Manga Fairy Tail – Capítulo 433

por Raquel Cupertino
Fairy Tail - Capítulo 433

Fairy Tail – Capítulo 433 – “Ikusatsunagi”

Natsu encontra-se frente a frente com Arlock, o líder do culto Avatar. Com o seu exército praticamente aniquilado, a confiança e arrogância do sacerdote não condizem com a conjuntura que o envolve. Terá algum truque na manga? Será ele assim tão poderoso?

As desilusões das batalhas anteriores ainda estão vívidas na nossa memória. Promessas de grandes momentos bélicos sucessivamente corrompidas por adversários que não passavam de “fogo de vista”, num mundo repleto de possíveis grandes adversários dignos de fazer frente aos magos da Fairy Tail.

 

Fairy Tail - Capítulo 433

 

A magia de Arlock concede-lhe uma defesa e ataque aparentemente impenetrável. Qual o melhor ataque, que aquele que não pode ser ripostado? Na realidade, apesar de pouco surpreendente, não deixa de ser uma boa jogada, uma magia adequada ao mago do bastão. Com uma máscara a esconder o rosto, longe do campo de batalha, mas ainda assim pronto a coordenar e atacar, o sacerdote tinha tudo para se tornar um adversário no mínimo marcante.

 

Fairy Tail - Capítulo 433

 

No entanto, e já calejados dos capítulos anteriores, a fasquia de exigência diminuiu, já não é esperado algo de extraordinário por parte do adversário, ficando a exigência pelo bom o suficiente para fazer com que o Natsu demonstre algumas das suas técnicas recentemente adquiridas.

A surpresa expressa por Natsu mediante a barreira desenvolvida por Arlock, durou pouco. Capaz de destruir todas as paredes mágicas impostas pelo sacerdote, o Dragon Slayer atinge-o com um soco certeiro. A derrota, contudo, estava longe de ser admitida. A confiança de Arlock tinha uma razão de ser, o seu poder de evocação faz-se presente sob a forma de um episódio aberrante: do céu, uma espiral de nuvens negras e raios apocalípticos surge sob o campo de batalha.

 

Fairy Tail - Capítulo 433

 

Apesar de todo o alvoroço e tentativa de criação de clímax, pouco ou nenhum sentimento foi despoletado. Apesar da presença das personagens cerne da obra, esta inserção ininterrupta de personagens inexploradas e sem qualquer tipo de desenvolvimento, criam capítulos ocos, secos, onde nada de bom é realmente retirado dos mesmos.

Um gigante monstro rasga os céus. Não vendo a meios para atingir o seu fim, Arlock promove um verdadeiro massacre, inclusive das suas próprias tropas, que vão sendo aniquiladas pelo deus da guerra Ikusatsunagi.

Será o majestoso e supostamente guerreiro magnífico, capaz de fazer frente aos nossos heróis? É caso para dizer, é desta que veremos uma fantástica batalha?

 

Fairy Tail - Capítulo 433

 

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.