Mãe Compra Shonen Jump em Memória do filho Durante 7 anos

por Raquel Cupertino
Mãe Compra Shonen Jump em Memória do filho Durante 7 anos

A 11 de março de 2011, um terramoto com epicentro ao largo da costa leste do Japão, seguido de tsunami, afetou todo o Leste do Japão, em particular a península de Oshika, na região de Tohoku. Por entre os milhares de mortos confirmados estava o filho de Yuko Tanno, Kota.

A sua cidade natal, Natori na prefeitura de Miyagi, foi devastada. Contudo, tal não a impediu de continuar a coleção que o seu filho tanto adorava: a da revista Weekly Shonen Jump.

 

Mãe Compra Shonen Jump em Memória do filho Durante 7 anos

Mãe Compra Shonen Jump em Memória do filho Durante 7 anos

 

Kota adorava manga! Com as suas poupanças, ele comprava o último volume da Jump e lia com os amigos no seu quarto. Kota tinha 13 anos quando foi arrastado pelo tsunami. O seu corpo foi apenas descoberto a final de março.

Tanno não se esqueceu do quanto o seu filho amava a sua coleção dos volumes da Weekly Shonen Jump. Durante o funeral, cópias da revista foram colocadas no caixão do jovem Kota, bem como no seu altar.

Acreditando que o espírito de Kota iria gostar de continuar a ler as mais recentes edições, Tanno decidiu comprar o que tanto deixava o seu filho feliz. Todas as segunda-feiras, ao longo destes 7 anos, Tanno comprou a revista. Se uma edição estivesse esgotada no quiosque, percorria as lojas de conveniência e livrarias à volta, até o encontrar.

 

Mãe Compra Shonen Jump em Memória do filho Durante 7 anos

 

Depois do desastre, várias edições da revista acabaram apinhadas dentro do armário temporário da Tanno à medida que adquiria mais revistas.
Antes do terramoto e do tsunami, Tanno tinha deitado ao lixo alguns dos mangas mais antigos de Kota. Contudo, após toda esta desgraça o coração de mãe levou-a a adquirir de novo as cópias que deitou fora, garantindo que o filho pudesse reler caso quisesse.

Enquanto ordenava a coleção da Weekly Shonen Jump, Tanno descobriu que faltavam alguns números, pelo que de imediato encomendou as edições em falta. Dos mangas mais populares que o filho seguia encontra-se One Piece, que ainda se encontra em serialização. Haikyu!! estreou no ano a seguir ao terremoto, mas como seu filho estava na equipa de Vólei, Tanno achou que ele poderia ter gostado (o que acredito que fosse acontecer!).

Depois de reconstruir a sua casa, Tanno construiu um quarto para o seu falecido filho. Nele podemos encontrar lembranças de Kota, um altar dedicado ao mesmo, bem como prateleiras e prateleiras da Weekly Shonen Jump.

 

Mãe Compra Shonen Jump em Memória do filho Durante 7 anos

 

As prateleiras do quarto de Kōta estarão cheias muito em breve. Este ano, Kota teria completado 20 anos, que é a idade adulta legal no Japão. Tanno está a pensar terminar a coleção da Shonen Jump para o seu filho este ano.

 

Fonte: Kotaku

 

0 comentário


Loading...

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.