Madhouse – Assistente Hospitalizado por Excesso de Trabalho

por Usagi Wright
Madhouse - Animador afirma que Atitudes Abusivas continuam

Um assistente de produção do estúdio Madhouse juntou-se a um sindicato e está a pedir uma indemnização pelas horas extras não pagas, assim como um pedido de desculpas pelas várias formas de assédio que foi vítima, de acordo com o ativista de direitos trabalhistas, Shōhei Sakakura.

Sakakura, que atua como representante e editor-chefe do grupo de defesa do trabalho dos jovens e da revista “Posse”, relatou a notícia na sua conta do Twitter, na sexta-feira.

 

Madhouse – Assistente Hospitalizado por Excesso de Trabalho

 

Sakakura relatou que o assistente de produção da Madhouse se havia juntado à Black Company Union, um sindicato formado em 2017 que oferece consultoria e apoio a trabalhadores de vários setores, sendo uma das organizações associadas à “Posse”. Sakakura afirmou que a Black Company Union havia iniciado o processo de negociação coletiva no dia 5 de abril.

Num tweet de acompanhamento, ele entrou em mais detalhes sobre a situação do assistente da Madhouse, dizendo:

Durante a crise, o assistente trabalhava mais de 200 horas extras por mês, e trabalhava o dia todo e a noite mesmo nos fins de semana ou feriados públicos. Eles tinham até desmaiado devido ao anterior excesso de trabalho e foram levados para o hospital.

 

Sakakura observou que ele ouviu de várias pessoas que “é assim que a indústria de anime funciona”. Ele disse que costumava ser dito a mesma coisa sobre as indústrias de ensino, máquinas de venda de comida/bebida, enfermagem, puericultura, produção de filmes e construção. “Mas conseguimos melhorar as longas horas e horas extras não remuneradas nessas indústrias”, escreveu ele. “É preciso coragem, mas quando os trabalhadores falam, eles têm um poder forte”.

“No entanto, não há como negar que por trás desta empresa negra existe uma indústria negra”, continuou Sakakura. “Mesmo que consigamos melhorar uma empresa, se isso não se espalhar para as empresas ao seu redor, os outros continuarão a pensar que a honestidade não paga. Elas forçarão o fardo nas empresas mais pequenas, subcontratando-as. Trabalhadores de diferentes empresas precisarão de se manifestar para mudarem a indústria. “

 

OP de One Punch Man ultrapassa 10 milhões de Visualizações

 

O estúdio de animação Madhouse foi fundado em 1972 por ex-animadores do Mushi Pro, incluindo Masao Maruyama, Osamu Dezaki, Rintaro e Yoshiaki Kawajiri. Maruyama deixou a empresa em 2011 para formar o estúdio MAPPA. O estúdio Madhouse é bem conhecido pelas produções de Cardcaptor Sakura, Death Note e na primeira temporada de One Punch Man.

 


Artigos Relacionados:

Berserk 2016 – Indústria tem Falta de Diretores de Animação

Indústria de Produção Anime Bate Recorde de Rendimento

Mercado Japonês de Mangá cresce 1.9% em 2018


 

Fonte: Anime News Network

 

0 comentário

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.