Não vejo Dragon Ball Super. Posso ver Dragon Ball Super: Broly?

por Raquel Cupertino
Não vejo Dragon Ball Super. Posso ver Dragon Ball Super: Broly?

Admito, eu não sou fã de Dragon Ball Super. Em boa verdade, já não acompanho a franquia de Dragon Ball nem revejo um episódio ou filme há mais de 10 anos. Curiosa, vi algumas cenas de Dragon Ball Super – algumas associadas à animação pobre, motivo de fortes críticas pela comunidade – mas não passou disso.

Em suma, sou talvez o expetador mais cético e menos conhecedor da atualidade de Dragon Ball a ter assistido ao tão falado filme Dragon Ball Super Movie: Broly.

E adorei.

 

Não vejo Dragon Ball Super. Posso ver Dragon Ball Super: Broly?

 

Sim, leram bem, eu ADOREI o filme! Gostei ao ponto de não termos intervalo e só me aperceber desse facto quando a minha bexiga estava a dar sinais de querer rebentar as costuras, a 10 minutos para terminar! Podemos dizer que o filme colou-me ao ecrã do início ao fim. Emocionou-me, arrepiou-me, fez-me soltar saborosas gargalhadas, e sorrir numa nostalgia quase esquecida de quem cresceu com Dragon Ball. E é como criança da gloriosa década de 90 que venho falar-vos deste filme.

 

 

Onde encaixa o filme Dragon Ball Super Movie: Broly em termos temporais?

Como o próprio nome indica, Dragon Ball Super Movie: Broly trata-se de um filme da franquia Dragon Ball Super. Para os menos entendedores do universo deste anime, ou que simplesmente a memória de há quase 20 anos é coisa complicada, vou tentar explicar de forma simples o enquadramento temporal da série Super.

Esta série passa-se alguns anos após o termino do arc Majin Buu, entre aqueles 10 anos antes do 28º Torneio Mundial de Artes Marciais (último torneio de Dragon Ball Z). Relembro que Dragon Ball GT é non-canon, ou seja, não existe no manga que deu origem à série, foi criado de raiz como anime. Como tal, é como se a saga GT nunca existisse e Dragon Ball Super seja um pequeno vislumbre do que aconteceu nos anos antes de Goku encontrar Uub (a reencarnação de Majin Buu).

 

Não vejo Dragon Ball Super. Posso ver Dragon Ball Super: Broly?

 

Não vejo Dragon Ball Super. Posso ver Dragon Ball Super: Broly?

Sim podemos ver perfeitamente o filme DragonBall Super Broly, desde que saibamos alguns pontos de ligação/contextualização da série Super. Como vos disse acima, eu não estou a par da atualidade todavia, num resumo de 15 minutos, um amigo meu enquadrou-me da série Dragon Ball Super e ainda introduziu-me aquelas que viriam a ser as duas únicas personagens desconhecidas para mim e que entram no filme como secundárias-quase-figurantes.

Não vos posso alongar muito mais em termos de história mas vou tentar dizer-vos as informações que me foram fornecidas e achei cruciais para ver o filme. Não são muitas mas acreditem que foram mais que suficientes para não só o compreender, como não estranhar de todo as duas personagens e umas quantas referências/diálogos sobre a série Super.

Atenção que isto contém SPOILERS da série Super, mas tentarei transmitir as ideias o mais gerais possíveis.

 

Não vejo Dragon Ball Super. Posso ver Dragon Ball Super: Broly?

 

O que precisamos de saber de Dragon Ball Super para assistir ao filme Dragon Ball Super Movie: Broly

  1. Dragon Ball Super passa-se então no período de paz de 10 anos depois do arc Maijin Buu e antes do aparecimento de Uub (a reencarnação de Buu), que Goku decide treinar, dando assim por terminado a saga Dragon Ball Z;
  2. Dá-me a entender que se passa cerca de 6 anos após o início da época de paz, uma vez que a filha de Bulma e Vegeta ainda é pequena e os nossos amigos estão um pouco mais velhos do que estamos habituados em Dragon Ball;
  3. Antes de adormecer por 39 anos, o Deus da Destruição Beerus profetiza que irá aparecer um Super Saiyan Deus para o “entreter” quando acordar. E eis que ele acorda para abalar o período de paz da Terra à procura do dito Super Saiyan Deus;
  4. A base narrativa do primeiro arc de Dragon Ball Super é a busca pelo Super Saiyan Deus que, após um ritual que não vou explicar, Goku e Vegeta são capazes de se transformar nesse novo “nível”. Em termos visuais é a versão “vermelha” (cabelo e olhos ficam vermelhos) que certamente já viram pela net de Goku e Vegeta. Como é de Guerreiros do Espaço que estamos a falar, existe uma versão “Super Guerreiro” do nível “Deus”, que é a versão “Azul” (olhos e cabelos azuis);
  5. Beerus é então o Deus da Destruição e Whis o seu mestre, o poder deles é suficiente para “aterrorizar” Goku e Vegeta, e mais não digo! No entanto, no filme, vão vê-los como amigos de Goku, Bulma e Vegeta isto porque Beerus e Whis acabam amiguxos da Bulma porque… bem, quem resiste à Bulma, mesmo? Logo não estranhem toda a paz e serenidade na Terra.
  6. Beerus e Whis são as únicas personagens que aparecem no filme e que apenas estão presentes na série Super, mas adianto-vos já que vão adorar as suas intervenções no filme!
  7. Frieza regressa à história depois de imensas peripécias. O icónico antagonista de Dragon Ball foi ressuscitado no segundo filme do que podemos chamar “Filmes Dragon Ball Super” (para saberes mais clica AQUI), o filme Resurrection ‘F'(2015).  Como não poderia deixar de ser, foi morto. Todavia, durante a série Super participa num torneio em prol do Universo 7 (universo do planeta Terra), e em troca é ressuscitado. É após a sua ressurreição (e não morte) que o caminho deste se cruza com o de Broly e a história deste filme tem início.
  8. Frieza neste filme, tal como em Dragon Ball original, reclama o seu lugar como imperador do Universo 7 e encontra-se a formar um novo exército para conquistar e destruir mundos. Oh bom velho Frieza.

