Mulher testemunha Violação por Jung Joon Young, Choi Jong Hoon e 3 Outros em Grupo

por Cátia Coelho
Mulher testemunha Violação por Jung Joon Young, Choi Jong Hoon e 3 Outros em Grupo

Uma mulher testemunhou que foi agredida sexualmente por cinco pessoas que são membros dos controversos chats online incluindo Jung Joon Young e Choi Jong Hoon.

 

AVISO: Discussões sobre agressões sexuais

 

Mulher testemunha Violação por Jung Joon Young, Choi Jong Hoon e 3 Outros em Grupo

De acordo com uma reportagem exclusiva da SBS funE, repórter Kang Kyung Yoon, no dia 18 de abril, uma mulher identificada como “A” afirmou ter confirmado tardiamente, através de uma gravação de voz, fotos e conversas que foram trocadas nas salas de conversação, que ela foi sexualmente agredida por cinco homens, incluindo Jung Joon Young e Choi Jong Hoon. Depois de discutir com um advogado, ela decidiu entrar com uma ação judicial.

“A” testemunhou que em março de 2016, ela encontrou-se com Jung Joon Young, Choi Jong Hoon, o funcionário da Burning Sun, “Kim”, o ex-funcionário da YG Entertainment “Heo” e o empresário “Park” para tomar uma bebida e desmaiou em consequência. Quando acordou de manhã, ela viu-se completamente nua num quarto de hotel e Choi Jong Hoon estava deitada ao lado dela.

Enquanto “A” saiu às pressas do quarto de hotel na hora, ela ficou desconfiada de que foi sexualmente agredida por eles após relatos recentes de conversas e salas de chat inapropriadas.

No mês passado, ela entrou em contato com Bang Jung Hyun, o advogado que apresentou o conteúdo dos chats do grupo à Comissão de Combate à Corrupção e aos Direitos Civis. Ela mencionou a data e local do incidente e através de Bang Jung Hyun, confirmou que havia uma gravação de voz, seis fotos e conversas sugerindo que ela foi sexualmente agredida.

Nas conversas que foram trocadas no dia seguinte, Jung Joon Young supostamente usou gírias que implicavam agressões sexuais com múltiplos agressores e Choi Jong Hoon supostamente falou sobre ter que segurar o riso para agredir sexualmente “A”, que estava inconsciente.

A seguir, segue a tradução de uma entrevista que a “A” participou com a SBS funE:

 

Jung Joon Young admite Crimes em Carta de Desculpa

 

P. Qual é o seu relacionamento com os cinco membros?

“Eu conheci o Jung Joon Young em 2012 através de um conhecido e eu conheço ‘Kim’ desde 2013. Um dos meus amigos estava namorando com Seungri na época, então nós costumávamos sair como um grupo. No início de 2016, o Jung Joon Young chamou-me para tomar uma bebida pela primeira vez em algum tempo, já que ele estava a organizar um evento de autógrafos. Os cinco membros do chat de grupo e eu, um total de seis pessoas, tomamos bebidas em três locais diferentes. Eu estava um pouco bêbada, mas haviam mais duas celebridades, e desde que eu as conhecia há alguns anos, baixei a minha guarda. Eles disseram-me que reservaram uma suite nm hotel e queriam beber mais lá, mas assim que eu bebi álcool [no hotel], perdi a consciência.”

 

P. O que estava a acontecer quando acordou?

“Acordei porque a minha cabeça doía. As minhas roupas estavam tiradas e o Choi Jong Hoon estava deitado ao meu lado, rindo. Como eu não vestia nada, perguntei: “O que está a acontecer?” Eles disseram: “Não te lembras?” E riu. Eles aproximaram-se de mim enquanto eu estava totalmente nua e brincavam comigo, ao dizer: “Tenta procurar pelas tuas cuecas”. “Heo” até me tocou enquanto brincava, sugerindo que deveríamos ter relações sexuais. Quando eu disse para eles pararem, eles devolveram-me as minhas cuecas. Encontrei as minhas roupas, vesti-me e saí do hotel. É isso que eu me lembro daquele dia.”

 

P. Não suspeitava de ter sido agredida sexualmente na época?

“Não me lembro de nada depois de perder a consciência após beber no hotel. Eu estava a tomar medicamentos para um transtorno do pânico, então pensei que poderia ter sido [a razão pela qual eu desmaiei]. A parte de trás da minha cabeça estava inchada como se eu tivesse batido [minha cabeça] contra alguma coisa. Quando acordei totalmente nua de manhã, senti vergonha, mas não sabia o que estava a acontecer e não pude perguntar. Depois que saí do hotel, o Jung Joon Young, o Choi Jong Hoon e o ‘Kim’ entraram em contato comigo como se nada tivesse acontecido. O Choi Jong Hoon chegou a dizer: “Até logo”. Foi difícil para mim perguntar-lhes com rapidez.”

 

P. Contactou-os após os relatos dos chats de grupo?

“Entrei em contato com o Choi Jong Hoon e o ‘Kim’. Quando perguntei:“ Vocês fizeram filmagens escondidas de mim? ”, Eles disseram que não. Eles me disseram: “Nós nem conversamos sobre ti [nas salas de chat], por favor, acredita em nós”. Eles até disseram: “Não te preocupes. Vamos-nos encontrar.” Percebi que seria difícil esperar um sincero pedido de desculpas ou refletir sobre eles mesmos.”

 

P. O que a fez decidir processá-los?

“É doloroso toda vez que eu penso naquele dia. Porque é embaraçoso e dói-me, eu deliberadamente tentei não falar sobre o que aconteceu naquele dia. Depois que vi relatórios sobre as salas de chat em grupo, percebi que, embora os considerasse os meus melhores amigos, não era o mesmo para eles. Não posso deixar de pensar que eles simplesmente me trataram como um objeto. Eu estava envergonhada. Espero que eles paguem pelos seus crimes.”

 

Choi Jong Hoon

 

P. Como se sente agora que está prestes a entrar com uma ação judicial?

“Estou preocupada que possa encontrar retaliação ou se a polícia vai realizar uma investigação adequada. A polícia declarou que investigou as salas de conversação do grupo, mas eu nunca fui contatada pela polícia. Eu não sei o que vai acontecer comigo se os cinco membros disserem que não fizeram isso. Estou com medo de que minha identidade seja exposta e que as pessoas saibam que fui vitimada.”

 


 

Até agora, a polícia disse que eles não foram capazes de investigar o Jung Joon Youn sobre alegações de agressão sexual. No entanto, com um testemunho de “A”, eles começarão oficialmente a investigação assim que ela abrir o processo.

Quando perguntado sobre os argumentos de “A”, o empresário “Park” disse que ele “não tem relação com o caso” e negou veementemente as acusações de participação em agressões sexuais de múltiplos perpetradores. O “Heo” também não respondeu e o Choi Jong Hoon estava inacessível porque o telefone estava desligado.

 

>> Para mais notícias sobre K-pop, cliquem AQUI

 

Para conhecerem todos os comebacks e debuts de abril, cliquem AQUI <<

 


Artigos Relacionados

2 Filmes Coreanos presentes no 72º Cannes Film Festival

NCT 127 cantam “Superhuman” no “Good Morning America”

Top Girl Groups Mais Reputados de Abril 2019 – KPOP


 

Fonte: Soompi

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.