Mary e a Flor da Feiticeira - Análise