Como viram não é assim tanta informação! Claro que há mais alguma história por detrás dos acontecimentos acima mas tentei não spoilar. O enredo que abordei trata-se de informações presentes nos primeiros dois filmes Dragon Ball Super e na série.

 

Não vejo Dragon Ball Super. Posso ver Dragon Ball Super: Broly?

 

Mas porque conseguimos ver e gostar mesmo passados tantos anos após ver Dragon Ball?

A resposta é muito simples e vai um pouco de encontro à surpresa que é este filme. O enredo de Dragon Ball Super Movie: Broly é a base de Dragon Ball. Temos os mesmos intervenientes, rivais e antagonistas. Temos, inclusive, um reviver do arc de Frieza com acesso a um contexto histórico de algumas personagens que lembramo-nos mas não temos muitas memórias narrativas como, o irmão de Goku, Raditz, ou o passado de Frieza. Ou mesmo pormenores como certos Guerreiros do Espaço sobreviveram à aniquilação da sua raça. Existiu um cuidado soberbo em garantir que os diálogos e a história se desenrolassem de forma contextual, fazendo com que o espectador mais esquecido soltasse vários: “Oh já me lembro!”.

 

Não vejo Dragon Ball Super. Posso ver Dragon Ball Super: Broly?

 

Como tal, mesmo com pouca memória relativa ao que vimos há 20 anos, não senti qualquer dificuldade em assistir ao filme e garanto-vos que amei a experiência! No fundo senti que “nada mudou”. E isso é o mais belo!

Ver o Vegeta a ser Vegeta, a Bulma a ser aquela personagem genuína que nos faz rir às gargalhadas e, claro, Goku a ser aquele protagonista bondoso, descontraído, cuja maior paixão é lutar! Tudo isto está presente e da forma mais gloriosa possível. E muito disso tenho a agradecer ao excelente trabalho dos dobradores.

 

Não vejo Dragon Ball Super. Posso ver Dragon Ball Super: Broly?

 

Na antes-estreia foi exibida a versão dobrada do filme. Houveram alterações fortes no elenco, alterações essas que me passaram um pouco ao lado admito. Contudo, o que não me passou ao lado foi o trabalho de excelência executado pela equipa de dobragem. Foi formidável na maioria das personagens (ok, admito que detestei a voz de Gine) e manteve a essência, maneirismos e todas as características que me marcaram a infância. Um obrigado a todos os atores que trabalharam para nos proporcionar este momento.

Para bónus, o filme começa com o passado dos quatro protagonistas: Broly, Goku, Vegeta e Frieza. Para quem sempre desejou conhecer os pais de Goku, ver aquelas cenas foi de conter a lagriminha no canto do olho.

 

Já viram os descontos que o ptAnime garantiu para todos aqueles que forem assistir o filme às salas da CinemaCity? Não? E o GIVEAWAY que o está a acompanhar? Entrem no link abaixo para saber mais!



 

Além disso, temos todas as figuras do filme disponíveis para encomenda, passem na nossa loja para ver mais:


Loja ptAnime


 

Figura Broly Banpresto – Filme Dragon Ball Super Broly

Trata-se da figura de Broly, pela “mão” da Banpresto, inspirada no design do 20º filme da franquia Dragon Ball, Dragon Ball Super: Broly, cuja data de estreia está marcada para 14 de dezembro de 2018.

O seu design, cores e flashiness geral, gritam por uma figura assim. Reserva já!

 

 


Para informações mais completas sobre o filme podes ver os seguintes artigos:

Dragon Ball Super: Broly – Salas, Versões e Tempo de Exibição

Dragon Ball Super: Broly – Duas versões Confirmadas em Portugal

Dragon Ball Super: Broly – Trailer Dobrado PT-PT

Dragon Ball Super: Broly – Trailer Completo e Teaser Promocional

E SE DRAGON BALL SUPER FOSSE FEITO NOS ANOS 90?


 

Dragon Ball Super: Broly – Trailer Completo e Teaser Promocional

 

0 comentário

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.