se mostrou o verdadeiro lado de Made in Abyss. Porém, e visto que só estamos na segunda camada, à medida que eles forem descendo no Abismo, acredita-se que o drama e violência (física ou psicológica) irá aumentar. Eu vou ficar à espera do que virá por aí!

 

Pensamentos finais:

  • Ainda nada da Usagi-chan da ending…
  • Aquela criança que aparece com a Ozen, é um menino?

 

Sugestão:


Made in Abyss – Opinião Episódio 6

Made in Abyss – Opinião Episódio 4

Made in Abyss – Opinião Episódios 1 a 3


 

Comentários do Facebook









Também deverás gostar de




4 Comentários

” Pergunto-me se no manga será mais dark do que o anime demonstrou? Alguém que aí seja seguidor do manga e me possa esclarecer este pormenor?”
Sim, a história se mostra mais obscura (ou “dark”) conforme a Riko e o Reg descem as camadas do abismo. Quando mais fundo você desce, piores são os monstros e os eventos que os nossos protagonistas terão de passar. Até o momento o ápice disso tudo foi no arco da 5ª camada, mas muito provavelmente teremos o arco da 4ª camada em anime e lá teremos um vislumbre da desconstrução que o autor faz sobre os Apitos Brancos (de um em específico) e veremos um pouco mais a respeito disso (o sofrimento que aguarda aqueles que descem o abismo). A obra só vai melhorando conforme os protagonistas descem mais a fundo, e é por essas e outras maravilhas que o mangá atualmente se encontra no meu top 5.


    Olá Yui, obrigada pela tua resposta. Pensas então que valha a pena dar uma vista de olhos ao manga ou o anime cobre bem a história?


Olha, o anime está fazendo um excelente trabalho cobrindo o mangá (pouquíssimas coisas foram rushadas/cortadas até o momento), então se quiseres pode continuar apenas ele que não estás a perder nada, apesar de eu indicar o mangá por causa do traço maravilhoso do autor.
Se minhas previsões estiverem corretas, o anime deve acabar no fim do volume 3 ou início do 4, sendo que até o momento a obra encontra-se com 6 volumes fechados. O que é uma pena, já que meu arco favorito fica entre os volumes 4 e 5 (talvez fique para uma segunda temporada).
Você ainda vai se surpreender muito com a obra e, assim que o anime terminar, podes ir tranquilamente para o mangá.


    Olá Yui. Obrigada pela indicação, é isso que vou fazer então. Quando o anime terminar e se continuar assim (bom) irei com certeza partir para o manga.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

four × four =


Outras Histórias
Yuragisou no Yuuna-san e as Ilustrações Controversas A 31ª edição da Weekly Shonen Jump, revista da Shueisha, gerou uma enorme controvérsia após o seu lançamento a 3 de julho....
Partilhas