ME!ME!ME! | Análise

por João Simões
ME!ME!ME!

Esta é a terceira curta do evento Japan Animator Expo. Mais uma bela relíquia para maravilhar os amantes de animação!

 

Japan Animator Expo | ME!ME!ME!

 

ME!ME!ME! Análise | A História

Será um sonho? Uma realidade? Uma alucinação proveniente da depressão? Um ciclo vicioso que nasce a partir de todas estas possibilidades fundidas umas com as outras? Syu fica perdido numa luta constante para que possa manter a sua sanidade mental, enquanto se perde nos mais variados devaneios.

Conseguirá ele sair vitorioso desta corrente inexplicável?

 

ME!ME!ME! Análise | Referências e mais referências!

Para quem está a seguir a Animator Expo Japan com alguma assiduidade, deve ter conhecimento que as obras estão a ser produzidas pelos estúdios Khara, que são nada mais nada menos, que os estúdios responsáveis pelas grandes produções cinematográficas da franquia Neon Genesis Evangelion. Tendo isto em conta, é expectável que ocorram eventuais referências ao épico NGE, ainda assim, mesmo estando à espera que aconteçam, não nos retira de todo a felicidade obtida em vê-las.

 

ME!ME!ME! | Neon Genesis Evangelion

ME!ME!ME! | Neon Genesis Evangelion

Curta Metragem ME!ME!ME! | Neon Genesis Evangelion

 

Por coincidência, ou não, a obra que obteve maiores referências ao clássico, é também a obra com o estilo técnico e até narrativo, mais semelhante ao utilizado em Evangelion.

 

ME!ME!ME! Análise | Uma narrativa que contém tanto de caótico como de genial!

O enredo é complexo. Os elementos narrativos que estruturam a história são construídos com bases metafóricas sucessivas, que irão com certeza baralhar até o espectador mais experiente e atento. Claramente, isto quando bem aplicado (como foi), produz uma obra de excelência, que requer uma obrigatória segunda visualização (ou mais) para um entendimento mais aprofundado.

Aborda o mundo de um otaku que se encontra mergulhado numa depressão. Deambula num sonho cíclico que dá espaço para abordar o erotismo associado à opressão sexual do indivíduo em questão. Neste, e no núcleo narrativo, temos ainda a possibilidade de observar leves linhas, que ao que tudo indicam, apontam para uma relação amorosa que correu muito mal, deixando a personagem principal num estado mental caótico.

 

Japan Animator Expo | ME!ME!ME!

 

ME!ME!ME! Análise | Um visual soberbo que vos irá acariciar as pupilas!

Não gostaram da narrativa? Não a entenderam nem conseguem entender? Não faz mal, pois se são fãs de animação, é impossível não gostarem desta maravilha cinematográfica. Deste modo, sentem-se confortavelmente e apreciem esta viagem visual.

 

ME!ME!ME!

 

Se estão habituados aos devaneios psicóticos da Gainax e da Trigger, cujos trabalhadores aprenderam muito com o atual diretor dos estúdios Khara, não vão estranhar o visual. A animação percorre uma fluidez absurda de início ao fim, entregando-nos a cada segundo, o melhor que um segmento de frames bem empregues nos pode oferecer. A coloração é mágica, com uma palete de cores extremamente adequada ao ambiente anárquico que a obra nos permite viver.

 

ME!ME!ME!

 

Além da animação 2D comum, experimentam ainda os vários caminhos possíveis em que esta pode ser aplicada nos breves sete minutos desta produção.

 

Uma curta-metragem que não deve passar despercebida a nenhum fã de Animação!

Como já referi em cima, mesmo que não gostem da narrativa, ou até mesmo sem apreciar Anime como forma de arte, a visualização desta pequena obra torna-se algo obrigatório para todos aqueles que se afirmam como fãs de animação (principalmente se for de animação 2D).

A aliança da narrativa caótica com o ambiente monstruoso, criam a melhor obra que o Animator Japan Expo já teve a possibilidade de nos fornecer. Dito isto, e direcionando-me de encontro ao título deste parágrafo final, esta é uma curta-metragem que não deve passar despercebida a nenhum fã de Animação!

 

Visualização da Curta Metragem

 

 

0 comentário

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.