Mushoku Tensei Episódio 4 – Opinião

por Arthifis
Mushoku Tensei Episódio 4 – Opinião

Que posso eu dizer do quarto episódio de Mushoku Tensei? Claramente terei que engolir tudo o que disse no meu último artigo. Aqui estava eu a elogiar o Anime por não incluir fanservice infantil ou um homem de 40 anos a apaixonar-se por uma criança… E o quarto episódio aconteceu.

 


Podes consultar AQUI todas as opiniões semanais de Mushoku Tensei: Isekai Ittara Honki Dasu.


 

Mushoku Tensei Episódio 4 – Opinião

Sinceramente não consigo entender como é que alguém pode achar que não há problema ter a mente de um homem de 40 anos num corpo de uma criança com a ideia de ‘construir’ a sua amiga (também ela uma criança) para ser a perfeita esposa no futuro. Já para não falar da parte em que o Anime incluiu uma cena em que Rudy parece estar demasiado excitado em relação a essa ideia (mesmo partindo do princípio de que estava a pensar numa Sylphiette mais velha). Na minha opinião, é algo errado, mesmo tratando-se de personagens fictícias.

Mas a vibe sexual do episódio não acaba aqui. Na realidade, a maior parte do episódio foi à volta de sexo. Grande parte dos 20 minutos foi passado na história em que Zenith descobriu que o marido a andava a trair e, ainda por cima, engravidou a empregada. Embora tenha gostado da forma como as coisas se resolveram e que agora estejam a viver uma relação quase bígama (o que é completamente ok), não gostei como as personagens chegaram a esta solução.

 

Mushoku Tensei Episódio 4 – Opinião

 

Alguns problemas…

Um dos maiores problemas é Lilia achar que é ela que é a culpada. Verdade seja dita que a rapariga nunca deveria ter tentando seduzir o patrão, mas o Paul foi quem traiu! Ainda por cima, parece que o homem não aprendeu nada com a situação, mesmo depois de ter uma conversa séria com Zenith. Não sei, esta ideia de que um homem que trai é considerado um player é nojenta e penso que ambas as partes fizeram algo errado… Ah! E nem vou falar na pequena parte em que deu a entender que a Lilia perdeu a virgindade ao ser abusada por Paul… Enfim, se a ideia era chocar uma pessoa, conseguiram.

Por último, adoraria saber de que material é feito o top da Ghyslaine. Claramente que deve ser o material mais forte do mundo visto que consegue suster um peito daquele tamanho. Todos nós sabemos o porquê de haver personagens com mamas grandes – fanservice – mas espero que a personagem tenha algo mais a dar à história do que uma frente que quase não cabe no ecrã.

Gostaste do quarto episódio de Mushoku Tensei? Diz-me tudo nos comentários. 😊

 


Artigo originalmente escrito no meu blog pessoal – Animeshelter

2 comentários


Também deverás gostar de

2 comentários

João 20 Fevereiro, 2021 - 17:46

Acho que ninguém acha estas coisas ok. Apesar de concordar nos no valor defendidos neste post, o Rudeus é numa pessoa horrível. Isso não é nada de novo, por isso não acho o que têm acontecido seja fora de personagem nem acho que diminua o valor do anime, por mais nojento que seja. Dito isto, concordo na maioria com o que foi dito (apesar que fiquei com a ideia que o Paul é basicamente um cabrão, não senti que o anime tivesse tendado fazer muito sugarcoating) e estive quase para largar o anime neste episódio.

Responder
Arthifis 26 Fevereiro, 2021 - 13:24

Sim, concordo contigo João. O Anime (tirando estas partes) é excelente! E tenho estado a comentar mesmo isso na maioria dos episódios. No entanto, pensei que esta parte mais ‘out there’ fosse só para chamar pessoal e que depois se iriam focar na história e no mundo tão bom que construiram. Ao contrário disso, as coisas só pioraram lolol E em relação ao Rudeus, até o poderia considerar uma personagem complexa a tender para o bom… Se não fosse a parte em que ele olha para raparigas pequenas de uma forma sexual. Quero dizer, para mim o que conta é a idade mental de 40 anos da pessoa, não o que se vê por fora.

Responder

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.