Moeda – Guia do Gaijin para o Japão

por Inês Marques
Guia do Gaijin Para o Japão

Como todos devem saber, a moeda em uso no Japão é o iene (em japonês, en), sendo ¥ o seu símbolo. Também é muito comum usar o kanji,, nos preços dos produtos. Neste momento, um euro equivale a cerca de 115 ienes, e a taxa de consumo é de 8% sobre qualquer produto. Ou seja, se comprarem algo marcado a 100¥, o preço final é de 108¥. Em restaurantes (que não sejam de fast-food) e algumas lojas (como as de 100¥, parecidas às nossas “lojas dos trezentos”), o preço indicado no menu ou artigo não inclui esta taxa, pelo que devem contar pagar um pouco mais do que está assinalado.

Atualmente, usam-se 6 moedas e 4 notas de ienes diferentes. As moedas são de 1, 5, 10, 50, 100 e 500¥, tendo as de 5 e 50¥ um buraco no meio; e as notas de 1000, 2000, 5000 e 10000¥. As moedas de 100¥ são as mais usadas e que mais se vêem, pois normalmente os produtos das máquinas de venda automática (que existem por todo o lado no Japão) e outros serviços, como o aluguer de cacifos nas estações, rondam este preço e seus múltiplos.

 

Moeda – Guia do Gaijin para o Japão

 

É possível trocar euros por ienes antes ou à chegada ao Japão. Por cá, no banco ou em lojas especializadas podem comprar-se notas de iene (as taxas de compra variam consoante a instituição). Estes sítios podem não ter notas disponíveis na altura do pedido, pelo que devem fazer a encomenda com alguma antecedência (mínimo de uma semana). Nos aeroportos internacionais japoneses também existem postos de troca de moeda onde estas operações são efetuadas no momento. O recomendável é já levar de cá algum dinheiro trocado para prevenir qualquer eventualidade.

É ainda possível fazer compras com cartão de crédito (Visa, Mastercard, Maestro, etc). Por norma, os estabelecimentos têm indicado o tipo de cartões que aceitam, mas algumas lojas podem aceitar mesmo sem terem essa indicação. Em alguns ATM também se pode levantar dinheiro com estes cartões, e tal como as lojas, tem identificados os tipos que lá se podem usar. Claro está que estas transações têm uma taxa associada, que varia com o banco ao qual o cartão está associado.

 


Artigo  anterior || Voltar ao índice || Próximo artigo


 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.